Bom, hoje é um dia especial para quem viaja! As dicas de hoje vão servir para quem tem vontade de explorar outras terras, um lugar ainda escondido da massa de turistas, perfeito para quem quer fazer uma viagem exclusiva, única, fora da rota! Marte! Sim! Um lugar ainda inexplorado pela raça humana mas que em breve vai lotar de gente tirando fotos de crateras e selfies com os robôs da Nasa, portanto, aproveite para ir antes que a coisa fique meio caótica!

Onde fica Marte no Mapa?

Bom, Marte fica meio longe da maior parte dos lugares que a gente conhece. Fica bem a uns 230.000.000 de km de distância do nosso planeta, na verdade, a 1,5 anos-luz de distância. Portanto, para chegar lá a melhor forma seria o teletransporte, mas você precisaria de um equipamento especial para ter certeza de que seu corpo chegaria intacto – já que a tecnologia atual ainda não dá 100% de certeza de que seus olhos estarão no mesmo lugar quando as moléculas se desfizerem e depois voltarem para o seu lugar usando o teletransporte.

Outra opção para chegar lá seria alugar um foguete da Nasa, que já andou levando robôs até lá mas ainda não mandou seres humanos. Se você quiser, pode se candidatar a uma viagem só de ida até Marte, mas lembre-se de levar junto um guia sobre como plantar batatas usando seu próprio esterco, caso aconteça o mesmo que Matt Damon naquele filme que deixaram ele por lá.

O que fazer em Marte?

Em Marte, você pode aproveitar para relaxar em meio às rochas vermelhas e tomar um bronzeado, já que o planeta pode até chegar às máximas de 35 graus durante os dias mais quentes do ano. Porém, é bom levar sempre um agasalho para as médias de -63 graus que o planeta tem apresentado ultimamente. Parece que o El Niño andou zoando até o tempo em Marte!

Além disso, em Marte você também poderá fazer muitas trilhas nas suas inúmeras crateras, chegando até o Monte Olimpo, um vulcão extinto, conhecido como a segunda montanha mais alta do sistema solar, 3 vezes mais alta que o Everest! Neste caso, é bom levar uma máscara de oxigênio com você, para o caso de sentir falta de ar. Se bem que, em Marte quase não tem oxigênio mesmo, então você vai sentir falta de ar de todo o jeito…

Você também pode aproveitar para conhecer o Valles Marineris, um desfiladeiro gigante que segundo a Wikipédia, é “uma grande rachadura tectônica na crosta marciana que se formou quando a crosta se elevou a oeste na região de Tharsis, tendo sido subsequentemente alargado por forças eolicas erosivas”. Cientistas afirmam que já houve água por lá no passado, mas não se iluda: água em Marte é raridade. Leve uma garrafinha de Evian e você sai de Marte rico – para os padrões econômicos de Marte.

Preparando a mala para ir a Marte

Bom, a moda marciana não é tão difundida no Brasil, você pode achar meio estranho no começo, mas com o tempo você se acostuma. O ideal é que a sua roupa tenha uma película refletora que proteja a pele dos raios ultravioleta, do frio e dos gases prejudiciais à saúde. Você pode encontrar essas roupas facilmente na The Space Shop.

Outra idéia é ir até o estilista da Lady Gaga e pedir uma versão das suas roupas, para Marte, o look vai estar perfeito.

Últimas dicas sobre Marte

Antes que este post fique muito longo, aqui vão as últimas dicas para quem quer visitar Marte como um local! Antes de mais nada, não faça selfies em Marte, isso pode soar como uma ofensa aos moradores locais. Em vez disso, aproveite para fazer novas amizades, conhecer uma nova cultura, aprender com os costumes locais. Também não se assuste caso não encontre wi-fi grátis por lá. As operadoras ainda não conseguiram o alcance ideal para oferecer plenamente o serviço em Marte e ativar o seu 3G pode sair um pouco caro. E finalmente, lembre-se que hoje é primeiro de abril e isso foi tudo uma grande brincadeira. 😛