Buscando o que fazer em Zurique? Aqui listamos 10 dicas incríveis de atividades para fazer em Zurique, faça chuva ou faça sol! (Mas se fizer neve, sugiro ler o post com dicas especiais sobre o que fazer no inverno em Zurique!)

Você vai amar passear em Zurique, esta cidade que mais parece ter saído de um conto de fadas. Eu vivi por quase 4 anos em Zurique e confesso que esta é uma das minhas cidades preferidas no mundo. Aliás, eu escrevi um livro com dicas de viagem para 15 dias na Suíça, à venda aqui no site. Para comprar o meu guia de viagens sobre a Suíça, clique neste link.

Suíça no Verão

Zurique é o centro financeiro da Suíça e por isso, oferece uma ampla cartela de atividades de alto luxo. Mas nem só de luxo vive Zurique! É possível conhecer algumas maravilhas de Zurique sem gastar muito. Veja as nossas dicas com 10 coisas para se fazer em Zurique!

Onde fica Zurique no mapa?

Fica no norte da Suíça, próximo da fronteira com a Alemanha. Também é em Zurique onde está o aeroporto mais importante do país, e talvez você chegue por lá, correto? O aeroporto de Zurique é um dos mais movimentados da Europa, assim como a sua estação principal de trens. Aqui tem um post com dicas de como se deslocar do aeroporto ao centro de Zurique usando vários meios e transporte.

E se você pensa em se movimentar de trem pela Suíça, aqui vai um post importante sobre o Swiss Travel Pass, o passe integrado de transporte para turistas.

10 coisas para fazer em Zurique, na Suíça

Entre as muitas atividades para fazer em Zurique, aqui vão 10 coisas imprescindíveis para você! Estas dicas funcionam tanto para quem vai pela primeira vez a Zurique ou já conhece a cidade e está retornando! Misturamos nossas dicas básicas com outras dicas mais fora da rota, assim você dá uma boa geral na cidade durante a sua viagem, olha aí!

1. Igrejas do centro histórico de Zurique

Comece o passeio visitando as igrejas do centro histórico de Zurique. Para ser mais exata, há 4 igrejas importantes no Centro Histórico de Zurique, a Fraumünster, Grossmünster, Predigerkirche e a St. Peter. Todas são igrejas históricas, sendo que as duas primeiras são igrejas reformadas, ou seja, eram católicas na época da sua construção mas se tornaram protestantes há pouco mais de 500 anos! De todas as igrejas, a Fraumünster é a única que cobra entrada (algo ao redor de CHF54), e isso é por causa dos famosíssimos vitrais surrealistas de Marc Chagall. É proibido tirar foto dos vitrais, portanto, você terá que vê-los por conta própria!

o que fazer em Zurique

2. Vista da Lindenhofplatz

Lindenhofplatz é a praça ícone da cidade, fica pertinho das igrejas, bem no centro histórico de Zurique também. Em Lindenhofplatz, aproveite para avisar o rio Limmat e se tiver com sorte, os Alpes Suíços ao fundo. A vista é estonteante, faça fotos, muitas fotos nesta praça! Praticamente todas as fotos de Instagram de Zurique são tiradas dali, aproveite para fazer a sua também! ;D

o que fazer em Zurique

3. Prove o chocolate quente (com creme!) da cafeteria Schöber

Esta é uma das cafeterias mais tradicionais da cidade, aberta em 1842! Fica meio escondida no centro histórico, e a entrada não é exatamente muito chamativa – aliás, como tudo em Zurique, já que eles detestam chamar a atenção! Mas quando você entrar na cafeteria, suba no primeiro piso e se transporte ao século XIX! O lugar é um charme e o chocolate quente – com creme – é dos Deuses! Peça também algum docinho, como Apfelstrudel ou os macarons – é tudo delicioso! E aqui tem um post com 5 cafés para conhecer em Zurique – AMO TUDO!!!!

Endereço Schober Cafe: Napfgasse 4, 8001 Zürich
Funcionamento: Segunda a Sexta, de 8h às 19h, Sábado e Domingo de 8h às 23h

4. Sechseläutenplatz (a praça da Ópera de Zurique) e o Lago de Zurique

Depois de andar pelo centro histórico, visite a praça onde está a Ópera de Zurique. A praça tem um nome complicado, Sechseläutenplatz! Eu sei, o alemão não é lá muito fácil… Mas encontre a praça e aproveite para apreciar a vida típica de Zurique. Nesta praça, você verá antes de mais nada o edifício da Ópera, que é um dos mais imponentes da cidade. Mas além disso, você vai observar as crianças correndo em meio ao grande espaço o ar livre da cidade! Se for verão, o chafariz principal é uma das atividades mais interessantes para as crianças – além do sorvete, salsichão e cervejinha que vende na rua ali em frente! No inverno, é nesta praça que fazem o mercado de Natal (com pista de patins no gelo)! Aliás, se você for a Zurique no inverno, talvez seja legal dar uma olhada neste post aqui: o que fazer no inverno em Zurique.

Atrás da praça está o Lago de Zurique. Você pode fazer um passeio de barco pelo Lago, e como o barco faz parte do transporte público da cidade, o valor do cruzeiro costuma ser bem barato. Faça um cruzeiro de 1h30 saindo da Estação Bürkliplatz, onde há um guichê de vendas do bilhete e você poderá verificar qual o trajeto e o valor certinho do seu bilhete na hora. Ps: Se você possui o Swiss Travel Pass, o passeio é grátis

o que fazer em Zurique
Suíça no Verão

5. Fábrica de Chocolate da Lindt

Quem aí também ama a Lindt? Pois, vale a pena fazer um passeio até a fábrica ou melhor, até a loja de fábrica. Eles até fazem alguns tours interessantes por lá, com degustação de chocolates, mas precisa agendar com antecedência (só tem em inglês). Aqui neste post eu conto como é o passeio de barco até a Fábrica da Lindt e passo as dicas para conhecer melhor o lugar.

Para chegar lá, você pode aproveitar o passeio de barco! Mata dois passeios de uma vez só, vale a pena! Clique aqui neste link para ler mais sobre como chegar na fábrica da Lindt.

6. FIFA

A FIFA fica em Zurique, sabia? Mesmo se você não curte futebol, é legal conhecer a sede da FIFA, vai! Você precisará pegar o tram 6 até o “Zoo” e de lá, procure a entrada da FIFA. Você vai ver as bandeiras e o portão costuma estar fechado, mas a entrada até o edifício principal costuma ser livre (exceto quando tem eventos por lá). Aproveite para visitar os jardins, é um lugar bem bonito! Se você estiver com crianças, talvez seja mais interessante visitar o Museu da Fifa, que é interativo e muito, muito high tech – pra você ter uma ideia, eu amei este museu e nem curto futebol tanto assim… Ah, este museu é caro (24chf por pessoa), mas se você tiver o ZurichCard, você além de ter direito ao transporte público gratuito, tem 30% de desconto no Museu.

o que fazer em Zurique

Endereço FIFA Zurich: FIFA-Strasse 20
Funcionamento: diariamente de 8h às 18h
Museu da FIFA: Seestrasse 27
Funcionamento: Terça a quinta, das 8h às 19h, sexta a domingo, de 8h às 18h. Fechado às segundas.

7. Funicular até a ETH

A ETH é a a universidade politécnica da Suíça. É basicamente o instituto superior mais renomado do país, e um dos mais importantes da Europa. A galera que estuda ou faz ciência neste instituto é conhecida como os nerds mais nerds dos nerds de todos os tempos. Tipo assim, Einstein trabalhou ali. E outros cientistas importantes, dos quais 21 ganharam um prêmio Nobel. Deu pra entender, né?

E cara, um dos edifícios mais antigos da universidade fica bem no centro, de frente para uma vista ESPETACULAR da cidade! E para chegar lá, você pega um trenzinho mega fofo, o funicular da ETH! Então aproveita para dar uma bisbilhotada na universidade, que tem entrada liberada também. Tem até alguns museus gratuitos, como o museu de história natural, com inúmeros animais empalhados – um catálogo fantástico para quem é fã da biologia.

O que fazer em Zurique

8. ZüriWest

Este é o meu bairro favorito de Zurique. Ele é o antigo bairro industrial da cidade e possui um monte de coisas interessantes para se fazer. Por exemplo, você pode visitar o Mercado do Viadukt, uma espécie de mercadão onde há um pouco de tudo: desde comidinhas típicas a vinhos, passando pelos onipresentes chocolates Suíços! Aqui tem um post-guia sobre este bairro, se você for do tipo que curte coisas diferentes, vale a pena ler! E aqui tem um guia das compras em ZuriWest – que pode ser mais barato do que o que se encontra na zona mais nobre de Zurique!

O que fazer em Zurique

9.Trilha pela montanha Uetliberg

Se você curte trilha mas não tem o dia inteiro pra isso, esta caminhada é a ideal! É uma trilha curta, a poucos minutos de Zurique e incrivelmente maravilhosa! Trata-se da Uetliberg, a montanha da cidade, que possui acesso de trem até lá! Cara, como isso é incrível!

Para chegar lá, você pega o trem na estação principal de Zurique e desce em Uetliberg (este trajeto dura mais ou menos 25 minutos). E uma vez no topo da montanha, é a hora de sair para caminhar nas trilhas, que são fáceis, com uma inclinação leve (com exceção da primeira parte que é uma caminhada mais íngreme, mas dura uns 2 minutinhos). Aqui tem um post contando sobre a trilha dos planetas (que completa dura uns 50 minutos), mas você não precisa fazer tudo! Vá até o mirante onde a vista de Zurique e cidades vizinhas será um deslumbre!

Trilha dos Planetas

10. Museu Rietberg

O Riteberg não é apenas um museu de arte. É também um parque maravilhoso com mais uma vista espetacular da cidade. Para chegar lá de transporte público, pegue o tram 13 e desça na parada Waffenplatzstrasse. Daí você caminha uns 10 minutinhos e pronto, chega na entrada deste museu. É o maior museu de arte não europeia na Europa.

O acervo de arte asiática e africana é incrível. Há alguma coisa de arte latina, principalmente arte pré-colombiana. E há o parque! Se você não curte arte,  este é um excelente lugar para passar uma tarde e admirar a beleza de Zurique!

O que fazer em Zurique

Endereço: Gablerstrasse 15
Funcionamento: diariamente das 10h às 17h, às quartas de 10h às 20h. Fechado às segundas.

Quanto custa viajar em Zurique?

Não se assuste com os preços, as coisas são realmente MUITO caras em Zurique. Eu ainda estou buscando os segredos para economizar nessa cidade, Eu continuo sem saber como economizar dinheiro na cidade, mas uma boa dica é não encanar. Para que tudo funcione perfeitamente, alguém tem que pagar a conta. E no caso de Zurique, todos pagam essa conta. Pensa que o salário mínimo está ao redor dos EUR 3000 por mês e os aluguéis de imóveis no centro custam por volta disso também!

Entretanto, há algumas dicas para guardar um trocado na cidade: o Migros é o supermercado mais popular, e o supermercado Coop vende refeições prontas na hora do almoço – pode ser que você queira economizar na comida durante o dia para jantar num lugar bacana de noite. A Manor é uma loja de departamentos grande onde há um restaurante muito bom e relativamente barato no piso superior. O Coop City também tem restaurantes bons e com preços melhores para comida do dia-a-dia.

Se você quiser dicas de restaurantes em Zurique, este post aqui tem uma listinha com os meus favoritos.

Leia também: Restaurantes em Zurique

Onde ficar em Zurique?

Zurique está dividida entre “Kreis” ou distritos – macro regiões da cidade. São 12 Kreis no total, e o Kreis 1 é o centro histórico da cidade, onde estão as principais rotas turísticas e atrações históricas da cidade. É o melhor bairro para se hospedar se você é turista. O Kreis 4 é perto da estação principal Hauptbanhof, a estação central da cidade, o que a converte em região mais “tumultuada” de Zurique – para padrões Suíços. Também rola alguns hotéis interessantes por lá.

Leia também: Guia de Hotéis em Zurique

Imagen
Mapa das zonas de Zurique

Hotel bom e barato em Zurique é uma tarefa beeeem difícil de conseguir, mas há algumas opções interessantes que eu sempre recomendo. Entre eles, o Sorell Hotel Rutli (3 estrelas), o Basilea Swiss Quality Hotel (3 estrelas) ou o Hotel Bristol Zurich (3 estrelas) costumam ser boas opções de preço e localização. Aqui neste post tem mais dicas sobre onde ficar em Zurique.

Últimas dicas sobre Zurique

Se você por acaso está buscando um guia prático com toda essa informação detalhada sobre Zurique e muitas outras cidades da Suíça, eu publiquei recentemente um livro chamado “Calor Nos Alpes“, que tem tudo sobre a Suíça e mais um pouco. Você encontra o livro na versão e-book aqui no blog, neste link aqui.

Talvez você queira saber mais sobre a agenda cultural da cidade, e aqui vão os links de dois guias legais: o “Zurich in your pocket”  e o “Ron Orp”. Ambos têm uma agenda atualizada sobre os eventos e agitos da cidade, vale a pena dar uma conferida!

zurique_eventos

A moeda nacional é o Franco Suíço (CHF), que custa cerca de 1 euro – se você tiver euro ou dólar e quiser trocar por franco, a casa de câmbio da Hauptbanhof é bem honesta e é a que eu mais recomendo para essa troca. Muitos lugares aceitam euro como pagamento mas eu não recomendo. Isso porque os estabelecimentos fazem a conversão deles e devolvem o troco em Francos, no fim das contas você sairá perdendo mais que se trocar um pouco.

Finalmente, brasileiros não precisam de visto para entrar no país, mas é sempre bom estar preparado para enfrentar a maratona de perguntas na imigração – e ter os documentos em mãos. Se você tem dúvidas sobre este processo, este post aqui sobre os vistos pode te ajudar.

Zurique

Links úteis para a sua viagem por Zurique:

Se você quer um guia de viagens prático sobre a Suíça, em 2017 eu publiquei um livro chamado "Calor Nos Alpes", que contém várias dicas e informações incríveis para quem vai viajar pelo país. O livro já está esgotado nas livrarias e só está vendendo aqui no blog, neste link aqui, e durante o mês de Julho tá rolando promoção de frete grátis.

Se você quer comprar o Swiss Travel Pass, tá neste link aqui, e para entender como funciona melhor o passe de transporte público exclusivo para turistas, a info está neste post detalhadinho aqui. Agora se você quer alugar um carro, aqui neste link dá pra simular as tarifas com a Rent Cars e conseguir boas ofertas para Zurique!

Aqui vão dicas de hotéis para ficar em Zurique. Eu sempre recomendo o uso do Booking.com como ferramenta para comparar tarifas e reservar as melhores ofertas. Na dúvida, é só perguntar aqui que eu te ajudo a achar um hotel bacana e sem custo nenhum! 🙂

Para ler todos os meus posts sobre Zurique, aqui está o índice arrumadinho neste link aqui.

Para comprar passeios pelos Alpes Suíços, a melhor ferramenta que eu vi até agora é a Get Your Guide. Eles possuem várias opções de tours para os Alpes saindo de Zurique, incluindo a famosa montanha Jungfraujoch, que apesar de ser cara, vale cada centavo investido!

E finalmente, talvez você precise de um seguro de viagens para chegar na Suíça. Recentemente eu descobri a Seguros Promo, que compara seguros de viagens ao redor do mundo. Eles dão boas ofertas e você ainda ganha 5% de desconto se você clicar neste link aqui.