Se você está visitando o norte da Suíça, como por exemplo, Zurique ou Lucerna, dá pra fazer um bate e volta até a cidade de Stein am Rhein, um dos vilarejos medievais mais bonitos e bem preservados do norte suíço. É uma das vilas mais interessantes que eu já conheci aqui na Suíça, possui somente 3200 habitantes e um centro histórico que este ano completa 1010 anos de existência. Com um turismo modesto, este é um destino que ainda não está na lista dos lugares mais procurados na Suíça, e isso garante fotos lindas e com poucos turistas para disputar o espaço com você.

Onde fica Stein am Rhein?

Fica no norte da Suíça, na fronteira com a Alemanha e nas margens do rio Reno. Zurique está a aproximadamente 1 hora de distância e Lucerna, 2 horas. Também pertinho estão as famosas cataratas do Reno, na cidade de Schaffhausen e dá pra encaixar ela na rota de Stein am Rhein no mesmo dia, aqui neste post tem mais informações. Para chegar lá, saia de Zurique Hauptbahnhof e vá até Winterthur e de lá, faça a baldeação até Stein am Rhein. Para saber os horários e conexões saindo de outra cidade, acesse o site oficial da companhia de trens da Suíça.

Stein am Rhein

O que fazer em Stein am Rhein?

Bom, a cidade é bem pequena e se você só quiser tirar fotos e caminhar à toa, 2 horas serão mais que suficientes. Se quiser entrar com calma nos museus e casas históricas, daí vale a pena dedicar uma manhã inteira à cidade (acorde mais cedo e saia de Zurique ao redor das 9h). Há tours em inglês pelo centro, mas como nós estávamos mais de boa na cidade, resolvemos só caminhar pela rua principal, demos a volta pela rua paralela, comemos um salsichão na esquina e fomos embora para conhecer as cataratas do Reno. A cidade em si é bem pequena e tem algumas coisinhas legais, veja só:

Prefeitura de Stein am Rhein e praça da prefeitura

Um edifício do século XVI, fundado em 1542 que hoje é sede da prefeitura da cidade. Apresenta algumas pinturas com histórias da cidade, além de gárgulas em forma de dragão, impressionantes. Na frente da praça ocorrem mercados (feiras) de alimentos semanalmente a anualmente acontecem alguns eventos interessantes por ali também. Ali do lado há vários edifícios históricos que formam parte das atrações para se visitar na cidade. Entre eles, estão o Weisser Adler, cujas paredes abrigam a pintura renascentista mais antiga da Suíça; o Bürgerasyl, que já foi um hospital e hoje é uma mistura de residências, centros administrativos e sala de conferências; e do outro lado as casas Vordere Krone, Rother Ochsen, Steinerner Trauben e Sonne, propriedades privadas que serviam como tavernas, hotéis, vendas ou simplesmente residência dos proprietários. Vale a pena admirar cada uma delas!

Stein am Rhein

Stein am Rhein

Brodlaube

Caminhando pela rua principal você irá chegar a outro edifício importante, o Brodlaube, que já foi uma Guilda no seu tempo. Ah, não sabe o que é uma Guilda?! Eu também não sabia, até que participei deste evento das Guildas em Zurique, confia em mim, você PRECISA ler este post!

Stein am Rhein

Untertor

Um dos portões medievais da cidade, que fazia a guarda da cidade. Construído em 1367 e reformado em 1520. Em 1945 ele foi destruído por causa do bombardeio americano durante o final da segunda guerra mundial, por mais absurda que pareça essa história! Dizem eles que, por um erro do equipamento e das condições do tempo, eles acertaram a Suíça por acidente, quando na verdade queriam bombardear cidades vizinhas na Alemanha.

Igreja Stadtkirche

A igreja da cidade, que foi construída como uma igreja católica no século 12 e foi convertida em Protestante, em 1583. Como quase todas as igrejas da região, durante a reforma Protestante ela sofreu com o chamado Iconoclasmo da época, quando foram destruídas inúmeras imagens religiosas. Ou seja, ela é bem simples por dentro!

Stein am Rhein

Kloster St. Georgen

O antigo mosteiro beneditino construído em homenagem a São Jorge (aquele do dragão) e hoje é um museu. Foi construído no século 10 e pertencia à dinastia de Swabian. O museu oferece tours guiados em inglês passando pelas instalações mais interessantes, como os refeitórios de verão e inverno e o jardim. Afrescos renascentistas estão hall principal, ponto alto da visita. A entrada custa 5CHF e só funciona no período de Abril a Outubro.

Stein am Rhein

Ponte

Sim, há uma ponte principal, é a ponte que você vai cruzar o Reno para chegar da estação ao centro histórico e vice-versa. Existe desde o período romano, virou uma ponte de madeira em 1250 e foi queimada em 1799 pelas tropas francesas. A ponte atual foi reconstruída em 1974.

Stein am Rhein

Onde ficar em Zurique?

Se você esá fazendo este bate e volta de Zurique, provavelmente precisa de um hotel né? Aqui neste post tem dicas de como encontrar hotel barato (missão quase-impossível!) em Zurique, ou melhor, um hotel com ótima relação de custo X benefício. Clique aqui para ler o post com dicas de hotéis em Zurique.

Últimas dicas sobre as Cataratas do Reno e Stein am Rhein

Uma dica legal é baixar o aplicativo da SBB no seu celular para conferir sempre os trens e ônibus de cada cidade. Como esta é uma rota que requer o uso de transportes públicos, vale a pena ter o aplicativo para consultas sempre. Se você estiver em busca de internet 3G, aqui o ideal é comprar um chip pré pago. Recomendo a empresa Salt na Suíça. De resto, leve sempre uma garrafinha de água para encher nas fontes públicas (de água potável!) e se for no verão ou durante a temporada quente, leve filtro solar né, nem preciso falar duas vezes.

Links Úteis para viajar pela Suíça

Aqui vai uma lista com alguns links interessantes para que a sua viagem pela Suíça§a seja o mais completa e o mais fácil possível. E se pintar alguma dúvida, mande uma mensagem aqui nos comentários.

Antes de mais nada, se você busca um e-book ou livro para te ajudar a planejar a sua viagem pela Suíça, o guia "Calor Nos Alpes" é perfeito! O livro tem dicas de cidades, rotas, passeios, trens panorâmicos, montanhas, tudo junto e baratinho! Aqui neste link tem mais informações.

O Swiss Travel Pass é o passe que dá direito a usar todos os transportes da Suíça e costuma ser uma mão na roda para viagens de mais de 3 dias. Ele vem nas opções de primeira ou segunda classe, eu acho que a segunda já resolve a vida da maioria das pessoas. Para saber mais, escrevi este post aqui: Vale a pena usar o Swiss Pass?

Agora se você vai viajar de carro, talvez valha a pena dar uma lida neste post com dicas para alugar um carro pela Europa. Dirigir na Suíça é uma maravilha, mas pode sair mais caro do que o esperado. Sugiro que você compare os preços pelo site da Rental Cars que já simula todas as locadoras de uma vez e sempre tem ótimas ofertas.

Se você vai para Zurique e quer um Tour em Português em Zurique, pode contar com a minha equipe. Somos guias profissionais da cidade e fazemos passeios a pé pelo centro histórico da cidade, com muita informação sobre Zurique e sobre a Suíça em geral, está tudo neste link aqui. Outra ferramenta legal para encontrar passeios e tours é a Get Your Guide. Essa é uma empresa que seleciona tours em todo o mundo e você pode reservar os passeios mais tradicionais com eles, como o da famosíssima montanha Jungfrau. Os preços deles são ótimos e tem muita coisa em Português!

Aqui vai uma lista com os posts mais procurados sobre a Suíça:

Os Alpes são a grande atração da Suíça, e aqui vão os posts com algumas sugestões de montanhas:

Para ler todos os posts sobre a Suíça, é só clicar aqui.

Aqui vão dicas de hotéis para ficar em Zurique. Eu sempre recomendo o uso do Booking.com como ferramenta para comparar tarifas e reservar as melhores ofertas. Na dúvida, é só perguntar aqui que eu te ajudo a achar um hotel bacana e sem custo nenhum! 🙂

E finalmente, talvez você precise de um seguro de viagens. Recentemente eu descobri a Seguros Promo, que compara seguros de viagens ao redor do mundo. Eles dão boas ofertas e você ainda ganha 5% de desconto se você clicar neste link aqui.