Recentemente estivemos visitando a montanha Stanserhorn, nos arredores de Lucerna, Suíça. Foi um passeio que não estava exatamente nos nossos planos, mas mesmo assim, foi uma experiência surpreendente que vale muito a pena fazer se você estiver visitando o país durante o verão. Aliás, essas montanhas, na minha cabeça, valem a pena visitar somente no verão! No inverno eu quero mais é ficar quentinha num chalé tomando chocolate quente ou tomando um vinho branco enquanto degusto um escaldante fondue de queijo! (Nível de finesse: INSUPORTÁVEL! :P)

Stanserhorn

Bom, em breve vou explicar melhor para vocês porque eu recomendo visitar a Suíça no verão! Mas hoje eu tô aqui pra falar da Stanserhorn, um passeio de montanha um pouco fora da rota, mas que ainda assim, merece a sua atenção!

Onde fica Stanserhorn no mapa?

Fica em Stans, cidadezinha pequenucha localizada nos arredores de Lucerna, a cerca de 1h30 de Zurique. Por azar do destino, quando eu resolvi ir até lá, a rota que ligava Zurique a Lucerna estava em obras. OMG, e daí, o que eles fazem? Eles mudam um pedaço da rota para que você chegue ao seu destino, mas o trajeto pode durar um pouco mais… Fuéeeen… Bom, o nosso trajeto durou 2h entre Zurique e Stans, a cidade de onde saem os trens e bondinhos até o topo da montanha! Mas normalmente em 1h30 você chega lá, beleza?!

Stanserhorn

Como chegar em Stanserhorn?

Eu vou dar a rota para quem está em Zurique, mas daí se você estiver em outra cidade, basta substituir Zurique por esta outra cidade! 😛 Bom, saindo de Zurique, a primeira etapa do trajeto deve ser até Lucerna. A partir de Lucerna você irá pegar um trem local para se deslocar entre Lucerna e Stans. Stans é o seu destino final, e dá pra chegar lá de trem ou de ônibus. Recomendo o trem, por ser o meio de transporte mais rápido e mais confortável. Dica: neste trem entre Lucerna e Stans, há alguns vagões que possuem ar condicionado na 2a classe, procure por eles. Não sei pro pessoal da primeira classe como é o esquema, mas na boa, a segundona é beeeem massa, não perde em nada pro objetivo do trem que é te levar de um lugar pro outro!

Bom, chegando em Stans, você vai ter que sair da estação de trens e depois você vai precisar caminhar uns 5 minutos até chegar no ponto de partida incial entre a base e o topo da montanha. É um caminho bem fácil, tem placas indicando com o desenho de um bondinho, mas na dúvida você procura por “Cabrio”que fica sempre à direita de quem está saindo da estação. Dica: chegue cedo e evite filas!

Como é o passeio na Stanserhorn?

Bom, este passeio é especial porque você vai subir numa montanha de 1900 metros de altura usando um bondinho conversível!!! UAT?! É isso mesmo, esta foi a primeira montanha do mundo a adotar uma tecnologia que permitisse que os bondinhos tivessem 2 andares, e o andar de cima fosse aberto! SENSACIONAL! Esse bondinho conversível é um sistema que foi inventado na Suíça (óbvio… já nem me assusto mais) e que deu trabalho para todos os engenheiros, arquitetos e construtores do projeto! Ou seja, você chega lá, sobre no piso aberto e tem uma vista 360 de tudo o que está rolando ao seu redor! É uma experiência brutalmente radical, porque além do bondinho ser ao ar livre, ele vai numa velocidade de 8 metros por segundo, um tempo bastante rápido para este tipo de transporte!

Stanserhorn

No bondinho conversível!

Mas sabe o que é mais legal? A primeira parte da subida é usando um trenzinho funicular que foi construído em 1893! Ou seja, você começa a sua viagem num transporte histórico e centenário e termina a subida num espetacular e ultra moderno transporte, que foi inaugurado em 2012! Isso sim é que é viajar no tempo! 😀

Stanserhorn

Bom, você também pode subir a montanha usando as trilhas para caminhadas. Isso se você tiver pernas e coração pra isso! A subida é bem íngreme e tem um nível de dificuldade médio para amadores. Trilheiros vão falar que é fácil, mas fácil pra mim é tomar sorvete no sol. Subir uma montanha com mochila nas costas não será fácil nunca! Eu fiz somente a primeira etapa da trilha, que vai de Stans a Kälti e o trajeto durou 45 minutos. Foi suficiente para terminar a trilha por ali mesmo e pegar o bondinho (no andar de cima pra refrescar) para chegar mais rápido ao topo da montanha! Curiosamente, Kälti é a parada de encontro entre o funicular e o bondinho, ou seja, se você fizer como eu, talvez economize a fila lá debaixo para pegar o bondinho.

Stanserhorn

Para quem gosta de caminhar, essa montanha possui também outras trilhas, inclusive lá no topo tem um circuito curto para caminhar também. Nós fizemos e adoramos! Ah e dá pra subir a montanha de bike também, (se você fizer isso, eu já sou sua fã número 1!) o percurso é bem sinalizado e asfaltado.

Stanserhorn

Bom, uma vez lá em cima, é o paraíso! Tem restaurante (no verão funciona ao ar livre mas também tem um pedaço fechado e aquecido), tem lojinha de souvenir e para os mais românticos, tem jantar à luz de velas! Sim, a montanha opera de noite, entre maio e novembro até às 11h da noite! Se quiser um passeio mais intimista e super romântico, esta pode ser uma opção sensacional. Só vai perder a vista né, que é tipo… o grande espetáculo das montanhas suíças!

Stanserhorn

Informações importantes sobre a Stanserhorn

Bom gente, essa montanha custa um pouco caro, como quase todas as montanhas da Suíça. O valor da tarifa cheia é de CHF 74 por pessoa, mas se você tiver o Swiss Travel Pass (ou para os residentes locais o GA ou HalbTax) vai custar 37 ida e volta. Uma boa economia né?

Eu paguei somente CHF 10 ida e volta porque tá rolando uma mega promoção do banco UBS para seus clientes. Esta promoção é para várias montanhas e vai até o final de outubro. Informações no site oficial do UBS.

Para mais informações sobre acessibilidade, tarifas e horários de funcionamento da montanha, acesse o site oficial da Stanserhorn.

Vídeo sobre a Stanserhorn

Curtiu as fotos? Então olha o vídeo com o resumo da nossa subida!

 

Links Úteis para viajar pela Suíça

Aqui vai uma lista com alguns links interessantes para que a sua viagem pela Suíça§a seja o mais completa e o mais fácil possível. E se pintar alguma dúvida, mande uma mensagem aqui nos comentários.

Antes de mais nada, se você busca um e-book ou livro para te ajudar a planejar a sua viagem pela Suíça, o guia "Calor Nos Alpes" é perfeito! O livro tem dicas de cidades, rotas, passeios, trens panorâmicos, montanhas, tudo junto e baratinho! Aqui neste link tem mais informações.

O Swiss Travel Pass é o passe que dá direito a usar todos os transportes da Suíça e costuma ser uma mão na roda para viagens de mais de 3 dias. Ele vem nas opções de primeira ou segunda classe, eu acho que a segunda já resolve a vida da maioria das pessoas. Para saber mais, escrevi este post aqui: Vale a pena usar o Swiss Pass?

Agora se você vai viajar de carro, talvez valha a pena dar uma lida neste post com dicas para alugar um carro pela Europa. Dirigir na Suíça é uma maravilha, mas pode sair mais caro do que o esperado. Sugiro que você compare os preços pelo site da Rental Cars que já simula todas as locadoras de uma vez e sempre tem ótimas ofertas.

Se você vai para Zurique e quer um Tour em Português em Zurique, pode contar com a minha equipe. Somos guias profissionais da cidade e fazemos passeios a pé pelo centro histórico da cidade, com muita informação sobre Zurique e sobre a Suíça em geral, está tudo neste link aqui. Outra ferramenta legal para encontrar passeios e tours é a Get Your Guide. Essa é uma empresa que seleciona tours em todo o mundo e você pode reservar os passeios mais tradicionais com eles, como o da famosíssima montanha Jungfrau. Os preços deles são ótimos e tem muita coisa em Português!

Aqui vai uma lista com os posts mais procurados sobre a Suíça:

Os Alpes são a grande atração da Suíça, e aqui vão os posts com algumas sugestões de montanhas:

Para ler todos os posts sobre a Suíça, é só clicar aqui.

Aqui vão dicas de hotéis para ficar em Zurique. Eu sempre recomendo o uso do Booking.com como ferramenta para comparar tarifas e reservar as melhores ofertas. Na dúvida, é só perguntar aqui que eu te ajudo a achar um hotel bacana e sem custo nenhum! 🙂

E finalmente, talvez você precise de um seguro de viagens. Recentemente eu descobri a Seguros Promo, que compara seguros de viagens ao redor do mundo. Eles dão boas ofertas e você ainda ganha 5% de desconto se você clicar neste link aqui.