Dia 12 de outubro é o dia mais romântico do ano para mim! É o dia do meu aniversário de casamento, que completou 2 anos neste 2015! Oun!! É, eu sei, pouquinho para alguns, ainda tem muito chão pela frente se a gente olhar para o lado, para o alto e para trás. Mas, como coisa boa passa rápido, devo dizer que estes 2 anos de casados voaram! A gente se conheceu na Espanha, se casou na Itália e se mudou para a Suíça, de lá pra cá já foram muitas viagens, quase todas elas era um na companhia do outro. Muitas destas viagens eu já contei aqui no blog e ainda falta contar sobre algumas outras! E espero ter muito mais viagens para compartilhar com vocês daqui pra frente! 😀 Bom, só pra gente não perder o costume, este ano a comemoração foi mais uma viagem, desta vez para Chur, um vilarejo suíço que pouca gente conhece e que eu vou contar os detalhes agora aqui pra vocês!

Onde fica Chur no mapa?

Chur fica no lado leste da Suíça, já quase na fronteira com a Áustria e Lichtenstein (saúde! hehehe). É o ponto de partida para muita gente que vai pegar o trem panorâmico Bernina Express, que vai para o sul da Suíça. Eu ainda não fiz o passeio do Bernina, já ouvir dizer que é lindo, mas cá entre nós, tem bastantes coisinhas bem legais e fora da rota turística convencional que dá pra aproveitar na região de Chur. Se você quer um passeio assim, mais autêntico, que tal passar um dia a mais e fazer um programa que os suíços adoram?

Como chegar em Chur?

A chegada em Chur, a partir de Zurique é fácil e bem rápida! A cada 20 minutos, mais ou menos, há um trem que parte de Zurique e chega em Chur em pouco mais de 1 hora. A estação de Chur é grande e bem movimentada, não tanto quanto Zurique, mas tem uma oferta boa de trens indo e saindo de lá. Se você estiver em Lucerna, Berna ou mais para o sul, espere uma frequência alta de trens para lá. Se você for a Chur para pegar o Bernina Express, tenha em conta que este trem só sai de Chur às 8:32 da manhã, coisa bem suíça. Os outros horários mais tarde são com conexão via trens regionais + bernina express. Para ver todos os horários de trens pela Suíça, clique aqui.

Chur

A nossa rota em Chur

Vou fazer uma confissão: eu não sou de madrugar… O Diego é mais, ele acorda de buenas às 6h da manhã como se fosse meio dia… já eu, a coisa é bem ao contrário.  ¬¬ Portanto, nós conseguimos sair de Zurique às 12h07 e entramos no trem com destino a Chur, chegada marcada para as 13h22.  Chegando lá, fomos conhecer o centro histórico e dar umas voltas perto do rio Plessur, um alfuente do Reno. Nosso hotel era longe do centro histórico, o que de certa forma difculta a locomoção, mas tem fácil sistema de transporte até lá, vai lendo que eu te conto. No dia seguinte, fizemos um passeio típico suíço: trem para Arosa, a vila alpina mais linda da região. Chur é literalmente rodeada pelos Alpes, mas ver as montanhas de pertinho e caminhar pelas trilhas delas dá uma emoção especial à viagem. Portanto, Arosa foi o ponto alto na nossa visita, confere aí!

O que fazer em Chur?

CENTRO HISTÓRICO

Como toda cidade europeia, a visita no centro histórico é um passeio obrigatório! Só que Chur tem uma coisinha diferente, é a cidade mais antiga da Suíça! OMG! Tipo, tem descoberta arqueológica da cidade com 14.000 anos de idade! Saindo da estação de Chur, você pega a Bahnhofstrasse em direção à Postplatz e no caminho já vai encontrar alguns monumentos, entre eles a fonte “Lagrimas de Lucrécia”, de 2005, que artisticamente simboliza as lágrimas de Catherine de Plante,  que chorava pelo seu amor assasinado durante a guerra dos 30 anos na Suíça, Jürg Jenatsch. Entre as igrejas, visite a Igreja de St. Martin, cujas bases datam do ano 769. Sério. Em razão de um incêndio, a igreja teve que ser reconstruída em 1464 e em 1523 passou pela reforma protestante. O edifício foi restaurado em 19197 e dá pra ver vitrais de Augusto Giacometti que são de 1919. A catedral também vale a sua visita, dizem que o edifício original (que foi subsituído pelo prédio atual) era uma construção romana do ano 450! Sério, de novo.

MOSTEIRO ST. NICOLAU

O antigo mosteiro da cidade tem um parque de flores bem agradável chamado FontanaPark. Este parque foi completamente redesenhado em 2006 e possui uma escultura de 1903, criada por Richard Kissling, em homenagem a Guilherme Tell.

Chur

ARCAS E RIO PLESSUR

Uma praça pitoresca e medieval com casas do século 13. As casas desta praça foram contruídas ao lado do rio Plessur e justo na divida da antiga muralha medieval. Houve reforma e melhoria, mas ainda assim, tem um quê de idade média que vale a pena contemplar. Rende ótimas fotos, garanto!

BERNINA EXPRESS

O Bernina Express é o trem panorâmico que sai de Chur e atravessa os alpes, passando por pontes, viadutos, túneis e montanhas, atingindo uma altitude de 2352 m acima do nível do mar. Se fizer este passeio, lembre-se que a rota leva 4 horas até Tirano, portanto, planeje bem os horários e dias da viagem!

RESTAURANTE DO ALIEN

Pois é, acredite, tem um restaurante temático do Alien nesta cidade. É que o criador da trama, HR GIGER é natural de Chur e bem, sempre quis um restaurante com o tema do filme. E conseguiu! Na Suíça não há apenas 1, mas dois restaurantes do Alien, o segundo fica em Gruyères, ao lado do museu do Alien. Vão fazer um hotel do Alien nos Estados Unidos, mas o projeto ainda está meio que no papel. Enquanto isso, uma experiência no mínimo inusitada é almoçar no local.

BRAMBRÜESCH

Uma pequena montanha com acesso fácil pelos bondinhos, a Brambrüesch pode ser a sua opção caso você tenha pouco tempo e queira ver os Alpes lá de cima. Os preços são relativamente acessíveis, principalmente se comparamos com outros bondinhos em outras montanhas na Suíça. No verão, o bilhete custa 25CHF ida e volta, por pessoa. Lá em cima tem várias trilhas para o esporte nacional dos suíços, o hiking. No inverno, pistas de esqui, trenó e caminhadas de inverno ficam disponíveis durante toda a estação.

Chur fora da rota turística

Na minha experiência, vá para Arosa! O passeio até lá vale a pena seja na época quente ou fria. No inverno, há uma estação de esqui em Arosa, e os preços são diferentes para quem quer só brincar na neve em vez de esquiar. No verão você pode caminhar pelas inúmeras trilhas da montanha e desfrutar do panorama alpino sem sofrer de frio! Recomendo para todos! Entre as trilhas, uma é especial para fazer com as crianças: a trilha dos esquilos! Gente! Dá pra alimentar os esquilos e os passarinhos na caminhada! 😀

5899947_orig.jpg

Para ir até Arosa você deve pegar um trem que sai de Chur a cada hora, sempre às :07 (tipo 7:07; 8:07; 9:07h). O trem leva 1 hora até Arosa, portanto, não faça como eu, que cheguei lá novamente na hora do almoço. Dica: se você comprar o bilhete até Arosa com antecedência (por exemplo, partindo de Zurique), você poderá ter um belo desconto. Chegando lá, você pode optar por passear na vila, entre os lagos que surgem no meio da montanha, ou subir as trilhas.

Chur

TRILHA DOS ESQUILOS

Gente, muito lindo essa trilha! Ou você consegue nozes para dar aos bichinhos ou alimenta os passarinhos com alpiste, que estão por todos os lados na trilha. Basta estender a mão com a comida e esperar, o passarinho vai pousar na sua mão e comer! Muito lindoooo!

Chur

TRILHA ROTT TRITT

Depois da trilha dos esquilos, você pode seguir até Rott Tritt, outra trilha que leva por um campo de golfe até o alto da montanha, passando pelos lagos Ober Prätschee e Unter Prätschee. A vista vale o esforço, olha isso!

Onde dormir em Chur?

Nós planejamos esta viagem bem de última hora, e o resultado foi procurar pelo melhor preço que o amado booking.com podia nos oferecer. Acabamos no Ibis Chur, que fica afastado do centro histórico, mas em compensação, pertinho do restaurante do Alien! 😛

Para chegar lá você pode sair da estação e entrar no ônibus de número 1. A parada do Ibis se chama AGIP, pára bem na frente do hotel, não tem erro. O bilhete se compra direto com o motorista, e custa CHF 2,20. Se estiver com muitas malas (gente, pra quê?), um táxi pode custar entre 30 e 40 Francos. Apesar de longe, o quarto é bem padrão, o preço é o melhor que a gente pode encontrar para uma cama e um chuveiro decente! Resumindo: ótima relação de custo X benefício.

Hotel Ibis Chur
Endereço: Richtstrasse 19, Chur, Suiza
Reserve pelo Booking.com

Chur

Reserve pelo Booking.com
Nosso blog tem uma parceria com o Booking.com, faça sua reserva usando os links desta página e aproveite as melhores ofertas para a sua viagem! 😀

Últimas dicas sobre Chur

Chur é uma cidade pequena, não espere muitas atrações noturnas por ali. A coisa é bem pacata à noite, nós fomos jantar às 20h e às 21h o restaurante já estava bem vazio, em pleno sábado! Portanto, relaxe! A cidade é pequena, dá pra conhecer bem em 1 dia, então aproveite para sair um pouco da rota e fazer os passeios mais procurados pelos suíços: Arosa é um deles. E se for subir para Arosa ou outras montanhas, leve roupa de frio, principalmete se estiver nas estações do ano mais geladas, como outono ou inverno. A temperatura no alto dos Alpes costuma ser uns 10 graus a menos de diferença de Chur.

Links Úteis para viajar pela Suíça

Aqui vai uma lista com alguns links interessantes para que a sua viagem pela Suíça§a seja o mais completa e o mais fácil possível. E se pintar alguma dúvida, mande uma mensagem aqui nos comentários.

Antes de mais nada, se você busca um e-book ou livro para te ajudar a planejar a sua viagem pela Suíça, o guia "Calor Nos Alpes" é perfeito! O livro tem dicas de cidades, rotas, passeios, trens panorâmicos, montanhas, tudo junto e baratinho! Aqui neste link tem mais informações.

O Swiss Travel Pass é o passe que dá direito a usar todos os transportes da Suíça e costuma ser uma mão na roda para viagens de mais de 3 dias. Ele vem nas opções de primeira ou segunda classe, eu acho que a segunda já resolve a vida da maioria das pessoas. Para saber mais, escrevi este post aqui: Vale a pena usar o Swiss Pass?

Agora se você vai viajar de carro, talvez valha a pena dar uma lida neste post com dicas para alugar um carro pela Europa. Dirigir na Suíça é uma maravilha, mas pode sair mais caro do que o esperado. Sugiro que você compare os preços pelo site da Rental Cars que já simula todas as locadoras de uma vez e sempre tem ótimas ofertas.

Se você vai para Zurique e quer um Tour em Português em Zurique, pode contar com a minha equipe. Somos guias profissionais da cidade e fazemos passeios a pé pelo centro histórico da cidade, com muita informação sobre Zurique e sobre a Suíça em geral, está tudo neste link aqui. Outra ferramenta legal para encontrar passeios e tours é a Get Your Guide. Essa é uma empresa que seleciona tours em todo o mundo e você pode reservar os passeios mais tradicionais com eles, como o da famosíssima montanha Jungfrau. Os preços deles são ótimos e tem muita coisa em Português!

Aqui vai uma lista com os posts mais procurados sobre a Suíça:

Os Alpes são a grande atração da Suíça, e aqui vão os posts com algumas sugestões de montanhas:

Para ler todos os posts sobre a Suíça, é só clicar aqui.

Aqui vão dicas de hotéis para ficar em Zurique. Eu sempre recomendo o uso do Booking.com como ferramenta para comparar tarifas e reservar as melhores ofertas. Na dúvida, é só perguntar aqui que eu te ajudo a achar um hotel bacana e sem custo nenhum! 🙂

E finalmente, talvez você precise de um seguro de viagens. Recentemente eu descobri a Seguros Promo, que compara seguros de viagens ao redor do mundo. Eles dão boas ofertas e você ainda ganha 5% de desconto se você clicar neste link aqui.