Bom gente, faz tempo que venho ensaiando um post sobre a subida no Top of Europe, a montanha Jungfrau, e hoje vou contar todos os detalhes para quem quiser se aventurar neste passeio super procurado na Suíça. Aqui vão as informações completinhas para que você possa conhcer a estação de trens mais alta da Europa e brincar no Topo da Europa!

Top of Europe

Bom, a primeira coisa que você precisa saber é que a montanha se chama Jungfrau, o pico da montanha é o Jungfraujoch e o parque que fizeram lá em cima recebeu o nome de Top of Europe.

Para chegar lá, você deverá necessariamente utilizar a ferrovia Jungfraubahn, que foi construída em 1912 e até hoje é a única opção de transporte até o topo da montanha. É bom saber que não existe rodovia ou teleféricos que levam até o topo da montanha, portanto, você estará exclusivamente nas mãos desta ferrovia, que cobra preços nada simplórios para carregar os turistas da base ao topo da montanha.

Chegando na estação final, você terá acesso ao circuito Top of Europe, que é um conjunto de atrações que mistura a natureza espetacular com coisinhas divertidas, lá no fim do post tem mais informações! A entrada deste pequeno parque está incluída no seu bilhete de trem da Jungfraubahn, que pode custar até 230CHF por pessoa – lá no final eu falo como conseguir descontos!

top_of_europe2

Este post é para quem quer fazer o passeio de forma independente, usando os trens da Suíça. Se você não tiver o Swiss Travel Pass , então vale a pena ir de excursão que o preço sai bem mais em conta, já que incluem o trajeto de ônibus até as cidades mais próximas e o bilhete da Jungfraubahn:

Abaixo vão as dicas para quem quer fazer o passeio de forma independente.

Ponto de Partida e Baldeações para Top of Europe

Para começar a brincar de subir montanha, você deverá sair de Interlaken (post completo sobre Interlaken aqui), esta cidade pequenucha no meio dos Alpes por onde saem os trens em direção a outros vilarejos alpinos que levam à Top of Europe. Importante: eu recomendo que você durma em Interlaken na noite anterior e na noite do passeio, porque este é um passeio bem cansativo para fazer bate e volta, seja qual for a sua cidade base. Aqui neste post tem um guia de hotéis bons e baratos em Interlaken.

Mas se você for cabeça dura e ainda assim quiser fazer bate e volta para a Top of Europe, escolha Berna como base. Se estiver em Lucerna ou Zurique você terá que acrescentar mais horas ao seu passeio, o que será cansativo até para os mais experientes aventureiros madrugadores-dormir-não-faz-diferença. Mas se ainda assim você estiver afim de ignorar meus conselhos, acorde cedo e saia de Zurique ou Lucerna antes das 7h30 da manhã, para conseguir voltar ao redor das 21h30. Pode parecer pouco, mas a subida na montanha com ar rarefeito e neve eterna suga as energias de qualquer atleta!

Bom, de qualquer forma, Interlaken Ost é sempre o ponto de partida para Top of Europe e de lá você terá que fazer algumas baldeações até chegar ao destino final. Há duas opções iniciais para subir ao Top of Europe saindo de Interlaken Ost:

  • Via Grindelwald
  • Via Lauterbrunen

Ambas são vilarejos alpinos por onde começa a subida para a Jungfraubahn, que leva ao Top of Europe. Eu não tenho uma cidade preferida, as duas são bem aquele clichê de montanha suíça, com casinhas típicas e paisagem de filme, lindo demais! Lauterbrunnen tem uma cachoeira que durante a estação quente, forma um espetáculo que atrai gente do mundo todo e a Monique, do blog Me Joguei no Mundo escreveu um post bem legal sobre a cidade aqui. E Grindelwald tem a vista mais bonita para as montanhas, e no post da Monique você pode saber mais sobre este vilarejo! Muita gente escolhe ir por uma cidade e voltar por outra, e eu só recomendo isso para quem tiver com tempo de dar uma caminhada pelas cidades antes e depois da subida em Jungfrau. Se você tiver que correr para o bate e volta, escolha ida e volta por Lauterbrunnen que é mais barato.

Seja qual for a cidade que você escolher, Lauterbrunnen ou Grindelwald, você terá que pegar outro trem para Kleine Scheidegg, e tudo é muito bem sinalizado nas estações. Na dúvida, procure Top of Europe que você encontra. Kleine Scheidegg está a 2061 metros de altitude e de lá você terá que pegar um outro trem, desta vez a parada final será finalmente a Jungfraujoch Top of Europe.

Top of Europe

Kleine Scheidegg

Quando você estiver em Kleine Scheidegg, terá que entrar no trem para a Top of Europe, e é a parte mais chata da viagem, que dura aproximadamente 30 minutos. É chato porque esta parte do trajeto é dentro do túnel que foi construído na montanha, ou seja, nada de vista espetacular nesta parte. Agora aqui vai uma dica: durante este trajeto há duas paradinhas, cada uma de aproximandamente 5 minutos, que dá pra usar o banheiro e ver a vista no janelão que foi criado dentro do túnel! Prepare a sua câmera e desça nas duas paradas para fazer fotos de abrir o queixo!

Chegada ao Top of Europe

Chegando ao Top of Europe você verá uma cafeteria com vista panorâmica e placas apontando para o “Tour”. São estas placas que você deverá seguir, elas fazem o caminho das atrações disponíveis dentro e fora da montanha.

Top of Europe

Na dúvida, siga sempre o “Tour”

Top of Europe

O tour começa na cafeteria e logo em seguida tem um lugar onde tem uns armários para deixar bolsa, mochila, essas coisas. Eu recomendo que você deixe sua mochila por lá, até porque ficar carregando ela durante o tour não vai ajudar em nada, e dependendo do peso, pode ser cansativo. Daí chega em um cinema 360 graus conhecido como Jungfrau Panorama. Ali eles passam um videozinho curto que você pode escapar, se quiser ir logo ver a paisagem! Continuando pelo tour você terá que subir uns elevadores até a Sphinx, onde tem um excelente ponto para visualizar a paisagem. No verão, se o tempo estiver colaborando, há algumas atrações abertas cujo acesso é pela Sphinx, mas você precisa checar isso na hora. São a Alesch Glacier e Mönchsjoch Hut, a primeira uma pista de sled e a segunda, uma trilha que leva até o refúgio, que em dias quentes pode ser uma boa opção. Vale lembrar mais uma vez que pessoas com tempo limitado pelo bate e volta é melhor evitar a caminhada para não perder os trens.

Daí você continua o tour até um local onde há certas esculturas, conhecido como Alpine Sensation e o Ice Palace que é onde estão várias esculturas de gelo. Nesta parte do tour, tenha cuidado porque o chão costuma ser escorregadio. Finalmente tem o Plateau, que está numa pequena caminhada até onde você pode tirar a famosa foto com a bandeira da Suíça e os Alpes ao fundo. Daí você vai estar de volta à cafeteria aos armários, e pode também dar uma olhada na lojinha da Lindt e souvenirs que vendem lá em cima.

Dicas para subir a Top of Europe

Essas fotos que vocês estão vendo foi no verão, ou seja, lá é sempre frio. Muito frio. Portanto, leve roupas adequadas e sapatos apropriados para pisar na neve, mesmo que você viaje em agosto, a época mais quente na Suíça. Eu vi gente despreparada por lá e aviso: ignorar o frio é perder o dia… Luvas, gorro, cachecol são itens importantes, principalmente para quem pensa em caminhar na montanha. Leve também alguma comidinha calórica na mochila, porque depois do gelo você vai sentir fome e cansaço e a cafeteria não tem muitas opções. Há restaurantes na Top of Europe, mas eu não recomendo comer por lá, pelo preço e sabor, você pode comer melhor em Grindelwald ou Lauterbrunnen e por isso o lanchinho é importante. Como a Top of Europe está a quase 4 mil metros de altitude, não é aconselhável a pessoas que tenham problema de coração ou sofram com pressão alta. O ar é rarefeito e eu já vi pessoas passando mal lá em cima.

Descontos para a Top of Europe

Bom, o preço para subir nessa montanha é bem salgado e você confere neste site os valores atualizados, mas você pode conseguir um bom desconto se tiver usando o Swiss Travel Pass, o passe que dá direito a usar todas as linhas de trem, ônibus e trams pelo país, por um período de até 15 dias. Aqui neste post eu te conto como funciona o Swiss Travel Pass. 

Links Úteis para viajar pela Suíça

Aqui vai uma lista com alguns links interessantes para que a sua viagem pela Suíça§a seja o mais completa e o mais fácil possível. E se pintar alguma dúvida, mande uma mensagem aqui nos comentários.

Antes de mais nada, se você busca um e-book ou livro para te ajudar a planejar a sua viagem pela Suíça, o guia "Calor Nos Alpes" é perfeito! O livro tem dicas de cidades, rotas, passeios, trens panorâmicos, montanhas, tudo junto e baratinho! Aqui neste link tem mais informações.

O Swiss Travel Pass é o passe que dá direito a usar todos os transportes da Suíça e costuma ser uma mão na roda para viagens de mais de 3 dias. Ele vem nas opções de primeira ou segunda classe, eu acho que a segunda já resolve a vida da maioria das pessoas. Para saber mais, escrevi este post aqui: Vale a pena usar o Swiss Pass?

Agora se você vai viajar de carro, talvez valha a pena dar uma lida neste post com dicas para alugar um carro pela Europa. Dirigir na Suíça é uma maravilha, mas pode sair mais caro do que o esperado. Sugiro que você compare os preços pelo site da Rental Cars que já simula todas as locadoras de uma vez e sempre tem ótimas ofertas.

Se você vai para Zurique e quer um Tour em Português em Zurique, pode contar com a minha equipe. Somos guias profissionais da cidade e fazemos passeios a pé pelo centro histórico da cidade, com muita informação sobre Zurique e sobre a Suíça em geral, está tudo neste link aqui. Outra ferramenta legal para encontrar passeios e tours é a Get Your Guide. Essa é uma empresa que seleciona tours em todo o mundo e você pode reservar os passeios mais tradicionais com eles, como o da famosíssima montanha Jungfrau. Os preços deles são ótimos e tem muita coisa em Português!

Aqui vai uma lista com os posts mais procurados sobre a Suíça:

Os Alpes são a grande atração da Suíça, e aqui vão os posts com algumas sugestões de montanhas:

Para ler todos os posts sobre a Suíça, é só clicar aqui.

Aqui vão dicas de hotéis para ficar em Zurique. Eu sempre recomendo o uso do Booking.com como ferramenta para comparar tarifas e reservar as melhores ofertas. Na dúvida, é só perguntar aqui que eu te ajudo a achar um hotel bacana e sem custo nenhum! 🙂

E finalmente, talvez você precise de um seguro de viagens. Recentemente eu descobri a Seguros Promo, que compara seguros de viagens ao redor do mundo. Eles dão boas ofertas e você ainda ganha 5% de desconto se você clicar neste link aqui.