Nosso décimo quarto dia de viagem foi super intenso e com direito a mais paisagens de tirar o fôlego! A gente não sabia para qual lado olhar, de tanta coisa linda ao nosso redor! Dedicamos este dia a conhecer, entre outras coisas, a famosa montanha Matterhorn, que inspirou a criação da logomarca do chocolate Toblerone! Esta não é uma montanha qualquer, é um dos picos mais interessantes da Suíça, primeiro porque está a 4478 metros de altitude, segundo, porque tem o formato de um triângulo quase pefeito, olha!

zermatt_matterhorn6

Para fazer tudo o que tinhamos planejado para este dia, foi necessário acordar bem cedo e ir direto ao bondinho que levava ao topo da Matterhorn. Esse trajeto sai de Zermatt e leva aproximadamente 40 minutos, isso se você for direto da base até o topo da montanha, de bondinho. O trajeto possui várias paradas intermediárias e é necessário descer e fazer baldeação em algumas delas.

Mas é claro que nós não fomos direto nesse pá-pum, a gente parou no meio do caminho para fazer uma trilha! Eu realmente recomendo que você pare no mesmo lugar que a gente e faça a caminhada ao redor do Schwarzsee, um lago pequeno, porém, ele se faz lindíssimo ao refletir as montanhas nevadas ao redor. Olha que coisa fantástica!

zermatt_matterhorn28

zermatt_matterhorn25

Para chegar lá, você precisa descer na parada “Schwarzsee”e caminhar uns 5 minutos até chegar no lago. As trilhas continuam e há quem faça o caminho até a Matterhorn direto a partir deste ponto! Quem sabe um dia eu me animo… Por enquanto, tudo o que nós fizemos foi caminhar por este lago, depois fomos até outro laguinho pequenucho mais adiante e voltamos para o bondinho, para seguir até a Matterhorn Glacier Paradise.

zermatt_matterhorn12

Matterhorn Glacier Paradise é mais uma montanha alpina com toda a estrutura para que os turistas possam ter uma vista espetacular do panorama e desfrutar da vida no gelo. Lá em cima você pode esquiar, inclusive se for verão! Você pode caminhar sobre o gelo, visitar o Glacier Paradise, o Glacier Palace e brincar de trenó e bóia sobre a neve, no Snow Park. A gente ficou só apreciando a vista mesmo porque já tinhamos brincado bastante na Jungfrau e estavamos com o tempo contado para fazer a trilha dos 5 lagos em outra montanha.

Sim, é fantástico subir até o topo da Matterhorn Glacier Paradise. Eu na verdade já tinha tentado subir até lá duas vezes, porém o tempo sempre acabou mudando e tudo o que eu tinha conseguido ver eram nuvens pesadas e sentir um vento congelante na cara. Dessa vez, o tempo estava perfeito e mais do que ensolarado, fazia muito calor! Foi o dia mais quente do ano em Zermatt, e a temperatura lá em cima estava beirando os 10 graus, com sensação térmica de 20 graus! Por isso que deu pra gente fazer essas fotos de camiseta! Só no verão é possível esta proeza, no inverno é impossível!

Você deve estar se perguntando… mas como é que tem neve com esta temperatura tão alta? Simples, só fica “calor”desse jeito alguns poucos dias do ano, e à noite a temperatura já cai para baixo de zero de novo. É tanta neve amontoada que um dia de verão não consegue derreter tudo de uma vez, e você consegue então o milagre de estar na neve, e de camiseta ao mesmo tempo! 😀 Ah, o verão!

Bom, depois de conhecer a geleira, era a hora de descer para Zermatt outra vez e pegar outro trem, sentido Sunnegga para fazer a trilha dos 5 lagos, isso depois de almoçar um banquete digno de alpinistas:

zermatt_matterhorn30

Com a barriga cheia de calorias, estávamos prontas para fazer a rota dos 5 lagos em Sunnegga. Para chegar até lá, é necessário pegar o funicular em Zermatt e de lá seguir para Sunnegga. Depois disso, avance outra vez mais até chegar em Blauherd, para intermediária antes de chegar ao Rothorn. A rota dos 5 lagos começa em Blauherd e é bem sinalizada durante todo o trajeto. Ela passa pelos seguintes pontos: Stellisee, Grindjisee, Grünsee, Moosjisee e finaliza no Leisee.

Bom, a gente chegou até Blauherd às 14h40 e nos disseram que a rota duraria quase 3 horas. E que o último trem descia para Zermatt às 18h. Ok, daria tempo, isso que a gente não tivesse gastado mais de meia hora dando a volta no Stellisee, lago fantástico com uma vista maravilhosa da Matterhorn!

zermatt_matterhorn7

Quando a gente se deu conta da hora, havia passado quase 40 minutos e nós ainda estávamos no primeiro laguinho, que deveria durar somente 15 minutos da rota completa! Não tivemos muitas dúvidas: vamos cortar alguns lagos ou vamos perder o útlimo trem de volta para Zermatt. Daí a nossa rota dos 5 lagos virou rota dos 2 lagos… Fomos direto até o Leisee, o último lago que possui um parquinho e é conhecido como a “praia” de Zermatt. Nesse lago eu fiz uma aposta com a Mari: quem não conseguir entrar na água vai ter que pagar uma prenda.

zermatt_matterhorn2

Ela pôs os pézinhos no lago e já falou: eu pago a prenda, sem problemas! Hahaha Daí eu emburrei… pô, sério? Nem tentou! Dai eu desisti também, até que ela tomou coragem e foi com tudo, dá uma olhada nisso!

Foi uma pena perder os outros três lagos, mas vocês não imaginam como é a aflição de poder ficar perdida na montanha sem trem para levar a gente de volta a Zermatt! Gente do céu, a solução seria descer a pé e no escuro até a cidade! Melhor não, né? Então a gente resolveu aproveitar o restinho do dia no Leisee e dormir bem no nosso airbnb, afinal, o dia seguinte seria o último trecho da nossa viagem e deveríamos fechar o passeio com chave de ouro!

Sobre a viagem #CalorNosAlpes

Esta viagem foi a primeira press trip patrocinada aqui do blog, um projeto que conseguiu vários parceiros e começou com uma simples pergunta: Será que a galera conhece as maravilhas do verão na Suíça?

Depois de algumas horas matutando a cabeça e conversando com várias pessoas, surgiu a ideia de fazer uma viagem completa pela Suíça durante o verão, para mostrar pra todo mundo o quanto pode ser fantástico passar férias de verão europeu por aqui. A viagem virou um livro, que pode ser comprado aqui na nossa loja virtual. O livro é um guia de turismo para a Suíça, repleto de imagens fantásticas e muita inspiração para que você também faça uma viagem perfeita pela Suíça!

Compre aqui: Calor Nos Alpes, o guia da Suíça no Verão