Está na dúvida se vale a pena visitar o Museu do Prado em Madrid?
Nesse post vamos contar um pouco da nossa experiência no museu, que na nossa opinião, sim, vale muito a pena. E ainda fizemos um resumo com algumas obras importantes para a sua visita ao Museu do Prado também ser inesquecível.

O que achamos do Museu do Prado em Madrid?

Primeiro, é bom saber que o Museu do Prado é o museu mais importante da Espanha. Ele também fica entre os 10 principais museus do mundo em rankings internacionais. Foi inaugurado em 1819 e recebe mais de 3 milhões de visitantes por ano.

Localização do Museu do Prado

A localização do Museu do Prado é excelente, bem no Paseo del Prado. Isso faz com que o acesso a ele seja bem fácil. Está próximo a atrações interessantes como o Museu Reina Sofia e o parque El Retiro. Também fica ao lado de estações de metrô e ônibus importantes em Madrid. Considerando somente isso, já vale a pena visitar o Museu do Prado em Madrid pois trata-se de um lugar chave para muitos turistas em Madrid.

Acervo do Museu do Prado

O acervo do Museu do Prado é imponente. O espaço possui 42 mil metros quadrados com mais de 16 mil peças de arte. Destas, há mais de 6 mil pinturas incríveis, além de esculturas, desenhos, documentos e uma arquitetura de tirar o fôlego. Interessante saber que somente uma pequena parcela do acervo fica exposto, enquanto a maior parte fica reservada. Dessa maneira, existe uma rotação grande de obras imperdíveis e diversas exposições temporárias muito interessantes. Isso deixa o preço bem atraente e com ótima relação de custo x benefício, o que faz valer a pena visitar o Museu do Prado em Madrid.

Estrutura do Museu do Prado

São 3 andares de museu neoclássico, com ampliação do renomado arquiteto Rafael Moneo! O lugar possui vários pontos interessantes para o turista. Há guardador de roupas, café, loja, vários banheiros, elevadores acessíveis e centro de apoio ao turista. Toda a estrutura conquistou o nosso olhar e aqui batemos o martelo! Sim, vale muito a pena visitar o Museu do Prado em Madrid.

Museu do Prado em Madrid

Uma atração que também recomendamos é a Sagrada Família em Barcelona. Apesar de não ser um museu como o Prado, a Sagrada Família entra na nossa lista de lugares imperdíveis para conhecer na Espanha.

Leia aqui a nossa revisão: Vale a pena conhecer a Sagrada Família Barcelona?

Para quem não tem tempo de ver o museu todo, mas quer conhecer os principais destaques, elaboramos a seguir um roteiro fácil e acessível com as 10 obras imperdíveis do Museu do Prado.

Roteiro com 10 obras imperdíveis do Museu do Prado em Madrid

Aqui vai uma lista com 10 obras imperdíveis dos maiores artistas do Museu do Prado.

Primeiro, pegue o seu mapa em português logo na entrada. Em seguida, circule essas salas que destacamos e caminhe tranquilamente entre as centenas de turistas.

Lembre-se de comprar o seu ingresso antecipadamente, assim, evita a fila da bilheteria! Aqui vai o link para a compra do ingresso!

Mapeando as 10 obras imperdíveis do Museu do Prado

Ao entrar no museu, pela Puerta de los Jerónimos no Nível 0, você irá passar por algumas esculturas da Antiguidade Clássica. A seguir, faça o seguinte roteiro:

  • Vá até a sala 49 e conheça o primeiro destaque, “O Cardeal” do Rafael.
  • Depois, na sala 55, conheça uma das raríssimas artistas mulheres do Museu do Prado, a Anguissola.
  • Em sentido contrário, busque a sala 67 e veja a sombria obra “Saturno”, de Goya.
Mapa Museu Prado
  • Suba as escadas ali do lado e depare-se com a imensa coleção de pinturas do Museu.
  • Volte caminhando pelas salas 36, 29, 15a, 12, 8b e 6 e veja todas as obras imperdíveis deste andar (Velázquez, Goya, El Greco, Caravaggio e Rubens. )
Mapa Museu Prado Madri
  • Ao final, suba o último lance de escadas e conheça a sala 76 com Rembrandt e outros holandeses e flamencos.
Mapa Museu Prado Madrid

Pronto, com isso você viu o acervo fixo mais importante do Museu do Prado! Se tiver disposição, não perca as exposições temporárias, que ficam no outro bloco! Ufa! Agora entenda melhor por quê essas obras são imperdíveis!

1. O Cardeal, Rafael

Exposto na Sala 49, Nível 0.

El Cardenal, Rafael
Imagem: Museo Nacional del Prado

Rafael é um dos maiores Artistas Renascentistas, conhecido por suas pinturas, poesias e arquitetura na Itália. E no Prado, o “Retrato de um Cardeal”, é uma das obras destaque do pintor, parte da coleção Real.

Existem vários candidatos possíveis a ser o Cardeal, mas o mais impressionante é a técnica para expressar os detalhes da obra. Veja a qualidade da seda vermelha de suas vestimentas.

2. Retrato de Ana de Austria, Sofonisba Anguissola

Exposto na Sala 55, Nível 0.

Retrato de la reina Ana de Austria
Imagem: Museo Nacional del Prado

As mulheres que estão no Museu do Prado são quase na totalidade musas e inspirações. Não é o caso da Sofonisba.

Ela foi uma pintora de grande fama e produção em meados do século 16. Uma das únicas pintoras de sucesso, perseguiu a arte como carreira e acabou chegando na corte espanhola.

Fez diversos retratos, inclusive o da Rainha Ana da Áustria, como par do retrato do Rei Felipe II.

3. Saturno, Goya

Exposto na Sala 67, Nível 0.

Francisco de Goya, renomado artista de Zaragoza, possui pinturas, desenhos, estampas, cartas e outros documentos no Museu do Prado. É o artista com maior quantidade de salas exclusivas à sua dedicação, com mais de 150 obras espalhadas nos três andares do Museu.

Saturno Goya Museu Prado
Imagem: Museo Nacional del Prado


Os quadros pretos de Goya são de uma fase de liberdade artística sem precedentes, e ao mesmo tempo de imersão pessoal e isolamento.

Em “Saturno”, Goya supostamente representou tragicamente o pavor da perda de poder.

4. As Meninas, Velázquez

Exposto na Sala 12 , Nível 1.

Las meninas, Velazquez
Imagem: Museo Nacional del Prado

Essa é uma das obras-primas mais vistas no Museu do Prado.

Velázquez, importante pintor espanhol, e artista oficial da corte real, criou em 1656 essa tela de grandes proporções retratando a família do Rei Felipe IV.

É uma composição rica em detalhes e o pintor se iguala à realeza com seu auto retrato. Jogo de luzes, espelho e personagens importantes na frente e no fundo dão uma dinâmica singular à obra. Que outros detalhes você acha interessante?

5. As Fiandeiras, Velázquez

Exposto na Sala 15A, Nível 1.

Las hilanderas o la fábula de Aracne, Velazquez
Imagem: Museo Nacional del Prado

As Fiandeiras é a única Obra do Velázquez em que todas as figuras são mulheres, sendo por isso uma obra imperdível para ver no Museu do Prado.

Personagens reais ou mitológicas, As Fiandeiras ou o Mito de Aracne, é uma Obra pouco falada, mas absolutamente intrigante no Museu do Prado. A cena principal está no fundo, onde a tapeçaria representa a nobreza da pintura.

6. A Maja Nua, Goya

Exposto na Sala 36, Nível 1.

La maja desnuda, Goya
Imagem: Museo Nacional del Prado

Outra obra imperdível de Goya no Museu do Prado é a Maja Nua de 1800. A imagem nua de Vênus num divã gera polêmicas até hoje. Afinal, quem é a musa?

7. O Cavaleiro, El Greco

Exposto na Sala 8B, Nível 1.

El caballero de la mano en el pecho, El Greco
Imagem: Museo Nacional del Prado

O pintor grego Domenikos Theotokopoulos, iniciou sua carreira na Itália, mas chegou à Espanha aos 36 anos, onde permaneceu até o final de sua vida.

No Museu do Prado, 43 de suas obras estão em destaque, sendo a mais imperdível a obra “o Cavaleiro com a mão no Peito”, parte de uma coleção de 6 retratos da realeza.

Na cidade Toledo, a poucos minutos de Madrid, você pode conhecer a maior coleção do El Greco. Compre aqui seu bilhete para conhecer esta cidade fortificada e charmosa.

8. David e Golias, Caravaggio

Exposto na Sala 6, Nível 1.

David vencedor de Goliat, Caravaggio
Imagem: Museo Nacional del Prado

Caravaggio revolucionou a História da Arte com suas pinturas trágicas, fortes e dramáticas. Condenado por assassinato, fugiu para Roma e pintou uma série de quadros com temas sombrios, como Flagelação, Crucificação, Degolação e Enterro.

No Museu do Prado, a obra de maior destaque de Caravaggio é “David com a Cabeça de Golias”, um auto-retrato enviado a um cardeal, como mostra de arrependimento.

9. As Três Graças, Peter Paul Rubens

Exposto na Sala 29, Nível 1.

As Três Graças Museu Prado
Imagem: Museo Nacional del Prado

Outro clássico do Museu do Prado, as três graças de Rubens são uma beleza barroca imperdível.

O pintor belga retratou as filhas de Zeus nuas e entrelaçadas. Uma delas teve como modelo a própria esposa e dizem que seu encanto representa o momento em que o artista vivia, de lua-de-mel.

10. Judith e Holofernes, Rembrandt

Exposto na Sala 76, Nível 2

Judit en el banquete de Holofernes (antes Artemisa), Rembrandt
Imagem: Museo Nacional del Prado

O mestre holandês, pintor de histórias, possui somente esta peça no Museu do Prado, datada em 1634. Pertence a uma série de heroínas da Antiguidade Clássica ou da Bíblia, retratadas pelo artista.

Em “Judith no Banquete de Holofernes” você encontra adornos de luxo, uma servente bem vestida, uma servente mal vestida e um fundo negro. Ok, fora a beleza da técnica, nada demais no contexto, certo? Errado!

O fundo, que dizem ser resultado de uma restauração mal sucedida, esconde cortinas de acampamento e alguns objetos disformes.
Resultado de uma investigação, esse quadro representa a Judith, mulher que decapitou Holofernes. E no saco da senhora ali atrás, estará a cabeça depois do jantar!

Judith representa a mulher que liberou seu povo, tema bastante retratado por artistas como Michelângelo, Caravaggio, Donatello, Botticelli, Goya e até Klimt.

Mais sobre o Museu do Prado

O site oficial do Museu libera imagens em alta resolução das obras, mas não é permitido tirar fotos lá dentro, exceto em algumas exposições temporárias.

Quer mais detalhes sobre o Museu do Prado para saber se vale a pena incluir em sua lista? Entre em contato conosco e tiraremos suas dúvidas!

Melhor horário e outras dicas para visitar o Museu do Prado

O Museu do Prado abre às 10h, mas as filas começam bem antes. Para evitá-las, clique aqui e adquira seu ingresso rápido e se livre de preocupações! Atenção que as entradas de turismo são pelo lado esquerdo do prédio, e as educativas pelo lado direito. Recomendamos ir depois do almoço, por volta das 15h.

Compre aqui o bilhete para visitar o Museu do Prado em Madrid e evite a fila da entrada!

Além disso, aqui você pode comprar um combo com descontos incríveis para ver os três museus principais de Madrid: O Museu do Prado, o Reina Sofia e o Thyssen. Todos ficam ao longo do Paseo del Prado, então fica fácil conhecer todos rapidinho.

O museu oferece entrada gratuita de segunda a sábado, das 18h às 20h e domingos, das 17h às 19h.Porém, a fila para o acesso gratuito é grande. Se você mora em Madrid, dá pra conhecer sua arte em doses homeopáticas. Do contrário, a visita será bastante curta e talvez não haja tempo de conhecer todas as obras listadas.

Leia também: 10 coisas fora da rota para fazer em Barcelona

Links úteis para a sua viagem

Aqui vai uma lista com alguns links interessantes para te ajudar com a sua viagem. Se tiver dúvida, é só fazer um comentário que eu responto!

Para encontrar um hotel bom e barato, eu uso o Booking.com. Mas eu tenho alguns truques aqui neste post com dicas para economizar na hora de reservar um hotel.

Outra ferramenta legal para encontrar passeios e tours é a Get Your Guide. Essa é uma empresa que seleciona tours em todo o mundo e você pode reservar os passeios com antecedência sem sair de casa. Os preços deles são ótimos e tem muita coisa em Português! Além dessa, eu uso bastante a Tiqets, que tem a vantagem de dar os bilhetes no celular, sem precisar imprimir.

Para quem viaja de carro, aqui vai um post com dicas para alugar um carro pela Europa. A lógica é parecida para outros continentes. Para comparar as tarifas das locadoras, eu uso o site da Rental Cars que já coloca todos os preços juntos e poupa um tempo danado!

Recentemente eu descobri a Seguros Promo para quem precisa cotar seguro de viagens ao redor do mundo. Como o seguro de viagem é obrigatório para muitos lugares, eles dão boas ofertas e 5% de desconto para os leitores do blog se você clicar neste link aqui.


Booking.com