O Parque do Retiro, ou melhor, o Parque del Buen Retiro, é um dos mais emblemáticos da capital espanhola. Ao visitar Madrid, reserve pelo menos uma tarde para aproveitar deste enorme e agradável parque.

O Parque do Retiro foi o primeiro que conheci na Europa e ainda é para mim um dos melhores parques do continente. Mesmo com sua grandiosidade, desperta conforto e segurança. Desde então, sempre que posso, retorno ao Retiro! É um lugar super agradável – e ainda cheio de lugares por descobrir.

Na Rota de Outono na Europa, o Parque do Retiro em Madrid é o nosso número 1 da lista!

Veja a seguir nossos motivos para não deixar este parque de fora da sua lista!

História do Parque do Retiro

O Parque do Retiro é um dos maiores e mais antigos parques de Madri, e conta com 118 hectares ajardinados. São 379 anos de história no coração de Madrid, sendo esta uma das razões para conhecê-lo.

Foi criado em 1640, fora dos muros da cidade, como espaço de lazer para os reis da Casa de Austria.

No reinado de Fernando VII, recebeu parte do paisagismo ainda hoje existente, como o Jardin do Capricho, a Casita do Pescador e a Montanha Artificial.

Parque do Retiro Madri
Parque do Retiro Madri | Imagem: Mariana Guimarães

Durante a Guerra da Independência (1808-1813) foi utilizado como quartel general das tropas de Napoleão. A fortificação ocupava boa parte do Parque, com seu centro na atual estátua do Anjo Caído. Reza a lenda que os madrilenhos derrubaram todos os resquícios da Guerra.

Por fim, no século XIX o Retiro passou por significativas transformações e reconstruções, resultando no formato que hoje conhecemos. Somente em 1868 passou a ser patrimônio municipal e finalmente aberto ao público.

Veja também: Os 10 melhores museus de Madrid

Natureza exuberante no Parque do Retiro

O Parque do Retiro é comumente chamado de Pulmão de Madrid. Possui mais de 15.000 árvores e sua natureza é sem dúvida uma excelente razão para visitar o parque.

Parque do Retiro Madri
Parque do Retiro Madri | Imagem: Mariana Guimarães

O Parque possui passeios estimados em 1h passando por 80 espécies vegetais sinalizadas. São 7 rotas botânicas, totalizando 8km, das quais destacamos algumas aqui.

Jardins de Parterre

A oeste, nos Jardins de Parterre, você conhece a árvore mais antiga, de 1633: o famoso Ciprés Calvo. Neste mesmo jardim você encontra esculturas de Ciprus, as emblemáticas árvores que parecem cogumelos. O Jardim de Parterre possui o traçado geométrico original do século XVIII e é melhor visto de cima.

Bosque del Recuerdo

Seguindo para o sul, você verá árvores ornamentais e frutíferas que compõem o Bosque del Recuerdo e 300 amendoeiras no Horto do francês.

Parque do Retiro Madri
Parque do Retiro Madri | Imagem: Mariana Guimarães

Rosaleda

Mais ao sul, você encontra a Rosaleda, que foi desenhada em 1915 e possui pinheiros impressionantes, formando um cinturão.

Vivaces

No Jardim de Vivaces, bem a sudeste do Parque, você encontra uma sequóia gigante, araucária e outras árvores exóticas.

Além destes, você encontra caminhos que passam pelo Campo Grande, perto do Palácio de Cristal, pelos Jardines de Cecílio Rodrigues, e outros com diversidade botânica e áreas recreativas.

Além disto, o Parque do Retiro possui um Viveiro, com produção anual de 800.000 plantas, destinadas às zonas verdes municipais e o Huerto del Retiro, que é um centro de educação ambiental

Veja também: 10 coisas para fazer no Centro Histórico de Madri

O Parque do Retiro tem atrações para todas as idades

Uma das principais vantagens e razões para conhecer o Parque do Retiro, é que ele possui atrações para todas as idades.

O Retiro é considerado um Parque de Esculturas a céu aberto. O maior exemplar do século XX é o Monumento a Alfonso XII, em frente ao grande lago artificial. Durante a primavera funciona como mirante de entrada gratuita.

Parque do Retiro Madri
Parque do Retiro Madri | Imagem: Mariana Guimarães

Além deste você encontra diversas fontes, chafarizes, esculturas e estátuas espalhadas pelo parque.

Para as crianças, o Teatro de Títeres é um espaço de teatro infantil nos finais de semana e possui uma programação especial no verão. Na casita del Pescador, um atual refúgio de animais, você pode adotar um bichinho.

Para quem gosta de cultura, existem dois pavilhões emblemáticos no Parque. São o Palácio de Cristal de 1887, uma estufa de ferro e cristal construída para uma Feira, e o Palácio de Velásquez, de 1883. Ambos possuem exposições temporárias que fazem parte do Centro Cultural Reina Sofia. Além destes, a Casa de Vaca, é também um centro cultural, com festivais de danã e música.

Para programas mais educativos, você pode visitar a antiga Casa de Ferias, atual Biblioteca Pública Municipal. Também o Huerto, com atividades de educação ambiental, ou a Cabana com aulas de Ecologia.

Os extensos e sombreados gramados são um convite para piqueniques, ensaios fotográficos e festinhas de aniversário!

Além disto, você pode ter uma refeição sofisticada, dançar até cansar ou assistir a um Flamenco no Florida Retiro. Por fim, também pode comparecer em maio na Feira do Livro de Madrid.

Veja também: Vale a pena visitar o museu do Prado, em Madrid?

Esporte no Parque do Retiro

O Parque do Retiro é super bem utilizado por turistas e moradores. Então sempre irá encontrar as enormes pistas lotadas de pessoas fazendo os mais variados esportes.

Para quem quiser se aventurar na água, você pode alugar caiaque ou alugar um barquinho mais romântico e remar pelas águas do lago artificial.

Parque do Retiro Madri
Parque do Retiro Madri | Imagem: Mariana Guimarães

É bastante comum encontrar patinetes e bicicletas elétricas espalhadas pelo parque. Para os mais tradicionais, skate e patins são também bastante vistos pelo Parque. Para os menos ativos, é possível alugar aqueles tours de Segway.

Tai Chi Chuan, Yoga, Pilates e Xadrez são outros esportes bem frequentes. Além disso, o Parque possui um Centro Poliesportivo e uma academia ao ar livre pertinho do Bosque del Recuerdo.

Agora, o campeão dos esportes é a corrida e a caminhada. São diversas trilhas com vastas sombras que te convidam a explorar o Parque do Retiro com saúde de ferro!

Para as horas de descanso, vá até um dos quiosques e experimente seus sucos naturais! Humm, delícia!

Localização do Parque do Retiro

Uma excelente razão para visitar este parque é a sua localização central, bem pertinho de vários outros pontos turísticos da cidade.

Ao norte, pelo bairro Salamanca, são dois acessos pela Calle de Alcalá, onde se encontra o metrô Retiro, linha 2 e a linha Príncipe de Vergara, linhas 2 e 9.

A leste, está justo ao lado do centro e do Paseo del Prado, onde você encontra os principais Museus de Madrid. Busque pelas Puerta del Angel Caído, Puerta de Murillo, Puerta de Felipe IV, Puerta de España, ou pela Puerta de Alcalá.

Conheça de perto o Museo do Prado, com um roteiro imperdível pelas principais obras e artistas. O Museu do Prado está a somente 300m de distância do Parque do Retiro, pela Calle de Afonso XII.

A sul, você encontra a 400m da Estação Atocha, e os metrôs Estación del Arte e Atocha Cercanías, ambos da linha 1. Busque pela Puerta del Angel Caído como entrada mais próxima.

A oeste, estão os bairros Ibiza e Retiro e a estação de metrô mais próxima é a Ibiza, linha 9, com a entrada pela Puerta de la Reina Mercedes. Também nesta porção você tem acesso pelas Portas Granada, de Herreros e de la América Española.

Parque do Retiro Madri
Parque do Retiro Madri | Imagem: Mariana Guimarães

No total são 17 portas e existem ainda diversas linhas de ônibus que contornam o perímetro do parque. (1, 2, 9, 14, 15, 19, 20, 26, 28, 32, 51, 52, 61, 63, 74, 146, 152, 202 e circular). A vizinhança é bastante segura para caminhadas, inclusive noturnas.

Mapa das Atrações do Parque Retiro

Todas as atrações que falamos neste post você pode conferir no mapa a seguir:

Mais informações

Algumas portas de acesso são acessíveis e suas vias são bastante amplas, então se pode transitar com conforto pelos caminhos, jardins e ruas.

Possui banheiro público limpo e bem cuidado, mas não são adaptados a acessibilidade.

Aberto das 6h às 23h no inverno e 6h às 00h no verão.

Ah! Por último, mas não menos importante: As fontes de água espalhadas pelo parque são potáveis! Pode beber à vontade! 😀

Links úteis para a sua viagem

Aqui vai uma lista com alguns links interessantes para te ajudar com a sua viagem. Se tiver dúvida, é só fazer um comentário que eu responto!

Para encontrar um hotel bom e barato, eu uso o Booking.com. Mas eu tenho alguns truques aqui neste post com dicas para economizar na hora de reservar um hotel.

Outra ferramenta legal para encontrar passeios e tours é a Get Your Guide. Essa é uma empresa que seleciona tours em todo o mundo e você pode reservar os passeios com antecedência sem sair de casa. Os preços deles são ótimos e tem muita coisa em Português! Além dessa, eu uso bastante a Tiqets, que tem a vantagem de dar os bilhetes no celular, sem precisar imprimir.

Para quem viaja de carro, aqui vai um post com dicas para alugar um carro pela Europa. A lógica é parecida para outros continentes. Para comparar as tarifas das locadoras, eu uso o site da Rental Cars que já coloca todos os preços juntos e poupa um tempo danado!

Recentemente eu descobri a Seguros Promo para quem precisa cotar seguro de viagens ao redor do mundo. Como o seguro de viagem é obrigatório para muitos lugares, eles dão boas ofertas e 5% de desconto para os leitores do blog se você clicar neste link aqui.


Booking.com

Imagem Destacada: Banco de Imagens iStock
Créditos: VitalyEdush