A Croácia é um dos países mais fascinantes do leste europeu, e está na lista dos países que eu quero visitar num futuro próximo. Fica bem pertinho da Itália, se você tem uma viagem programada por lá, vale a pena esticar e conhecer a Croácia, principalmente se você for no verão. Isso porque o país é dono de uma costa marítima fantástica, e é lá o novo point do verão dos europeus!

A Croácia entrou na União Européia somente em 2013! Isso é uma vitória e tanto para eles, que formavam a antiga Jugoslávia até 1991. Esta história é bem tensa, e eu vou tentar resumir aqui só pra dar uma geral sobre a Croácia.

ImagenFoto do site bigfoto.com

Toda essa guerra e conflitos recentes são presentes no dia-a-dia do povo croata. E é impressionante ver o progresso e a reconstrução total do país em pouco mais de 20 anos. Ainda que com as marcas dos tempos difícieis, a Croácia hoje é um país desenvolvido, que investe em infra estrutura, segurança e turismo. A vida por lá, mesmo sendo cercada pelo mar adriático, é parecida com o que se vive pelo mediterrâneo: boa comida, boa bebida e tranquilidade. Fora isso, a Croácia é destino de festa!

E além dos festivais que acontecem por ali, é lugar onde os jovens europeus vão para curtir o verão, conhecer pessoas, se embriagar e construir memórias da juventude. Tipo Salvador no Carnaval, tá ligado? Só que em vez de axé, é música eletrônica. Loucuuuura! Além da molecada, a Croácia é também um destino de luxo. Os donos de iates aparcam seus barquinhos por lá e reza a lenda que Bill Gates, a princesa de Mônaco jogadores de futebol adoram passar seus veraneios por lá. Ok, um dia quem sabe…

Imagen

O mapa hoje em dia. Croácia, Sérvia, Montenegro, Bósnia-Herzegovina, Eslovênia e Macedônia (embaixo do Kosovo) eram a Jugoslávia. Kosovo está pontilhado porque ainda não tem independência reconhecida.

Segundo minhas pesquisas na Wikipédia e no Google, a Croácia fazia parte da Jugoslávia – coisa que nem existe mais e o pessoal da região sente calafrios se escuta esta palavra. Mas pra entender bem, preciso voltar no tempo, em 1914, há exatos 100 anos! OMG. Tipo, minha bisavó já era viva… Nem faz tanto tempo assim…  Nessa época aconteceu o Assassinato em Sarajevo, que foi o estopim da primeira guerra mundial, uma guerra mucho loka que foi uma bagunça generalizada.

Este assassinato foi só uma desculpa para a guerra, já que a região já tinha conflitos há muitos anos. Fato é que o império Austro-Húngaro englobava as terras do sul, e o pessoal que morava lá queria independência. Daí uns revoltadinhos mataram o herdeiro do império, o Franz Ferdinand (explicado o nome da banda), em Sarajevo (que em São Paulo é o nome de uma baladinha bem massa, lado B).  E estes revoltosos formaram a região da Yugoslávia, que era formada pela Sérvia, Montenegro, Croácia, Bósnia-Herzegovina, Macedônia e Eslovênia. Daí a Áustria, com a ajuda da Alemanha e do império Otomano, que ocupava também a região, declarou guerra aos Sérvios (líderes e maioria da região)  Os Sérvios conseguiram apoio da França, do Reino Unido e do império Russo. Pronto, tá aí a primeira guerra mundial – for dummies, tem muito mais história por trás né gente.

Acabou a guerra e o reino agora se chamava Reino da Yugoslávia. Daí veio a invasão nazista na segunda guerra mundial. E o pessoal que era contra a ocupação nazista resistiu, liderados pelo marechal Tito. A resistência funcionou, os nazistas foram expulsos e Tito formou a República Socialista Federativa da Yugoslávia, ainda formada pelas 6 repúblicas. E assim ficaram até 1991, quando a Eslovênia e a Croácia declararam independência e convocaram eleições presidenciais, não sem antes enfrentar um duro conflito armado contra os Sérvios. Logo a Macedônia fez o mesmo, e então, em 92 a Bósnia e Herzegovina quis repetir, mas daí teve outra matança envolvendo a Croácia e a Sérvia. Resumindo a história, depois de crimes contra a humanidade, limpeza étnica, guerra civil e muito ódio, a Bósnia conseguiu a independência, até que Kosovo quis o mesmo. Daí teve mais guerra. Complicadinhos o pessoal dos balcãs, não?  De toda a Yugoslávia, sobrou Sérvia e Montenegro, este último, em 2006 teve sua independência. E a Sérvia se declarou um país independente logo depois, pondo fim à Jugoslávia. Detalhe para Kosovo, a Sérvia ainda não reconheceu sua independência. OMG.

Bom, isso foi o que eu entendi do conflito. Se alguém quiser completar ou corrigir alguma coisa, fica à vontade!

Festa!

Fora isso, os Croatas, assim como os brasileiros, são big fãs do futebol e claro, melhor se tem uma boa balada pra comemorar, né! Croácia! Logo logo te visitaremos!

 

Links úteis para a sua viagem

Aqui vai uma lista com alguns links interessantes para te ajudar com a sua viagem. Se tiver dúvida, é só fazer um comentário que eu responto!

Para encontrar um hotel bom e barato, eu uso o Booking.com. Mas eu tenho alguns truques aqui neste post com dicas para economizar na hora de reservar um hotel.

Outra ferramenta legal para encontrar passeios e tours é a Get Your Guide. Essa é uma empresa que seleciona tours em todo o mundo e você pode reservar os passeios com antecedência sem sair de casa. Os preços deles são ótimos e tem muita coisa em Português! Além dessa, eu uso bastante a Tiqets, que tem a vantagem de dar os bilhetes no celular, sem precisar imprimir.

Para quem viaja de carro, aqui vai um post com dicas para alugar um carro pela Europa. A lógica é parecida para outros continentes. Para comparar as tarifas das locadoras, eu uso o site da Rental Cars que já coloca todos os preços juntos e poupa um tempo danado!

Recentemente eu descobri a Seguros Promo para quem precisa cotar seguro de viagens ao redor do mundo. Como o seguro de viagem é obrigatório para muitos lugares, eles dão boas ofertas e 5% de desconto para os leitores do blog se você clicar neste link aqui.


Booking.com