Quando você começa a planejar a sua viagem para a Tailândia, tudo o que mais quer é ver aquelas paisagens paradisíacas com águas cristalinas e mergulhar com corpo e alma nos belos cenários de cinema que vemos por aí.

Para isso, é importante se planejar bem, pois a Tailândia virou um disputado destino turístico no sudeste asiático, ou seja, tem muita gente por lá. Muita mesmo. A gente não se planejou tão bem assim e fizemos alguns erros na Tailândia, coisa que você pode evitar!

Phuket Tailândia

Erros na Tailândia

Quando o turismo é massivo, os problemas tomam as mesmas proporções. Há falta de atenção com o turista, pouco cuidado com o meio ambiente, com a comida e com as instalações sanitárias. Isso porque um operador de turismo precisa atender a 50, 60 pessoas de uma vez, em vez de um grupo restringido. Quando o grupo é grande, e o preço é barato, aí que a coisa complica, porque em vez de bom serviço, a empresa está preocupada em reduzir custos. Redução de custos = viagens no limite.

Phuket Tailândia

Para um destino como a Tailândia, onde você provavelmente se preparou com tempo para comprar as passagens, o melhor que você faz é não ser muito econômico nas suas escolhas de passeios. Vamos pensar juntos: você está voando desde muito longe para chegar num lugar lindo, mágico, perfeito. Porque estragar a sua viagem escolhendo passeios de qualidade duvidosa?

Turismo de massa em Phuket

Pois bem, eu te conto em que Phuket a maior parte dos passeios que você encontrar serão massivos. Quando chegamos ao nosso hotel, (o Mazi Design, aqui a revisão do hotel), perguntamos à recepção onde conseguir os passeios às ilhas do James Bond, Phi Phi e outros. A gente costuma confiar nas recomendações das recepções dos hotéis, mas neste caso, não foi nada bom…

Eles nos orientaram a buscar passeios na agência de viagens que funcionava justamente ao lado do hotel. Uma portinha simples, com muitos panfletos e um atendente que mal falava inglês. Deveríamos ter desconfiado, mas a gente pensou que talvez esta fosse a regra por ali. Eles ofereceram o passeio de James Bond Island que sairia no dia seguinte, pensamos “que sorte, vamos neste!”.

Por 90 reais, compramos um passeio que nos buscaria na porta do hotel e nos levaria até o porto de Phuket, passaria por algumas ilhas entre elas James Bond Island, isso com almoço incluído, bebidas à vontade, passeios de caiaque, visita a algumas praias e ainda nos deixaria de volta no hotel no fim do dia. Achamos maravilhoso tudo isso incluído por este preço, então nos preparamos para o passeio no dia seguinte!

Phuket Tailândia
Na foto é tudo lindo! Na vida real, mais ou menos…

Tour massivo em Phuket na Tailândia: cuidado

Amanhece e na hora marcada, chega uma van para nos buscar e levar até o porto, que fica a uns 35 minutos de Patong Beach, onde estávamos hospedados. A van era velhinha, com cheiro estranho, mas ok, não vamos reclamar. Havia mais 3 casais conosco, vindos de outros hotéis da região. Seguimos em silêncio até um bairro próximo ao porto de Phuket, onde havia um galpão. Ali o motorista desligou a van, abriu as portas e nos convidou a descer, ainda sem dizer uma palavra. Em seguida aparece um guia com uma planilha nas mãos, anota nossos nomes e nos instrui a esperar no galpão.

O galpão era uma ampla zona de concreto coberta por um toldo de plástico, com tijolos nas extremidades delimitando o espaço. Não havia mesas ou cadeiras, então teríamos que esperar em pé. Além do nosso grupo, chegavam aos poucos várias vans, ônibus e outros grupos a pé ao mesmo galpão. Em poucos minutos, éramos cerca de 150 pessoas esperando os guias no galpão sem mesas ou cadeiras, sem informação, sem algum comércio ou atrativos por perto. Era um terreno baldio, o galpão, a massa de turistas e os motoristas desembarcando mais pessoas e seguindo o seu destino. Havia 1 banheiro, já pode imaginar as condições.

Passamos quase uma hora esperando, quando quatro guias de turismo começam a chamar os nomes. Nós fomos chamados pelo primeiro guia e ali esperamos mais alguns minutos até que vimos a massa começar a andar. Sem saber para onde iríamos, seguimos a massa.

Caminhamos cerca de 15 minutos até chegarmos ao porto. Havia 4 barcos atracados e justo na ponta deles estavam os guias pendurados para chamar os turistas a entrar. A multidão se apressa para entrar nos barcos, talvez para encontrar o melhor lugar, talvez para irem ao banheiro antes de sairmos, talvez porque todos estavam com pressa.

Avistamos o nosso guia com a planilha em mãos e entramos no barco com mais 40 pessoas, a maioria chineses.

Phuket Tailândia

O barco cheirava a óleo e a diesel, um perfume nauseante em alto mar. Já que não havia escapatória, tentamos aproveitar a viagem da melhor forma possível.

Ao menos o lugar é muito bonito.

Phuket Tailândia

Chegamos à famosa James Bond depois de 2 horas no barco. Os barcos atracaram longe e para chegar lá, tivemos que entrar num bote improvisado para levar até o píer. Fazia um calor absurdo, mas isso não tem muito o que fazer. Afinal é a Tailândia!

Em James Bond, tivemos 30 minutos para ver a ilha e voltar para o barco. Não teríamos tempo para nadar, e nem nos animamos com o estado da água. Como não havia banheiro na ilha, muita gente usava o mar para aliviar as suas necessidades… Era bem nojento. Mas alguns não se importavam com isso…

Phuket Tailândia

A ilha é pequena, há somente barracas de souvenir e o mirante onde se observa a famosa James Bond Island, que é esta pedra mais estreita em baixo e larga no topo.

Phuket Tailândia

Em seguida, voltamos para o barco e chegou a hora do almoço. Foi tudo servido em grandes recipientes, preparado ali mesmo, na cozinha do barco.

A comida era farta e bem simples, mas saborosa. Comemos arroz branco, frango frito e algumas chips. Havia também salada e macarrão. O grupo comeu tudo com entusiasmo, agradou à maioria.

Phuket Tailândia

De lá fomos ao passeio de caiaque, o ponto alto do tour. Um rapaz remava nosso caiaque para que pudéssemos conhecer as lagoas escondidas, ilhas de pedras, vegetação nativa da região, lugar realmente muito bonito. Talvez foi a hora que mais aproveitamos, e nesse momento conseguimos mergulhar e nos refrescar um pouco.

Phuket Tailândia
Phuket Tailândia

Voltamos ao barco e de lá rumamos mais 2 horas de volta a Phuket, chegando para o desembarque no fim do dia, exaustos.

Bom, nós somos da turma “se está na chuva, é pra se molhar” – e afinal, estávamos na Tailândia, nada podia ser tão ruim assim. Mas este dia poderia ter sido bem mais romântico, agradável, limpo e inesquecível, se tivéssemos procurado melhor o tipo de passeio que queríamos.

Certos de que isso não iria se repetir nos dias seguintes, fizemos algumas pesquisas e chegamos à Blu Anda Tour, com serviço impecável para lugares bem interessantes na região, com grupo restrito e uma experiência muito especial. Mas isso é assunto para um próximo post! 😉

Links úteis para a sua viagem

Aqui vai uma lista com alguns links interessantes para te ajudar com a sua viagem. Se tiver dúvida, é só fazer um comentário que eu responto!

Para encontrar um hotel bom e barato, eu uso o Booking.com. Mas eu tenho alguns truques aqui neste post com dicas para economizar na hora de reservar um hotel.

Outra ferramenta legal para encontrar passeios e tours é a Get Your Guide. Essa é uma empresa que seleciona tours em todo o mundo e você pode reservar os passeios com antecedência sem sair de casa. Os preços deles são ótimos e tem muita coisa em Português! Além dessa, eu uso bastante a Tiqets, que tem a vantagem de dar os bilhetes no celular, sem precisar imprimir.

Para quem viaja de carro, aqui vai um post com dicas para alugar um carro pela Europa. A lógica é parecida para outros continentes. Para comparar as tarifas das locadoras, eu uso o site da Rental Cars que já coloca todos os preços juntos e poupa um tempo danado!

Recentemente eu descobri a Seguros Promo para quem precisa cotar seguro de viagens ao redor do mundo. Como o seguro de viagem é obrigatório para muitos lugares, eles dão boas ofertas e 5% de desconto para os leitores do blog se você clicar neste link aqui.


Booking.com