Eu me lembro quando fui para a Ásia pela primeira vez. Foi no início de 2013, para uma viagem longa, de 50 dias, pela Tailândia, Indonésia, Nepal e Malásia. Confesso que me senti bastante insegura, apesar de já ter rodados muitos países até então. Mas são inseguranças simples, de quem nunca tinha ido para os lados de lá.

A verdade é que fiquei tão apaixonada por aquela parte do mundo, já fui para a Ásia pela quarta vez desde esta época. Fui selecionada para participar do Kerala Blog Express e contei a minha experiência aqui.

Mas para quem quer ter a sua experiência de viagem de primeira vez pela Ásia, eu vou ajudar dando algumas dicas básicas para superar o medo e a ansiedade desse mundo tão novo.

Little India Singapura

Primeira vez na Ásia: médico do viajante

A melhor forma de superar o medo de qualquer viagem é fazer uma boa preparação e planejamento. Como eu ia ficar muito tempo viajando por lá, antes de mais nada decidi ir a um médico de viagens para saber quais vacinas e medidas preventivas eu deveria tomar.

O medico do viajante é uma especialidade oferecida pelo Hospital Emílio Ribas em São Paulo e ele te dá absolutamente todas as dicas de saúde e prevenção focado no tipo de viagem que você fará. O atendimento é gratuito, você deve apenas mandar um email para [email protected] para agendar a consulta.

No meu caso ele me pediu umas vacinas, incluindo a de febre amarela, que foram todas dadas ali mesmo após a consulta. Ele também me deu antibióticos e remédios que eu poderia precisar, caso passasse mal com problemas gastro-intestinais por infecção alimentar. Todos esses medicamentos eu peguei ali mesmo no Hospital Emílio Ribas em São Paulo. Além disso ele me passou uma lista de alguns outros medicamentos e repelentes para eu comprar na farmácia. E, claro, me deu a dica de ouro: nunca comer alimentos crus, consumir gelo em bebidas e nada de beber água que não seja de garrafas lacradas. Pode parecer frescura, mas isso é a salvação em ambientes com higiene precária.

Primeira vez na Ásia: reservando o hotel

A hospedagem na Ásia costuma ser bem acessível, mesmo para nós, brasileiros. Os custos ali são bem baixos e o que acaba sendo mais caro numa viagem para a Ásia é sempre o vôo intercontinental. Eu costumo dizer que, no fim das contas, é até mais barato viajar para a Ásia que para os Estados Unidos ou Europa. Enquanto na Europa você fica contando moedinhas por causa do preço do Euro, na Ásia você é rei!

A hospedagem é um ponto importante ali, já que são muitos hotéis que deixam a desejar em conforto e higiene. Eu sempre uso o booking para fazer as minhas reservas de hotel e fico bem atenta às avaliações dos hóspedes antes de fechar qualquer coisa. O booking é bem confiável nesse sentido e eles te ajudam muito caso você chegue lá e tenha algum pepino.

Cuidado com os detalhes na reserva do hotel!

Quando for fazer a sua reserva, fique atento ao tipo de quarto irá escolher. Na Ásia é comum os quartos variarem muito: com ou sem ar condicionado, água fria ou quente, com ou sem banheiro. Por favor, não economize nesse quesito. Principalmente se você estiver indo para o Sudeste Asiático. O calor ali é de matar e pegar um quarto sem ar condicionado é pedir para não dormir à noite e ser levado pelos mosquitos. Pague um pouco a mais, mas tenha segurança de que você está escolhendo um quarto com todo o conforto necessário para não estragar as suas férias. O booking explicita as diferenças de quartos, então só fique atento para ver bem esse ponto.

Primeira vez na Ásia: chegando na Ásia

Outra coisa que você também pode solicitar após a reserva do hotel é o transfer do aeroporto ao hotel. Também recomendo isso. Claro que você pode chegar e se arriscar com taxis locais, mas será raríssimo encontrar um motorista de taxi que fale inglês. Se você é como eu, um tipo que curte adrenalina nas viagens, leve tudo certinho no idioma local e reze pro cara te levar pro lugar certo. Sempre tente negociar o preço antes, pois países como Tailândia e Indonésia, por exemplo, você pode pegar uns motoristas espertinhos.

O transfer sugerido do hotel será um pouco mais caro que um táxi convencional e às vezes nem isso. Alguns hotéis oferecem esse serviço gratuitamente e no booking muitas vezes eles já explicitam isso. Se o serviço for pago, será algo como 5 dólares a mais que a tarifa do táxi. Mas você terá alguém ali te esperando com uma plaquinha assim que você desembarcar.

Bangkok Airways

Primeira vez na Ásia: vacinas

A maioria dos países da Ásia pedem que você tenha tomado a vacina de febre amarela. A vacina deve ser tomada num posto oficial, que irá te dar um certificado internacional de vacinação. Geralmente esse certificado é oferecido nos aeroportos ou, em São Paulo, também no Hospital das Clínicas. Se você tomou e não tem o certificado internacional, leve o comprovante de vacinação num aeroporto e eles emitirão um certificado para você.

É muito importante que a vacina tenha sido tomada no mínimo 15 dias antes do embarque. As companhias aéreas nem te deixarão embarcar caso você não tenha esse certificado. Fique esperto!

Primeira vez na Ásia: vistos

É sempre importante verificar os vistos necessários para os países que você irá viajar. Japão, China e Índia pedem visto antecipado. Tailândia, Indonésia, Malásia, Filipinas e Nepal não. Em alguns deles você tira o visto ali na chegada e paga um valor por isso. Como os vôos do Brasil para a Ásia são longos, outro ponto importante é verificar as escalas e ter certeza de que você não irá parar num pais que exija visto de trânsito. Alguns países do Oriente Médio exigem visto de trânsito caso você pouse ali por algumas horas para esperar a sua conexão. Muitos dos vôos que saem do Brasil para a Ásia param no Oriente Médio para troca de aeronave. Portanto, fique atento a isso antes de finalizar a compra do seu bilhete. Pois isso é o tal do barato que pode sair caro no final!

Primeira vez na Ásia: detalhes importantes

1- O banheiro

O banheiro na Ásia é um pouco particular. Eles têm o costume de se limpar com água e em muitos lugares o vaso sanitário é aquele de chão. Vai ser raro você encontrar papel higiênico por lá (a não ser no hotel). Então, ande sempre com pacotinhos de lencinho de papel para esses casos.

2- Vestimentas

Os costumes de vestimenta são bem diferentes também. Em lugares de praia ou mais paradisíacos é ok usar biquíni e shorts curtos. Mas se você pretende visitar templos ou lugares sagrados, eles sempre pedem para que você cubra as pernas e ombros. E isso é válido para homens e mulheres, viu?

Como o calor é muito intenso, o melhor é optar por saias ou calças de algodão ou algo que possa ser colocado por cima da roupa que você estiver usando. Se prepare, pois eles realmente não deixam você entrar caso não esteja com essas partes dos corpo cobertas!

3- Transporte

Os tuk tuk são muito comuns na Ásia. Eles estão na maior parte dos países. Uma dica de ouro é sempre, mas sempre mesmo, negociar o valor antes de subir num taxi ou num tuk tuk na Ásia. Isso faz com que você evite surpresas futuras na hora do desembarque. É muito importante que você negocie o valor antes e chore por um desconto, porque eles geralmente sobem o preço quando percebem que você é turista.

4- Seguro viagem

Esse é outro ponto extremamente importante para quem vai à Ásia. Contrate um bom seguro viagem, com uma cobertura saúde que não te deixe na mão. Como a comida é muito diferente, é bem comum algumas pessoas terem problemas gastro-intestinais que podem acabar se complicando se não forem bem cuidadas. A nossa recomendação para cotar o seguro é esse site aqui. Nele você consegue comparar diversas empresas e tipos de seguro, com diferentes preços e cobertura. Uma boa pedida para quem não quer passar perrengue.

Links úteis para a sua viagem

Aqui vai uma lista com alguns links interessantes para te ajudar com a sua viagem. Se tiver dúvida, é só fazer um comentário que eu responto!

Para encontrar um hotel bom e barato, eu uso o Booking.com. Mas eu tenho alguns truques aqui neste post com dicas para economizar na hora de reservar um hotel.

Outra ferramenta legal para encontrar passeios e tours é a Get Your Guide. Essa é uma empresa que seleciona tours em todo o mundo e você pode reservar os passeios com antecedência sem sair de casa. Os preços deles são ótimos e tem muita coisa em Português! Além dessa, eu uso bastante a Tiqets, que tem a vantagem de dar os bilhetes no celular, sem precisar imprimir.

Para quem viaja de carro, aqui vai um post com dicas para alugar um carro pela Europa. A lógica é parecida para outros continentes. Para comparar as tarifas das locadoras, eu uso o site da Rental Cars que já coloca todos os preços juntos e poupa um tempo danado!

Recentemente eu descobri a Seguros Promo para quem precisa cotar seguro de viagens ao redor do mundo. Como o seguro de viagem é obrigatório para muitos lugares, eles dão boas ofertas e 5% de desconto para os leitores do blog se você clicar neste link aqui.


Booking.com