Se você quiser uma experiência diferente na Toscana, uma das regiões mais charmosas da Itália, poderá fazer uma visita ao Castello Banfi. Trata-se de uma vinícola produtora dos famosos vinhos Brunello de Montalcino, onde você poderá visitar os vinhedos, conhecer o museu dos vidros romanos, almoçar no restaurante, desgustar vinhos e até mesmo se hospedar por uma noite no exclusivíssimo hotel Il Borgo.

Foto Bookin.com

Onde fica o Castello Banfi no mapa?

Fica no meio da Toscana, próximo à cidade de Montalcino, a 20 minutos de carro, e ao sul de Siena, a 1 hora de distância. A propriedade está localizada próximo aos rios Orcia e Ombrone e possui 2.800 hectares de terra, a maior parte dedicada ao cultivo de uvas. Além dos vinhos, também se produz olivas, trufas, ameixas e trigo na fazenda.

Como chegar ao Castello Banfi?

Sem dúvida alguma, a melhor forma de chegar lá é de carro. Isso porque a propriedade está no meio da zona rural da Toscana, não há transporte coletivo que chegue até o Castello Banfi. Aconselho que você alugue um carro em Siena ou Florença – veja aqui neste link a simulação dos alugueis de carro na Itália – e de lá faça a visita. Lembre-se que, neste caso, o motorista da vez não poderá degustar os vinhos, portanto, leve algumas garrafas para que ele possa prová-los depois! Prêmio de compensação, né?

Nossa rota no Castello Banfi

O lugar é um pequeno pedaço de céu. Estivemos lá duas vezes, a primeira éramos namorados e o Diego resolveu me supreender com a visita ao vinhedo, uma viagem mega romântica e que garantiu alguns pontos comigo no relacionamento! 😉 Na segunda vez, era uma viagem em família e todos ficaram hipnotizados com a beleza do lugar. Também, não é pra menos, o Castello Banfi é uma propriedade histórica do século 13 que antigamente era chamada de Castello Poggio alle Mura.

Castello Banfi

No século 18, o castelo servia como abrigo para os camponeses que trabalhavam nas terras da nobreza da região. Hoje o lugar foi revitalizado e transformado em um hotel de luxo, com restaurante, vinícola, adega e museu.

Castello Banfi

O que fazer no Castello Banfi?

Não há muita discussão, você pode degustar e comprar vinhos, conhecer os vinhedos, visitar a adega, almoçar no restaurante e visitar o museu do vidro. Eu fiquei no museu do vidro e fui visitar as vinhas. Também fiz uma pequena degustação de Brunello de Montalcino, Rosso de Montalcino e Poggio all’Oro, enquanto o Diego fotografava a experiência, já que ele era o motorista da vez!

Castello Banfi

Compramos uma garrafa do premiado Brunello para degustar na nossa próxima casa (e já abrimos faz tempo assim que nos mudamos para Zurique).

Castello Banfi

O blog Italiana esteve no Castello Banfi e aqui neste link tem um relato interessante sobre o almoço no restaurante – com menu completo e preços de vários pratos.

O museu do vidro é uma coleção interessante de vidros confeccionados pelos Egípcios, Fenícios, chegando à época do Império Romano, até os dias modernos. Os vidros romanos são uma das mais completas coleções privadas do mundo e compreendem ampolas, pratos, taças e jarras. A história antiga dos vidros e o renascimento destes produtos no século 17 são contados em detalhes no museu, que está aberto a visitação diariamente, das 10h às 19h30 (nos meses de janeiro e fevereiro, até as 18h). O ingresso é de 4 por visitante.

Castello Banfi

Visitantes mais bem dispostos (a gastar $$$$$$) poderão se hospedar no hotel de luxo do Castello Banfi e aproveitar uma noite em meio às vinícolas. O hotel oferece quartos bem decorados, com piscina e atividades relacionadas à cultura do vinho. Achei o link do blog Guia das Robertinhas bem interessante, com fotos detalhadas do hotel. Você pode fazer uma reserva do hotel 5 estrelas do Castello Banfi aqui diretamente no site booking.com, um luxo só.

Castello Banfi

Últimas dicas sobre o Castello Banfi

É interessante agendar a visita com antecedência, em vez de aparecer de surpresa (como eu fiz). Neste caso, você pode marcar uma visita pela adega, e conhecer ainda mais detalhes sobre os vinhos premiados, as instalações e história do local. As visitas ocorrem de segunda a sexta, às 16h (entre o fim de março e princípios de novembro) e às 15h30 entre novembro e março, sob agendamento. Para marcar a visita, ligue para os telefones +39 0577 877 505 e +39 0577 877 514 ou reserve por e-mail no [email protected] Consulte mais detalhes no site oficial do Castello Banfi.

Links úteis para viajar pela Itália

Aqui vai uma lista com alguns links interessantes para te ajudar com a sua viagem pela Itália. E se pintar alguma dúvida, já sabe, mande uma mensagem aqui no blog que será um prazer te responder!

Antes de mais nada, veja alguns roteiros interessantes escritos para quem vai pra Itália:

Além destes roteiros, aqui vai uma lista com dicas de algumas cidades:

Claro que tem muito mais posts, então para ler todos os posts sobre a Itália, é só clicar aqui neste link.

Se você vai viajar de carro pela Itália, talvez valha a pena dar uma lida neste post com dicas para alugar um carro pela Europa. Lembre-se de que o trânsito na Itália é meio nervoso e talvez seja prudente olhar com antecedência as tarifas das locadoras e comparar seguros, preços e condições. Sugiro sempre comparar pelo site da Rental Cars que já coloca todas as locadoras de uma vez juntas.

Recentemente eu descobri a Seguros Promo para quem precisa cotar seguro de viagens ao redor do mundo. Achei os preços deles ótimos e eles dão 5% de desconto para os leitores do blog se você fizer o seguro através deste link aqui.

Procurar um hotel na Itália pode ser meio complicado, aqui vai uma lista com as melhores opções de hotéis para ficar em algumas cidades italianas:

Se ainda assim precisa de ajuda, eu fiz este post com algumas dicas para economizar na hora de reservar um hotel. Eu sempre recomendo o uso do Booking.com como ferramenta para comparar tarifas e reservar as melhores ofertas.

Outra ferramenta legal para encontrar passeios e tours é a Get Your Guide. Essa é uma empresa que seleciona tours em todo o mundo e você pode reservar os passeios com antecedência sem sair de casa. Os preços deles são ótimos e tem muita coisa em Português, como por exemplo, este tour completo do Vaticano.

Finalmente, quem estiver viajando pela Itália, não pode perder a oportunidade de comer um “Aperitivo“, que é tipo a nossa "happy hour" mas com comida grátis inclusa - ou quase grátis. E claro, ninguém pode deixar de provar a pizza na Itália, né?