Itália é sinônimo de excelentes vinhos. E vinhos excelentes são o que mais se produz nas vinícolas de Piemonte! E foi pensando nisso que nessa minha última visita a Turim, eu, além de comer muito, também aproveitei para visitar as famosas vinícolas de Piemonte, onde se produz os conceituadíssimos vinhos Barolo e Barbaresco. Aqui vão minhas dicas para visitar tais vinícolas de Piemonte:

Onde ficam as vinícolas de Piemonte?

Antes de mais nada é importante entender no mapa onde ficam as vinícolas de Piemonte. Há várias espalhadas pelas cidades de Barolo, La Morra e Alba, a cerca de 1 hora de Turim. A melhor forma de chegar lá é de carro, que se alugar com antecedência pode sair bem barato. Isso porque o transporte público até lá não é muito acessível e vai demorar mais tempo do que se for de carro. De carro dá pra curtir as três cidades num único dia, fazendo um bate-volta bem completinho de Turim.

Barolo

Barolo é uma pequeno vilarejo no alto das montanhas, ao lado de Turim. Tem apenas 700 habitantes e isso dá um charme todo especial ao local. Casas de pedras, muito antigas, janelões, chaminés. Ruelas em caminhos sinuosos, um sobe e desce pra lá de charmoso.

Vinícolas de Piemonte

A viagem de Turim a Barolo é simples e rápida. Dura em média 45 minutos e ali você pode visitar o museu do vinho, que conta a história dos vinhos da região, assim como visitar algumas vinícolas de Piemonte, fazer degustação de vinhos e, quem sabe, até almoçar por ali. A vista do alto de Barolo é de tirar o fôlego!

Vinícolas de Piemonte

Eu fiz esse passeio no inverno, então as vinícolas estavam secas, mas a neve deu um toque especial à vista, ainda mais porque ali no horizonte se pode ver os Alpes.

Museu do Vinho em Barolo

Por ser inverno, o Museu do Vinho também estava fechado quando chegamos. Esse museu fica num castelo e dizem ser bem interessante. De fora ele é bem imponente e eu vou ter que voltar para conhecê-lo! Eu não sabia que no inverno eles têm horários especiais, então vale a pena checar o site antes de se programar.

Vinícolas de Piemonte

O vinho Barolo

Os vinhos produzidos nas vinícolas de Piemonte, nessa região, seguem as normas da Denominazione di Origine Controllata e Garantita (DOCG). Minha dica é sempre verificar se a garrafa de vinho comprada contém essa etiqueta. Assim você garante que você está comprando um vinho de qualidade.

Barolo é também o nome de um dos vinhos mais famosos da Itália, produzido especialmente nessa cidadezinha. Ao lado do Brunello di Montalcino, ele é um dos vinhos mais nobres do país, sendo inclusive chamado de “Rei dos vinhos e vinho dos Reis”. Ele nasce a partir da uva Nebbiolo, que tem esse nome devido à neblina (nebbia, em italiano) que cobrem as plantações de uva em outubro, período de colheita. Ou seja, vá preparado, pois você vai se esbaldar de bom vinho por ali!

La Morra

Depois de se deliciar um tempo em Barolo, siga viagem até La Morra. Essa é outra cidadezinha super charmosa onde se produz também o delicioso Barolo . A vista da estradinha que te leva até lá é muito bonita, subindo e descendo morros e passando pelas lindas vinícolas de Piemonte e casarões antigos, desses bem típicos da Itália.

Vinícolas Piemonte

Vinícolas Piemonte

La Morra é uma cidade bem antiga, datada do século XII. Foi construída no alto de uma montanha nos tempos medievais e era cercada por muros para protegê-la. A produção de vinho nessa região vem de muitos anos. Reza a lenda que, antigamente, quem tentasse cortar uma parreira de Nebbiolo poderia sofrer consequências bem sérias, como perder a mão. As uvas são realmente uma preciosidade por ali!

Ao chegar em La Morra, deixe o carro no estacionamento na entrada da cidade e aproveite para explorá-la à pé. São ruelas muito convidativas, com deliciosos restaurantes, bares e adegas onde você pode provar os vinhos da região.

Um passeio por La Morra

Vá subindo as ruelas até chegar à Piazza Casttelo onde você terá uma bela vista dos vinhedos e da região. Dali você pode ver resquícios das muralhas da cidade também.

Outra atração interessante é a Torre Campanaria. Esta torre abriga o sino da cidade e foi construída entre os anos 1709 e 1711. Ela possui 31 metros de altura e está aberta a visitação entre março e novembro. Essa torre é um dos únicos vestígios de um castelo que foi demolido em 1544 por ordem das tropas francesas que ocuparam a região. Ela possui 5 pisos e mantém o campanário em estilo barroco. Infelizmente eu não consegui subi-la pois a visitei em janeiro, mas a vista dali de cima deve ser maravilhosa Ah, boa notícia! A subida é gratuita. 😉

Vinícolas de Piemonte

Ao lado da Torre do Campanaria, está um outro famoso símbolo da cidade: a Cantina Comunale. Situada no Palazzo dei Marchesi di Barolo, datado do século XVIII, ali você encontrará o melhor da produção local. Se você tem paixão ou curiosidade por vinhos, vai adorar saber mais sobre os vinhos e produtores locais, a partir de excursões que são organizadas saindo dali mesmo. A Cantina Comunale é gerido pelos produtores da região e ali você pode provar e comprar os mais diversos vinhos, escolhendo entre os mais de 60 diferentes vinhos Barolo.

Funcionamento Cantina Comunale:

Aberto diariamente entre 10h-12h30 e 14h30-18h30.

Endereço: Via Carlo Alberto, 2.

Tel: +39 0173 509204.

Alba, a terra dos tartufos

Alba, em italiano, significa nascer do Sol. E eu confesso que fiquei bem animada em conhecer essa cidade por causa do seu nome. Daí fui em busca de maiores informações sobre ela. A verdade é que todos os meus amigos italianos piemonteses ficavam super empolgados me contando que Alba é onde se produzem os melhores tartufo bianco (trufa branca) do país e, quiçá, do mundo.

Vinícolas de Piemonte

Foto: Cristiano Aless stock.adobe.com

Alba também está nessa importante região vinícola de Piemonte, é uma cidade maior que La Morra e Barolo, mas com seu charme único. Chegamos ali à noite e não consegui ver os campos pelo caminho, mas consegui dar uma volta no centrinho da cidade e parar para tomar um aperitivo.

Uma outra curiosidade interessante sobre Alba: ela é a sede da Fondazione Ferrero, essa mesma que produz a Ferrero Rocher e Nutella! A fábrica está ali e pode ser visitada mediante agendamento. Mas se você busca deliciosas trufas de chocolate artesanais, irá encontrar inúmeras lojinhas pelo centro da cidade que vendem os deliciosos chocolates e também os tartufos da região.

Aproveite também para comprar os deliciosos tartufos ou provar uma boa pasta ao tartufo quando estiver por ali.

Para alugar carro na Itália

Uma diária de carro pode variar muito dependendo do tipo de carro que você escolher. Nessa viagem eu acabei escolhendo pelo custo benefício e aluguei o Panda, que é a versão italiana do Uno. Foi uma viagem mega confortável, com baixíssimo consumo de combustível e preço de aluguel. Pagamos algo em torno de 20 euros pela diária (24h com o carro)

Usamos essa empresa aqui para fazer a cotação e reserva do carro e tudo correu super bem.

Para levar vinhos para casa

Vinho no Brasil é bem caro, principalmente vinho bom. Quando ainda morava no Brasil, sempre que viajava buscava levar uns vinhos na mala. Recentemente, no Encontro Europeu de Blogueiros Brasileiros eu descobri a empresa Lazenne que vende malas especiais para carregar vinhos. Se você é do tipo que ama vinho e vem para a Europa, é uma excelente recomendação para levar seus vinhos para casa.

Infelizmente eles ainda não entregam a mala no Brasil. Mas você pode comprar online e pedir que entreguem no seu hotel. A vantagem de comprar vinho direto do produtor ou no país de origem, é o preço que se paga por ele. Em Piemonte, por exemplo, você pode comprar deliciosos Barolos, Barbarescos, Dolceto d’Alba, entre outros, por 5 euros a garrafa. Vinhos que no Brasil custariam pelo menos uns 50 reais. E isso porque estou falando de vinhos muito básicos, porém bons. Portanto, se você é um apreciador de um bom vinho, e vai fazer um passeio como esse, essa é uma dica super válida! Principalmente, porque quando você visita uma vinícola, acaba tendo ótimos descontos na compra dos vinhos.

Links úteis para viajar pela Itália

Aqui vai uma lista com alguns links interessantes para te ajudar com a sua viagem pela Itália. E se pintar alguma dúvida, já sabe, mande uma mensagem aqui no blog que será um prazer te responder!

Antes de mais nada, veja alguns roteiros interessantes escritos para quem vai pra Itália:

Além destes roteiros, aqui vai uma lista com dicas de algumas cidades:

Claro que tem muito mais posts, então para ler todos os posts sobre a Itália, é só clicar aqui neste link.

Se você vai viajar de carro pela Itália, talvez valha a pena dar uma lida neste post com dicas para alugar um carro pela Europa. Lembre-se de que o trânsito na Itália é meio nervoso e talvez seja prudente olhar com antecedência as tarifas das locadoras e comparar seguros, preços e condições. Sugiro sempre comparar pelo site da Rental Cars que já coloca todas as locadoras de uma vez juntas.

Recentemente eu descobri a Seguros Promo para quem precisa cotar seguro de viagens ao redor do mundo. Achei os preços deles ótimos e eles dão 5% de desconto para os leitores do blog se você fizer o seguro através deste link aqui.

Procurar um hotel na Itália pode ser meio complicado, aqui vai uma lista com as melhores opções de hotéis para ficar em algumas cidades italianas:

Se ainda assim precisa de ajuda, eu fiz este post com algumas dicas para economizar na hora de reservar um hotel. Eu sempre recomendo o uso do Booking.com como ferramenta para comparar tarifas e reservar as melhores ofertas.

Outra ferramenta legal para encontrar passeios e tours é a Get Your Guide. Essa é uma empresa que seleciona tours em todo o mundo e você pode reservar os passeios com antecedência sem sair de casa. Os preços deles são ótimos e tem muita coisa em Português, como por exemplo, este tour completo do Vaticano.

Finalmente, quem estiver viajando pela Itália, não pode perder a oportunidade de comer um “Aperitivo“, que é tipo a nossa "happy hour" mas com comida grátis inclusa - ou quase grátis. E claro, ninguém pode deixar de provar a pizza na Itália, né?

Imagem destacada: @javarman Adobe Stock