Recentemente fizemos uma pequena escapada para conhecer o famoso Valle Verzasca, na região de Ticino, na Suíça. O Valle Verzasca é conhecido por apresentar infinitos tons de azul ao longo do curso do rio, o que torna a paisagem imbatível, principalmente no verão. Nesta época, vários grupos buscam o conforto das temperaturas amenas de Ticino para acampar, fazer trilhas e refrescar-se nas águas gélidas do rio Verzasca. E com a gente, o plano não foi diferente. Vou contar um pouco da nossa experiência no Valle Verzasca e dar as dicas para quem quer aproveitar a região por 2 dias, tempo relativamente curto pela quantidade de atrações que Ticino oferece no verão!

Valle Verzasca Trilhas

Onde fica o Valle Verzasca no mapa?

Fica no sul da Suíça, no Cantão de Ticino, pertinho de Locarno e Bellinzona, cidades que podem ser a base para o passeio pelo Valle Verzasca. Mais ao sul, Lugano está a 1 hora de distância do vale e também é uma boa opção para hospedagem. Se você está em Zurique, Berna ou Lucerna, fica pesado fazer o bate-volta destas cidades até lá, recomendo que você neste caso passe a noite em Locarno, que é o lugar mais pertinho do Valle Verzasca.

Como chegar no Valle Verzasca?

Para chegar lá, é mais fácil ir de carro. Isso porque as conexões de transporte público nesta região não são tão frequentes como as conexões de transporte do norte da Suíça. No nosso caso, alugamos um carro e saímos de Zurique às 8h da manhã, chegando somente às 12h em Locarno, onde decidimos dormir (num camping).

Valle Verzasca Camping Tamaro

Enfrentamos mais tempo no trânsito do que o previsto, porque era um fim de semana cuja previsão era de chuva em Zurique e sol em Ticino – ou seja, todo mundo quis escapar para o sul neste final de semana, o que gerou um trânsito considerável na estrada. Em condições normais, leva-se aproximadamente 2h40 para ir de Zurique a Locarno em carro.

Valle Verzasca Estrada

Nós alugamos um carro com a Europcar, que você pode cotar diretamente com a Rent Cars neste link aqui. Para ir direto até o Vale, coloque no GPS a cidade de Lavertezzo, onde está a famosa ponte dei Salti. Há um estacionamento onde é permitido ficar por 3h bem ao lado da ponte, e outro mais adiante onde é permitido estacionar o dia todo. Os parquímetros aceitam pagamento com cartão de crédito, mas é bom levar algumas moedas por garantia.

Ponte dei Salti

Se você não quiser ir de carro, pode ir de trem chegando em cidades como Bellinzona, Tenero ou Locarno, de onde você precisará pegar um ônibus regional até Lavertezzo. Para este passeio, convém ter um Swiss Travel Pass na mão, que é o passe que dá direito a usar todos os transportes públicos da Suíça num único bilhete. Para saber os horários de trens e conexões para Lavertezzo, clique aqui no site da SBB.

Trilha Valle Verzasca

A minha rota no Valle Verzasca

Eu fui com a intenção de fazer a trilha entre Sonogno e Lavertezzo, a trilha mais procurada na região, onde está a Ponte dei Salti, que realmente, é uma maravilha de linda!

Como a trilha é longa, não deu tempo de chegar para a trilha neste dia, então decidimos fazer a trilha no dia seguinte. Achamos melhor montar a barraca com calma no primeiro dia e pela tarde, dar uma volta em Locarno e conhecer melhor a cidade. Demos sorte porque era bem na época do festival de cinema de Locarno e a cidade estava em festa! Locarno é uma graça e merece uma visita pelos pontos próximos à Piazza Grande, lugar onde seria projetado o último filme do festival e onde, em outras épocas do ano, recebe a maior quantidade de turistas.

Locarno

Depois da visita, voltamos ao camping para nos prepararmos para o dia seguinte, já que teríamos que levantar bem cedo para cumprir o nosso roteiro!

Nossa meta era chegar em Lavertezzo e de lá, pegar um ônibus até Sonogno para começar a trilha. No fim do trajeto, nosso carro estaria esperando por nós!

Levantamos às 6h30 da manhã e saímos para Lavertezzo, a 30 min de distância do nosso camping, onde deixamos o carro no estacionamento da cidade. O estacionamento custou 8CHF o dia todo, mas precisa ficar de olho que há dois estacionamentos, um com limite máximo de 3 horas e outro, mais adiante, sem limites de hora para estacionar. Na frente do estacionamento, pegamos o ônibus local 321 para nos levar até Sonogno.

Sonogno

O ônibus regional 321 só passa em determinadas horas do dia. Tivemos que pegar o ônibus das 7h20 da manhã, já que o seguinte ônibus passaria só às 10h20! Atenção aos horários deste ônibus se você quiser fazer a mesma trilha.

Em Sonogno, buscamos um café para comer alguma coisa e encontramos este pequeno bar/café/restaurante/hotel na entrada da vila. Era a única opção aberta num domingo às 7h50 da manhã! Não espere muitas opções, Sonogno é uma vila com somente 85 habitantes.

Sonogno Restaurante

Em seguida começamos a caminhar na trilha, que está muito bem sinalizada. Há várias placas o tempo inteiro informando quanto tempo de caminhada até o destino final, Lavertezzo.

Placa Trilhas Lavertezzo

Achei essa trilha do Valle Verzasca bem fácil, ainda que, bem longa! São 13km de triha e segundo as estimativas, leva-se 4h10 para fazer o percurso completo. Eu fui parando, fazendo mil fotos e comendo lanchinhos da mochila o tempo todo. Paramos para banho também, antes de completar o trajeto. Tempo total da nossa caminhada pelo Valle Verzasca: 7 horas. Mas valeu cada segundo!

O que fazer no Valle Verzasca?

A resposta é trilha. E mais trilha. E banho no rio! Fora isso, tem outras coisas legais na região de Ticino, que não necessariamente dá pra fazer tudo no mesmo o dia, mas é bom deixar as dicas para quem tem mais tempo ou quer voltar para fazer outros passeios.

Trilhas no Valle Verzasca e arredores

Você não precisa fazer somente esta trilha de 13km que a gente fez, tem muitas outras trilhas na região, uma mais linda que a outra. Inclusive, você não precisa fazer os mesmos 13km que a gente fez, dá pra encurtar o caminho e fazer somente uma parte da trilha, cansa bem menos e não dá bolhas nos pés! Opções como o Valle Onsernone, a trilha de Tamaro-Lema, Ritom-Piora, Greina ou Lucomango pareceram incrivelmente lindas e eu fiquei com vontade de voltar lá pra fazer todas elas!

Mountain Bike no Valle Verzasca

Tem um Mountain Bike Tour que dá pra fazer no Valle Verzasca! Desse jeito, os 13km ficam bem mais curtos de bicicleta do que a pé, e ainda tem a opção de fazer com bicicleta elétrica! Aqui neste link tem mais informações sobre o tour de Bike no Valle Verzasca.

Valle Verzasca Mountain Bike

Bungee Jumping no Valle Verzasca

Ou melhor, Bond Jumping, já que o salto pode ser feito no lugar onde gravaram o filme James Bond Goldeneye. Eu não vou saltar nunca na minha vida, tá louco  acho que um salto de Bungee Jumping é uma atividade para poucos, mas se você curte adrenalina e quer viver a emoção de saltar 220m na parede de concreto mais alta da Suíça, pode ser interessante! Depois me conta como foi!! Aqui neste link dá pra comprar o salto de Bungee Jumping.

Valle Verzasca Bungee Jumping

Canoagem nos Rios de Ticino

Uma experiência como poucas! A temporada de canoagem está aberta de março a outubro e há grupos que levam iniciantes também. Descer as corredeiras dos rios da região num bote deve ser bem legal, e apesar de eu não ter tido tempo de fazer esta atividade, quero muito voltar para experimentar um rafting assim na vida! Aqui neste link dá pra comprar o passeio de canoagem em Ticino.

Canoagem Valle Verzasca

Rapel em Ticino

Outra atividade super legal, o rapel entre os canyons e vales dos rios da região. Há vários lugares onde se pode praticar a atividade e ela é oferecida para todos os níveis de dificuldade. Eu fiz uma vez um nível fácil e ameeeei! Aqui neste link você pode olhar as opções de rapel em Ticino.

Visitar Locarno

Esta cidade é uma graça e como eu falei lá em cima, oferece o festival de cinema sempre no verão. O centrinho de Locarno é bem preservado e tem vários pontos turísticos como o Castello Visconteo, a Cittá Vecchia, a Piazza Grande e os Palazzos Sopracenerina e Morettini. A igreja Madonna del Sasso fica em Orselina, mas é pertinho de Locarno e também é um ponto turístico interessante de visitar.

Locarno

Visitar Ascona

Ascona é outra cidade também pertinho de Locarno e é um lindo ponto às margens do Lago Maggiore. A região próxima à Piazza Giuseppe Motta é lindinha e tem vários restaurantes típicos na orla do Lago, perfeitos para comer uma boa pasta ou peixe e de sobremesa um gelato à la italiana.

Ascona

Lago Maggiore

O lago Maggiore faz a fronteira natural entre a Suíça e a Itália, é gigante e oferece vários passeios de barcos na saída de várias cidades como Ascona, Locarno, Muralto, Minusio ou Tenero. Também é possível alugar pedalinhos, nadar, fazer stand-up paddle, vela ou andar de bike na orla do lago. Todas estas atividades são bem fáceis de encontrar em cada cidade da região.

Lago Maggiore Ascona

Onde ficar no Valle Verzasca?

Desta vez nós ficamos no Camping Tamaro, que parece um clube onde você arma a sua barraca e fica lá no seu espaço dividido com outros aventureiros. É possível alugar cabanas neste camping também, o preço é bem mais alto. Para uma noite de camping, nós pagamos CHF 55 para 2 pessoas. Bem mais barato que ficar num hotel, porém, incomparável sob o ponto de vista do conforto. Nós ficamos 2 noites neste camping, mais do que isso seria uma tortura para as nossas colunas.

Agora, se você quer um pouco mais de conforto, pode buscar hotéis em Locarno, que é a maior cidade da região. Uma opção é o Ibis Locarno, que costuma ter bons preços e está numa excelente localização. Outra opção é o Hotel Garni Millenium, que possui excelentes recomendações no Booking e também está muito bem localizado.

Últimas dicas do Valle Verzasca?

É importante saber que a alta temporada do Valle Verzasca é no verão, mas é possível fazer passeios entre março e outubro. No inverno, quase não há atividades na região, em função do frio, mas é possível fazer as trilhas se tiver bem agasalhado. Se for mergulhar no rio Verzasca, lembre-se de que há muitas áreas onde a água forma “piscininhas” e outras em que a corredeira é super violenta e perigosa. Seja prudente na hora de escolher onde nadar, já houve acidentes fatais por imprudência no Valle Verzasca.

Trilha Verzasca

Para fazer as trilhas, leve lanches e água na mochila, já que você não passa nunca por estabelecimentos para comprar comida ou água durante a atividade. Leve também protetor solar. Finalmente, é sempre bom ter dinheiro em espécie (bilhetes pequenos ou moedas) para estacionamentos e passagens de ônibus.

Links Úteis para viajar pela Suíça

Aqui vai uma lista com alguns links interessantes para que a sua viagem pela Suíça§a seja o mais completa e o mais fácil possível. E se pintar alguma dúvida, mande uma mensagem aqui nos comentários.

Antes de mais nada, se você busca um e-book ou livro para te ajudar a planejar a sua viagem pela Suíça, o guia "Calor Nos Alpes" é perfeito! O livro tem dicas de cidades, rotas, passeios, trens panorâmicos, montanhas, tudo junto e baratinho! Aqui neste link tem mais informações.

O Swiss Travel Pass é o passe que dá direito a usar todos os transportes da Suíça e costuma ser uma mão na roda para viagens de mais de 3 dias. Ele vem nas opções de primeira ou segunda classe, eu acho que a segunda já resolve a vida da maioria das pessoas. Para saber mais, escrevi este post aqui: Vale a pena usar o Swiss Pass?

Agora se você vai viajar de carro, talvez valha a pena dar uma lida neste post com dicas para alugar um carro pela Europa. Dirigir na Suíça é uma maravilha, mas pode sair mais caro do que o esperado. Sugiro que você compare os preços pelo site da Rental Cars que já simula todas as locadoras de uma vez e sempre tem ótimas ofertas.

Se você vai para Zurique e quer um Tour em Português em Zurique, pode contar com a minha equipe. Somos guias profissionais da cidade e fazemos passeios a pé pelo centro histórico da cidade, com muita informação sobre Zurique e sobre a Suíça em geral, está tudo neste link aqui. Outra ferramenta legal para encontrar passeios e tours é a Get Your Guide. Essa é uma empresa que seleciona tours em todo o mundo e você pode reservar os passeios mais tradicionais com eles, como o da famosíssima montanha Jungfrau. Os preços deles são ótimos e tem muita coisa em Português!

Aqui vai uma lista com os posts mais procurados sobre a Suíça:

Os Alpes são a grande atração da Suíça, e aqui vão os posts com algumas sugestões de montanhas:

Para ler todos os posts sobre a Suíça, é só clicar aqui.

Aqui vão dicas de hotéis para ficar em Zurique. Eu sempre recomendo o uso do Booking.com como ferramenta para comparar tarifas e reservar as melhores ofertas. Na dúvida, é só perguntar aqui que eu te ajudo a achar um hotel bacana e sem custo nenhum! 🙂

E finalmente, talvez você precise de um seguro de viagens. Recentemente eu descobri a Seguros Promo, que compara seguros de viagens ao redor do mundo. Eles dão boas ofertas e você ainda ganha 5% de desconto se você clicar neste link aqui.