Nossa viagem pela Rota do Vinho da Alsácia passou pelos vilarejos de Riquewihr e Ribeauvillé, duas jóias medievais maravilhosas que valem muito a pena conhecer. Depois de ter passado por Colmar, eu imaginava que seria difícil encontrar lugares tão lindos quanto a primeira, mas Riquewir e Ribeauvillé me surpreenderam tanto que talvez eu as considere ainda mais bonitas que a própria Colmar! Na dúvida, visite as três cidades e tire as suas próprias conclusões!

Onde ficam Riquewihr e Ribeauvillé no mapa?

As cidades de Riquewihr e Ribeauvillé estão localizadas no meio da Rota do Vinho da Alsácia, um pouco ao norte de Colmar. Ambas possuem as típicas fachadas coloridas com flores nas janelas, um charme só!  As duas são vilas históricas, perfeitas para passeios em qualquer época do ano. No fim do ano, ambas recebem os tradicionais mercados de Natal, que decoram as ruas desde o fim de novembro até o final de dezembro. É possível fazer as duas cidades no mesmo dia, de carro. Estrasburgo, fica mais ou menos a 45 minutos de distância, enquanto Colmar está a 25 minutos.

Como chegar nas cidades de Riquewihr e Ribeauvillé?

O ideal é chegar de carro. As duas cidades ficam bem próximas entre si e você pode passar a manhã em Riquewihr e a tarde em Ribeauvillé, como nós fizemos. Para esta viagem, nós fizemos a base em Estrasburgo, porém, recomendo que você fique mais próximo destas cidades na sua viagem, assim você não perde tanto tempo com deslocamento. No fim do post tem sugestões de hotéis nestas cidades. Veja aqui neste link algumas dicas sobre dirigir na Europa e neste outro link há sugestões de locadoras de veículos on-line.

Nossa rota em Riquewihr e Ribeauvillé

Era final de Dezembro, resolvemos ir logo depois do Natal e passar o fim de ano na Alsácia. Nós chegamos de Zurique e passamos por Colmar no primeiro dia. No nosso segundo dia de viagem, começamos por Riquewihr, que é realmente um mimo de cidade, com ruas de pedra, arquitetura típica e janelas enfeitadas com flores e muita decoração de natal. Honestamente, me senti como se estivesse na vila da Bela e a Fera, sabe? É encantador! Nós sentamos em um café para provar os típicos biscoitos da Alsácia e eu aproveitei para devorar uma torta mil folhas. Daí passeamos pela rua principal até chegar numa loja tradicional de enfeites de Natal, uma graça! Daí o tempo virou e veio uma neblina que minha nossa, assustou toda a turistada!

Nós então decidimos seguir até Hunawihr, que fica bem perto e também foi eleita uma das vilas mais bonitas da França. Acontece que Hunawihr não é tão turística assim, e portanto, não possui lojinhas, cafés e enfeites com as outras vilas. Com a neblina, parecia cidade fantasma!

Hunawihr

A fome começou a apertar e seguimos a viagem até Ribeavillé, já bem maior que Riquewihr e com um centro histórico lindo também. Ribeauvillé possui uma parte moderna e mais estruturada, mas basta chegar no centrinho que você se sente novamente num conto de fadas. Almoçamos uma torta de carne e eu pedi um queijo típico de entrada, o que foi divertido porque queijo na França é para comer de sobremesa… Descobri isso quando o garçom me veio perguntar duas vezes se eu tinha certeza que queria comer o queijo antes do prato principal… Micos que a gente paga, né? E depois do almoço, foi a hora de conhecer melhor a vila e fazer algumas fotos, olha que lindo!

O que fazer em Riquewihr e Ribeauvillé?

Bom, cada cidade tem as suas pequenas atrações, mas de forma geral, você vai caminhar pelas ruas, fazer fotos e mais fotos de cada cantinho fofo e apreciar o pequeno comércio, com seus cafés e confeitarias, além de observar o estilo de vida da região. Você também pode aproveitar para tomar muito vinho – exceto se você for o motorista da vez. Finalmente, comer muito sem pensar no amanhã! 😛

RIQUEWIHR

A cidade possui contruções originais dos séculos 15 e 16, entre elas o Dolder, uma torre que antigamente fazia parte da muralha medieval que cercava a cidade e é um dos edifícios mais altos da vila. Quase toda a vila possui raízes da mesma época e, como ela foi bem pouco afetada pelas guerras, boa parte das construções ainda são as originais (com reformas internas para manter o patrimônio).

Riquewihr

A cidade possui mais de 20 Winstubs, que são adegas onde se vende o vinho produzido na região. Muitas vezes os Winstubs estão localizados nos porões dos hotéis e comércio local, e você pode degustar os vinhos da região sem necessariamente ter que ir aos vinhedos! Alguns dão provas grátis dos vinhos aos seus visitantes, uma forma de publicidade para que você compre as garrafas das adegas. Por 5 euros você pode comprar um vinho que custa 300 reais no Brasil, juro pra vocês!  Muitos Winstubs levam grupos de turistas para visitar seus vinhedos, mas como nossa viagem foi em Dezembro, decidimos ficar só pela cidade, já que as vinhas ficam bonitas nas estações mais quentes do ano.

Quem visita a cidade na primavera ou verão, pode fazer caminhadas nas montanhas ou passear de bicicleta pelos vinhedos. Viagens no frio pedem lugares aquecidos, portanto, podem visitar o Museu Hansi, com os trabalhos do artista Uncle Hansi, que foi um escritor e cartunista local com trabalhos lindos sobre a vida na Alsácia. Outro lugar interessante é a loja de brinquedos Käthe Wohlfahrt, que é original da Alemanha mas que se instalou em Riquewihr para acompanhar a tradição de natal da região – um espetáculo.

Riquewihr

Riquewihr

Finalmente, se for passear na região entre o fim de novembro até fim de dezembro, não deixe de visitar os mercados de Natal. Em Riquewihr há dias com desfiles com música e vestimentas tradicionais, além de perfomances culturais muito legais de conhecer!

RIBEAUVILLÉ

Como Ribeuavillé é maior, você deverá estacionar o carro um pouco fora do centro e caminhar para chegar ao centro de turismo da cidade. Na região há três castelos alinhadinhos, que fazem parte da povoação de Ribeauvillé, o Girsberg-Stein, o Saint Ulrich e o Haut-Ribeaupierre. Em toda a cidade é possível avistar os castelos e lembrar que a nobreza estava sempre de olho na plebe, durante a idade média! 😛

Ribeauville

O edifício onde está a prefeitura de Ribeauvillé é um dos pontos principais da cidade, além da casa Maison des Ménétriers, particularmente uma das casas mais decoradas da cidade.

Também há diversos Winstubs pela cidade, onde é possível degustar os vinhos Riesling e Gewurztraminer (jesus amado, que palavra é essa?), vinhos premiados e sim, maravilhosos. Além destes, também servem o Pinot Noir, Pinot Gris e lá pela quinta garrafa você já nem sabe mais que vinho está tomando e tudo fica ainda mais perfeito na cidade!

Ribeauville

Onde ficar em Riquewihr e Ribeauvillé?

Eu deixei para reservar hotel de última hora nessa viagem e isso é um erro brutal na hora de economizar com hotel na Alsácia. As pessoas reservam hotéis com meses de antecedência e, em cima da hora fica tudo lotado ou caríssimo. Se eu tivesse me planejado com antecedência, teria conseguido vagas nos charmosos hotéis do centro de cada cidade. Em Riquewihr eu teria ficado no Hotel à l’Oriel, um lugar lindo no centro da cidade, com ótimos preços e boa avaliação dos hóspedes.

Em Ribeauville, o Hôtel du Mouton me pareceu uma excelente opção. Este é um hotel de gestão familiar, num edifício do século XIV, localizado no centro de Ribeauvillé. Tem um estacionamento público gratuito bem próximo ao hotel, que também possui um restaurante tradicional. Outro local interessante é o Hôtel Le Ménestrel, a 500 metros do centro histórico e com ótimo custoXbenefício.

Hotel Du Mouton Booking.com

Últimas dicas sobre Riquewihr e Ribauvillé

Bom, nessas cidades não se pode entrar com o carro no centro histórico, portanto, você precisará estacionar o veículo nos estacionamentos públicos na entrada de cada vila. Os estacionamentos são marcados com a letra “P” bem grande e costumam ter parquímetros. Reserve moedas para pagar os estacionamentos (ainda que eu tenha encontrado parquímetros que aceitem cartão de crédito). Aos domingos, os estacionamentos costumam ser grátis, verifique nas placas de informação de cada estacionamento.

Links úteis para a sua viagem

Aqui vai uma lista com alguns links interessantes para te ajudar com a sua viagem. Se tiver dúvida, é só fazer um comentário que eu responto!

Para encontrar um hotel bom e barato, eu uso o Booking.com. Mas eu tenho alguns truques aqui neste post com dicas para economizar na hora de reservar um hotel.

Outra ferramenta legal para encontrar passeios e tours é a Get Your Guide. Essa é uma empresa que seleciona tours em todo o mundo e você pode reservar os passeios com antecedência sem sair de casa. Os preços deles são ótimos e tem muita coisa em Português! Além dessa, eu uso bastante a Tiqets, que tem a vantagem de dar os bilhetes no celular, sem precisar imprimir.

Para quem viaja de carro, aqui vai um post com dicas para alugar um carro pela Europa. A lógica é parecida para outros continentes. Para comparar as tarifas das locadoras, eu uso o site da Rental Cars que já coloca todos os preços juntos e poupa um tempo danado!

Recentemente eu descobri a Seguros Promo para quem precisa cotar seguro de viagens ao redor do mundo. Como o seguro de viagem é obrigatório para muitos lugares, eles dão boas ofertas e 5% de desconto para os leitores do blog se você clicar neste link aqui.


Booking.com