Fizemos um cálculo de quanto custa viajar para Paris e o resultado é um apanhado de custos básicos de uma viagem econômica, porém confortável. Viajar para Paris requer planejamento, e aqui deixamos o passo a passo dos gastos que você provavelmente terá para tornar isso realidade.

Sabemos que cada viagem depende do estilo da pessoa, portanto, aqui montamos um guia básico de uma viagem com excelente custo X benefício. Fizemos uma previsão para uma viagem de 7 dias em Paris. Mas, claro, você pode ajustar os preços de acordo com as suas necessidades e número de dias exatos que for ficar.

Passagem aérea para Paris

Bom, o primeiro passo de um bom planejamento de viagem é a compra da passagem. Eu sempre prefiro viajar em meia estação, tipo primavera ou outono, para reduzir as contas de quanto custa viajar para Paris. As temperaturas costumam ser mais amenas, as cidades mais vazias e as passagens mais baratas também.

O bom é começar a se planejar com antecedência, tipo uns 6 meses antes da viagem, para conseguir pegar alguma promoção ou preços mais em conta. Fique atento, pois quanto mais em cima da hora você deixar para comprar a sua passagem, mais cara ela vai ficar!

Eu geralmente faço as minhas cotações pelo Decolar ou pelo Skyscanner. A vantagem do Decolar é que eles geralmente dividem em até 10 vezes, mas também cobram uma taxa administrativa. Uma opção é também olhar no Decolar e depois comprar diretamente da companhia aérea, que não oferece as mesmas opções de pagamento, mas também não te cobra essa taxa.

Para voar na primavera, a média da passagem na classe econômica ida e volta para Paris saindo de São Paulo é 700 euros.

Hospedagem em Paris

A hospedagem é geralmente a parte mais cara de qualquer viagem. Junto com a passagem aérea, hotel é um dos custos mais altos em Paris. Existem várias formas de economizar na hospedagem e a gente já contou um pouquinho sobre como escolher hotéis baratos aqui. A verdade é que ninguém quer passar perrengue em viagem e a escolha da hospedagem acaba sendo bem importante.

Se você vai viajar sozinho, com família ou grupo de amigos, o Airbnb pode ser uma boa opção. Nele você pode alugar um apartamento inteiro ou apenas um quarto na casa de alguém. Só observe bem a localização e as avaliações das pessoas que já ficaram no local. Escolher hospedagem apenas pelo preço pode ser uma grande roubada!

Ficar em hotel também pode ser uma boa opção, pois muitos deles oferecem café da manhã. É importante ver isso quando for escolher a sua hospedagem, pois às vezes queremos economizar numa diária sem café da manhã, mas acabamos gastando mais em alimentação depois. É o tal do barato que sai caro, sabe? Para escolher hotel, sempre uso o booking.com, que oferece boas opções e cancelamento grátis na maioria das vezes.

Da última vez que fomos à Paris ficamos num hotel muito bom, com um preço super acessível, bom café da manhã e ótima localização. Se você quiser saber mais sobre ele, tem um post especial aqui.

Utilizamos o hotel Glasgow como base para o cálculo do preço da hospedagem para duas pessoas, por 7 dias.

Glasgow Monceau by Patrick Hayat
Endereço: 7º arr., Paris (Excelente localização próximo ao metrô)
Reserve este hotel direto no Booking.com

Hospedagem: quarto para duas pessoas por sete dias: 708 euros

Seguro viagem

O Seguro viagem é um item obrigatório para entrar na Europa. Ao passar pela imigração não deixe de levá-lo impresso, contratado para o numero de dias que você ficará no Continente.

Cada país tem uma regulamentação e um preço diferente para o seguro viagem. O seguro viagem para a União Européia não costuma ser caro e é uma dor de cabeça a menos para você, caso aconteça algo.

Neste caso, por 7 dias de viagem, o valor do seguro viagem seria algo em torno de 20 euros. Por ser barato, este valor não interfere muito no cálculo de quanto custa viajar para Paris, mas é super importante incluí-lo na conta.

Uma dica: Se você quer fechar o seu seguro com o nosso parceiro, ganha um desconto especial de 5%, disponível neste link aqui. Basta usar o código EUANDOPELOMUNDO5 e você receberá o desconto. 🙂

Transfer em Paris

Chegando em Paris, a última coisa que a gente quer é passar perrengue! Tem aqueles viajantes que se sentem confortáveis em pegar um ônibus ou metrô do aeroporto até o hotel, mas eu entendo que geralmente esse percurso dá um pouco de receio, principalmente quando você não domina o idioma ou se é a sua primeira vez por ali.

Chegando em Paris, você tem várias opções para ir até o seu hotel ou Airbnb. Você pode usar o transporte público e economizar, pode pedir um táxi ou pode contratar um serviço de transfer que pode ser do hotel ou um que indicamos que é um guia brasileiro, que vai te esperar na sala de desembarque com uma plaquinha com o seu nome e vai te deixar no seu hotel ou Airbnb com todo conforto e comodidade.

Abaixo seguem as estimativas de preço:

Transporte público: aproximadamente 12 euros

Atenção: No caso de utilizar transporte público, tanto se você chegar no aeroporto Charles de Gaulle ou Orly, é importante ter em mente que a viagem até o centro é um pouco longa e você terá que fazer algumas baldeações. Esteja atento ao tamanho da sua mala e saiba que você terá que caminhar um bocado, além de subir e descer escadas. É por isso que eu sempre tento viajar apenas com mala de mão. 😉

Transfer: entre 80 e 130 euros

Um guia brasileiro residente em Paris te busca no aeroporto e te leva em seu carro até o seu hotel. Você também pode solicitar esse serviço diretamente ao seu hotel, caso ele ofereça.

Chip de celular em Paris

Viajar para Paris e ficar sem internet no celular é algo que ninguém quer, né? Então, o primeiro passo após chegar é ir atrás de um bom chip de celular.

A Lycamobile é uma operadora de baixo custo que tem cobertura em toda a Europa. É bem fácil de encontrar, ainda mais em pontos turísticos, e você ativa no momento. É um chip pré-pago, que tem roaming e chamadas gratuitas em toda a Europa. Para 7 dias de viagem, acredito que 10GB seja suficiente, dependendo do seu uso.

Chip 10GB: 15 euros (eles sempre fazem promoção, então esse valor pode ser ainda menor!)

Se locomovendo em Paris

A melhor forma de ver Paris é à pé, mas sabemos que a cidade é grande e em algum momento um deslocamento maior precisará ser feito. Com seu novo chip instalado no celular, você poderá usar o Google Maps para se localizar e saber como chegar aos lugares sem se perder.

Eu costumo brincar que o Google Maps é o meu melhor companheiro de viagem, pois ele sempre dá as linhas de ônibus ou metrô que preciso pegar, com a hora e ponto exatos. Em Paris não é diferente.

Em Paris os bilhetes são integrados. O mesmo bilhete vale para ônibus e metrô e ele tem uma validade de 1h30. Ou seja, você pode usá-lo para ir a um lugar e se demorar menos de 1h30 ali, pode usá-lo novamente. Isso também vale caso você sair de um metrô e tiver que pegar um ônibus ou vice versa. Não importa. Nesse período de tempo você poderá utilizá-lo quantas vezes for necessário.

O valor unitário é 1,90 euros, mas se você comprar 10 passes (a nossa recomendação), você paga apenas 14,90 euros. Ele são vendidos em máquinas específicas que ficam nas estações de metrô da cidade.

Suponhamos que você use uma média de 3 bilhetes por dia, no final de 7 dias você terá gasto aproximadamente 29,80 euros em transporte público.

Alimentação em Paris

A alimentação em Paris vai depender muito do seu estilo. Os preços variam muito e você pode gastar pouco ou muito dependendo do que estiver buscando.

Em cada esquina é comum encontrar uma padaria onde você pode se deliciar com croissants ou os famosos sanduíches na baguete. Um croissant gira em torno de uns 2,50 euros, o café também. Já um sanduíche na baguete (que pode ser um belo de um almoço), custa em torno de uns 5 euros. Se você for sentar e comer num restaurante de um nível normal, o preço pode variar de 15 a 20 euros com bebidas. Já num restaurante um pouco mais caro, você pode pagar uns 40 euros, como foi a nossa experiência no Buillon Racine.

Comparado a São Paulo, eu não acho os preços de Paris tão exorbitantes. Inclusive acho que tem muitas opções baratas para você não passar fome e comer bem.

Vamos aos preços para fazer conta de quanto custa viajar para Paris:

  • Café da manhã: 10 euros
  • Almoço: 20 euros
  • Jantar: 30 euros

Total para 7 dias: 420 euros

É claro que esse valor pode variar muito, como disse anteriormente, vai depender do seu estilo. Você pode gastar menos num dia, como pode gastar mais em outro. Mas eu acredito que essa seja uma média de cálculo segura para se ter refeições boas e agradáveis, com vinho e gorjetas incluídos. Uma boa pedida para economizar é sempre pedir o vinho da casa. Costuma ser bem mais barato e nada ruim, pelo contrário. Estamos na França, né? Beber vinho ruim vai ser quase uma missão impossível!

Outra coisa a se pensar é o café da manhã. Se você estiver em um hotel que ofereça café da manhã, mais economia pra você!

Atrações em Paris

Paris é cheia de museus e atrações que não podemos deixar de ver. O problema é que quase todos eles custam dinheiro! Então é bom separar uma graninha para não perder nada.

Aqui eu sugiro as principais atrações pagas para se ver em sete dias, que é a nossa proposta. Todas elas você pode ver de fora e não pagar nada, é claro. Mas se você vai para Paris, conhecer tudo faz toda a diferença, né? E, novamente, você pode escolher o que quiser. Entre as atrações, aqui o preço de cada uma para te ajudar no cálculo de quanto custa viajar para Paris:

Nossa recomendação é comprar os ingressos com antecedência para não pegar filas. Lembre-se que Paris é uma cidade que recebe turistas do mundo inteiro durante todo o ano, então as filas são sempre grandes. Se você quiser garantir as suas entradas e não perder tempo das suas preciosas férias, recomendamos este site aqui.

IV EEBB Paris

Quanto custa viajar para Paris: 7 dias de viagem

Paris, por ser tão turística, não é uma cidade tão barata. Mas se você se programar com antecedência, dá pra fazer uma viagem gostosa e econômica.

Aqui vai, então, o nosso cálculo final de quanto custa viajar para Paris:

  • Aéreo São Paulo – Paris: 700 euros
  • Hospedagem: 708 euros
  • Seguro viagem: 20 euros
  • Transfer Aeroporto ida e volta: 160 euros
  • Chip celular: 15 euros
  • Transporte público: 29,80 euros
  • Alimentação: 420 euros
  • Atrações: 189 euros
  • Total: 2.241,80 euros (ou aproximadamente R$ 9.000,00)

Com estas estimativas, já dá pra saber quanto custa viajar para Paris e começar a se preparar! E falando em preparação, você já está preparado para passar pela imigração na Europa? Aqui neste post te contamos melhor!

Links úteis para a sua viagem

Aqui vai uma lista com alguns links interessantes para te ajudar com a sua viagem. Se tiver dúvida, é só fazer um comentário que eu responto!

Para encontrar um hotel bom e barato, eu uso o Booking.com. Mas eu tenho alguns truques aqui neste post com dicas para economizar na hora de reservar um hotel.

Outra ferramenta legal para encontrar passeios e tours é a Get Your Guide. Essa é uma empresa que seleciona tours em todo o mundo e você pode reservar os passeios com antecedência sem sair de casa. Os preços deles são ótimos e tem muita coisa em Português! Além dessa, eu uso bastante a Tiqets, que tem a vantagem de dar os bilhetes no celular, sem precisar imprimir.

Para quem viaja de carro, aqui vai um post com dicas para alugar um carro pela Europa. A lógica é parecida para outros continentes. Para comparar as tarifas das locadoras, eu uso o site da Rental Cars que já coloca todos os preços juntos e poupa um tempo danado!

Recentemente eu descobri a Seguros Promo para quem precisa cotar seguro de viagens ao redor do mundo. Como o seguro de viagem é obrigatório para muitos lugares, eles dão boas ofertas e 5% de desconto para os leitores do blog se você clicar neste link aqui.


Booking.com