Que a Itália é o país dos sonhos, todos nós já sabemos. Mas o que muitos não sabem é que essa viagem pode custar muito menos do que a gente imagina. Eu sempre costumo dizer que tudo o que é bem planejado, tem grandes chances de acontecer. E essa viagem é uma delas. Quer conhecer esse paraíso? Nós fizemos um cálculo de quanto custa viajar para Itália e vamos te dar todos as dicas!

Manarola Cinque Terre

Óbvio que os valores vão depender muito do seu roteiro e das cidades que você deseja visitar. Mas fizemos aqui um compilado de gastos básicos para você saber quanto custa viajar para Itália e já se programar.

Quanto custa viajar para Itália: Passagem aérea

A passagem é uma peça fundamental em qualquer viagem e pode ser muito barata ou muito cara dependendo de quando ou para quando você comprá-la. Viajar em alta temporada sempre é mais caro, ainda mais para a Europa. Os meses de julho/agosto e dezembro/janeiro são os meses em que os custos de passagem aumentam consideravelmente. A minha dica é sempre viajar em meia estação, como primavera e outono. Para a Itália principalmente! Além das passagens serem mais baratas, você não enfrentará cidades tão cheias de turistas, além de também encontrar temperaturas mais amenas e lindas paisagens.

Assis Itália

Resumindo, os melhores meses para viajar seriam: entre março e maio e setembro e outubro. Nessa época, o preço de uma passagem São Paulo – Roma ou Milão, custa ao redor de 700 euros ida e volta.

Dica: veja aqui as promoções de passagem aérea da Latam.

Quanto custa viajar para Itália: Hospedagem

A hospedagem é talvez a parte mais cara da viagem. Mas a boa notícia é que na Itália existem boas e baratas opções para se hospedar. É importante buscar bem e ficar de olho nas avaliações para não cair numa roubada. Os preços variam de acordo com a cidade: quanto mais turística, mais caro, claro. A minha recomendação é sempre pesquisar no booking.com os destinos e as datas. Eles oferecem avaliações de outros hóspedes que permite que você não dê um tiro no escuro na hora de escolher.

A média de preço de um bom um hotel na Itália gira ao redor de 100 euros a diária para duas pessoas. Esse valor leva em consideração as cidades mais turísticas e também uma boa localização. Por hotel bom eu me refiro a uma acomodação confortável, com café da manhã e bem localizado, ou seja, hotéis com bom custo X benefício. Mas, é claro, você pode conseguir preços mais baratos e mais caros, se tiver buscando algo mais luxuoso.

3 dias em Roma

Quanto custa viajar para Itália: Seguro Viagem

O Seguro viagem é um item obrigatório para entrar na Europa. Ao passar pela imigração não deixe de levá-lo impresso, contratado para o número de dias que você ficará no continente.

Cada país tem uma regulamentação e um preço diferente para o seguro viagem. O seguro viagem para a União Européia não costuma ser caro e é uma dor de cabeça a menos para você, caso aconteça algo.

Neste caso, por 15 dias de viagem, o valor do seguro viagem seria algo em torno de 38 euros. Por ser barato, este valor não interfere muito no cálculo de quanto custa viajar para Itália, mas é super importante incluí-lo na conta.

Uma dica: Se você quer fechar o seu seguro com o nosso parceiro, ganha um desconto especial de 5%, disponível neste link aqui. Basta usar o código EUANDOPELOMUNDO5 e você receberá o desconto.

Bolonha

Quanto custa viajar para Itália: Chip de Celular

Viajar para a Itália e ficar sem internet no celular é algo impensável, né? Então, o primeiro passo após chegar é ir atrás de um bom chip de celular.

Lycamobile é uma operadora de baixo custo que tem cobertura em toda a Europa. É bem fácil de encontrar, ainda mais em pontos turísticos, e você ativa no momento. É um chip pré-pago, que tem roaming e chamadas gratuitas em toda a Europa. Para 15 dias de viagem, acredito que 10GB seja suficiente, dependendo do seu uso.

Chip 10GB: 25 euros (eles sempre fazem promoção, então esse valor pode ser ainda menor!)

Quanto custa viajar para Itália: Se locomovendo pelo país

Transporte público nas cidades da Itália

Itália é o lugar para bater perna. Em cidades menores, como Florença e Veneza, você certamente fará tudo à pé se estiver num hotel bem localizado. Para cidades grandes, como Roma ou Milão, talvez você use mais o transporte público, que com a ajuda do Google Maps te leva onde você quiser (por isso é tão importante ter o chip de celular!). Os bilhetes de transporte público na Itália são vendidos nas tabacarias, bancas de jornais ou estações de metrô. Não existe cobrador nos ônibus e você é responsável por validar o seu ticket quando embarca. Você pode viajar também sem validar o ticket ou, inclusive, sem ticket. Mas se um fiscal te pegar, a multa é grande. Então, melhor não dar mole.

O ticket na Itália vale €1,50 e é válido por 1 hora e meia, ou seja, você pode fazer integração entre metrô/ônibus/tram, se necessário, dentro desse período de tempo.

Alugando carro na Itália

Para aqueles que gostam de se aventurar ainda mais, uma boa pedida é alugar um carro na Itália para percorrer diversas cidades com autonomia. As estradas italianas são muito charmosas e, de carro, você tem a oportunidade de passar por lindos e encantadores vilarejos no meio do caminho e parar para tomar um café ou apreciar uma boa pasta. Para brasileiros, a nossa CNH é válida lá enquanto turistas. Então, para alugar um carro na Itália, você só precisa de uma carteira de motorista em dia e um cartão de crédito internacional. A média d a diária de um carro popular por lá é 25 euros, mas não se esqueça de calcular a taxa extra caso você alugue numa cidade e devolva em outra, ok?

Assis Itália

Eu, quando fui a Turim, aluguei um carro pela Rental Cars, que me ofereceu as melhores opções de custo/benefício.

Viajando de trem pela Itália

Se você vai viajar sozinho, não gosta/pode dirigir ou simplesmente quer saber como é viajar de trem e pretende percorrer várias cidades na Itália, essa é também uma excelente opção. Os trens na Itália são confortáveis, acessíveis e fáceis de se pegar. A maioria das cidades italianas contam com uma estação de trem e as cidades principais (e mais turísticas) são conectadas por linhas de alta velocidade. Os preços podem variar muito, principalmente de acordo com a distância.

Aqui abaixo, alguns valores médios:

Roma a Assis: 10,40 euros
Roma a Florença: 19,90 euros
Florença a Veneza: 20,35 euros
Florença a Milão: 24,90 euros
Milão a Turim: 12,45 euros
Milão a Veneza: 19,90 euros
Roma a Veneza: 35,90 euros

Se você quiser fazer mais pesquisas ou já garantir os seus tickets de trem, você pode clicar aqui no site da Rail Europe que tem ótimas ofertas.

Quanto custa viajar para Itália: Alimentação

Umas das coisas mais fantásticas de se fazer na Itália é comer. E ali, comer mal é uma coisa praticamente impossível. A notícia boa é que a Itália é um país barato para se comer. As opções são inúmeras, mesmo nas cidades mais turísticas. A recomendação é sempre pedir o vinho da casa, que todo restaurante tem, custa pouco e sempre é bom. Um almoço médio, com vinho e café pode te custar entre 10 e 15 euros. Um jantar também está nessa média, mas pode ser um pouco mais caro, como uns 20 euros. Óbvio que tudo depende do seu estilo, esses valores são padrões e podem variar para mais ou menos.

Já o famoso expresso ou cappuccino são bem baratos. Algo em torno de 1,20 euros. E o corneto (croissant) também fica mais ou menos no mesmo valor. E um gelato, algo em torno de 2 euros. Ou seja, dá pra comer bem pagando pouco!

Comer em Turim

Quanto custa viajar para Itália: Atrações

As atrações pagas vão depender muito das cidades visitadas. Vamos colocar aqui algumas principais em Roma e Florença, que são os destinos mais desejados.

Roma e Vaticano:

Coliseu + Fórum Romano: 21,50 euros
Museu Vaticano e Capela Sistina: 26,00 euros
Basílica de São Pedro: 19 euros

Florença:

Galerias Uffizi: 16,50 euros
Galeria da Academia de Belas Artes: 19,50 euros
Palácio Vecchio: 20 euros
Jardins de Boboli: 10 euros
Palácio Pitti e Galeria Palatina: 16 euros

Nossa recomendação é comprar os ingressos com antecedência para não pegar filas. Lembre-se que a Itália é um país que recebe turistas do mundo inteiro durante todo o ano, então as filas são sempre grandes. Se você quiser garantir as suas entradas e não perder tempo das suas preciosas férias, recomendamos este site aqui.

Milão

Quanto custa viajar para Itália – Resumo dos gastos

Bom, a Itália é um país que merece ser visitado com calma. Tudo nele é lindo, então os gastos finais dependerão do roteiro escolhido e dos dias ali. Vamos aqui a um resumo dos gastos de quanto custa viajar para Itália. Assim você conseguirá se planejar bem financeiramente para viajar por 15 dias. Lembrando que isso é apenas uma média e esses valores podem variar muito dependendo dos destinos internos e do seu estilo.

Passagem aérea: 700 euros
Hospedagem: 1.500 euros
Seguro Viagem: 38 euros
Chip de celular: 25 euros
Passagens de trem: 80 euros
Transporte público: 15 euros
Alimentação: 560 euros
Atrações: 148,50 euros

Total: 3.066, 50 euros ou aproximadamente 12.500 reais.

Com estas estimativas, já dá pra saber quanto custa viajar para Itália e começar a se preparar. E falando em preparação, você já está preparado para passar pela imigração na EuropaAqui neste post te contamos melhor!

Links úteis para viajar pela Itália

Aqui vai uma lista com alguns links interessantes para te ajudar com a sua viagem pela Itália. E se pintar alguma dúvida, já sabe, mande uma mensagem aqui no blog que será um prazer te responder!

Antes de mais nada, veja alguns roteiros interessantes escritos para quem vai pra Itália:

Além destes roteiros, aqui vai uma lista com dicas de algumas cidades:

Claro que tem muito mais posts, então para ler todos os posts sobre a Itália, é só clicar aqui neste link.

Se você vai viajar de carro pela Itália, talvez valha a pena dar uma lida neste post com dicas para alugar um carro pela Europa. Lembre-se de que o trânsito na Itália é meio nervoso e talvez seja prudente olhar com antecedência as tarifas das locadoras e comparar seguros, preços e condições. Sugiro sempre comparar pelo site da Rental Cars que já coloca todas as locadoras de uma vez juntas.

Recentemente eu descobri a Seguros Promo para quem precisa cotar seguro de viagens ao redor do mundo. Achei os preços deles ótimos e eles dão 5% de desconto para os leitores do blog se você fizer o seguro através deste link aqui.

Procurar um hotel na Itália pode ser meio complicado, aqui vai uma lista com as melhores opções de hotéis para ficar em algumas cidades italianas:

Se ainda assim precisa de ajuda, eu fiz este post com algumas dicas para economizar na hora de reservar um hotel. Eu sempre recomendo o uso do Booking.com como ferramenta para comparar tarifas e reservar as melhores ofertas.

Outra ferramenta legal para encontrar passeios e tours é a Get Your Guide. Essa é uma empresa que seleciona tours em todo o mundo e você pode reservar os passeios com antecedência sem sair de casa. Os preços deles são ótimos e tem muita coisa em Português, como por exemplo, este tour completo do Vaticano.

Finalmente, quem estiver viajando pela Itália, não pode perder a oportunidade de comer um “Aperitivo“, que é tipo a nossa "happy hour" mas com comida grátis inclusa - ou quase grátis. E claro, ninguém pode deixar de provar a pizza na Itália, né?