Continuando a série de posts sobre a Sicília aqui no blog, hoje eu vou falar sobre Messina e Taormina, duas cidades charmosíssimas e que valem muito a pena conhecer. Valem porque elas conservam a arquitetura típica e a cultura local, e mesmo com vários turistas passeando por lá é possível deparar-se com gente vivendo a vida “a la italiana”. É o que mais gosto de observar nas minhas viagens!

Nota: Este foi o dia #2 de nossa viagem pela Sicília. Para ler sobre o dia #1, clique aqui. Para chegar em Messina foi necessário alugar um carro, já que nosso avião chegou por Palermo, que fica do outro lado da ilha.

O que fazer em Messina?

1. Aventure-se em um hotel diferente

Chegar em Messina foi uma aventura daquelas! Isso porque chegamos muito tarde, já não havia comércio aberto e eram pouquíssimos carros transitando. Nós havíamos reservado um Bed and Breakfest pela internet e confiávamos no GPS para chegar ao local do hotel. Só que não era bem um hotel. E o GPS não encontrava o endereço. Foi aí que nos deparamos com a gentileza e amabilidade dos sicilianos. Ciente de que os dois turistas estrangeiros não iriam encontrar o lugar, o dono contatou o booking (site pelo qual tínhamos feito a reserva) que nos ligou no meio do caminho para sugerir a rota adequada. Só que a ligação caiu e, em vez de ligar o f.da-se, o dono insitiu e tentou o contato pessoalmente várias vezes até que a ligação se estabilizou e ele conseguiu nos orientar. Ainda assim, nos perdemos algumas vezes até encontrar o alojamento: um apartamento mobiliado no meio da montanha. Dica: confie e fique lá! A experiência é inesquecível!!!

Deu um certo medo no começo, porque já sabe, somos desconfiados de tudo o que parece suspeito… Não era um hotel, o dono nos esperava no meio do nada para nos levar ao local programado, estava muito escuro e o bairro não era lá amigável ao nosso ver. A iluminação insuficiente e as casas amontadas pela montanha nos faziam pensar que podia ser uma furada… Ledo engano. Encontramos um aconchegante apartamento com tudo o que precisávamos naquela noite. Além disso, o dono do alojamento nos recebeu, nos orientou sobre o que comer, o que visitar e quais lugares eram imperdíveis para o dia seguinte. Ele nos deu a chave e ainda soltou: “quando saírem, deixem o dinheiro em cima da mesa com a chave que eu venho buscar depois. Tenham uma ótima viagem.” Isso às 11 e meia da noite. Demais pra nossa cabeça!!! E pra completar, de manhã fomos presenteados com uma das melhores vistas que podíamos ter, pagando um valor bem pequeno, comparado com os grandes hotéis.

Blu Paradise Messina
Vico Mollica Villaggio Paradiso, 98168 Messina, Itália
Reserve pelo Booking.com

Imagen

Olha a vista do nosso alojamento: ali do outro lado já é a Itália continental, pertinho né?

Reserve o Blu Paradise no Booking.com, clique aqui.

2. Engorde

A aventura gastronômica da Sicília apenas começava… De café da manhã, pedimos Granita de Café con Panna e Brioche Siciliana. A nossa brioche era sem recheio, mas os sicilianos (PASMEM) colocam sorvete  (!!!) como recheio. É isso aí, pão com gelato. E a Granita é um café com gelo ralado, sorvete e creme de leite. SANTO ESTÔMAGO! Acho que em nenhum outro lugar do mundo é socialmente aceitável começar o dia com uma bomba calórica de 4000 calorias, mas na Sicília tudo pode!  #amoasicilia #siciliamaravilhosa #gordinhaefeliznasicilia

3. Divirta-se

Depois de devorar nosso café da manhã, saímos para conhecer Messina.
Como nosso tempo era curto, o melhor que podíamos fazer era pegar um city tour. Eu geralmente não gosto de city tours porque eles limitam a programação, mas para quem tem pouco tempo, é sim uma boa opção. Dá pra conhecer vários lugares – ainda que superficialmente – e ter uma idéia geral sobre como é a cidade.
Mas já que era para turistar, resolvemos fazer bem feito: pela primeira vez pegamos o trenzinho para turistas, destes que vão buzinando e contando historinhas pelo caminho! E nos divertimos muito fazendo isso! Olha que legal o que a gente viu por lá!

A empresa de city tour que utlizamos foi a “Discover Messina” , com guia em espanhol. Há a possibilidade de fazer o passeio com informações em inglês, francês, espanhol, alemão e italiano.

4. Engorde um pouco mais

Como compramos o city tour na praça da catedral (onde, diariamente ao 12:00 há uma apresentação de bonecos no relógio da torre) tínhamos direito a uma degustação de produtos típicos. Mas não era uma degustaçãozinha qualquer… Tava tudo liberado na loja para o que a gente quisesse provar! Sem brincadeira! Eu acho que o cara queria nos embriagar de qualquer maneira, dá uma olhada no vídeo da degustação! E ainda teve muito mais comidinha e bebidinha, eu é que não consegui filmar tudo! ADORAMOS!!!

Esta foi a “degustação doce”, que veio incluída no pacote do city tour que fizemos em Messina.

5. Almoce no Alberto

O Trip Advisor sempre nos salva na hora de comer. Desta vez não foi diferente, na hora do almoço (sim, ainda conseguimos almoçar) buscamos a lista de restaurantes de Messina e encontramos o Ristorante Alberto. Por incrível que pareça, ele é o primeiro da lista do trip advisor e nem por isso é o mais caro. Vale muita a pena conhecer se estiver por lá, tem uma ótima comida e o preço é justo. Recomendo: prove o peixe espada!

6. Tour o Poderoso Chefão

Lá em Messina inventaram um tour que eu fiquei com muita vontade de ir! É o Tour O Poderoso Chefão, que passa por alguns lugares onde foram gravadas as imagens do filme e mostra também alguns pontos interessantes de Messina e do Porto no meio do caminho! A sensação é de que o passeio faz você voltar a 1971, quando o filmaram o Poderoso Chefão e faz te sentir no set de filmagens! O melhor, este tour tem em Português! OMG! Infos aqui.

Taormina

A nossa viagem seguiu em direção a Catânia, onde dormiríamos a próxima noite. Mas tivemos que fazer uma pausa no meio do caminho, em um vilarejo que se chama Taormina. Arrisco dizer que está entre os lugares mais bonitos da Itália, pois reúne paisagens – mar, praias cristalinas, montanhas e o vulcão Etna –  arquitetura, história e cultura em um único lugarzinho emuralhado. É lindíssimo! Vale a pena passear por lá com tempo, já que há vários museus e a possibilidade de entrar nos castelos medievais, no teatro grego-romano, conhecer as igrejas e passear pelas ruas movimentadas e caprichadas da vila, além de saborear um delicioso peixe à beira-mar. Veja que lindo! Há um tour de 4 horas saindo de Messina para Taormina, quem curte pode fazer o passeio aqui.

Imagen

O que fazer em Taormina?

Em Taormina é muito simples. Estacione seu carro e caminhe. O vilarejo é pequeno, a parte emuralhada da cidade é onde estão as atrações turísticas, você pode caminhar por todo o centro e se cansar, pode parar em uma gelateria (qualquer uma, são todas deliciosas) e desfrutar de um gelato de pistacchio (meu preferido!) e apreciar a vista. Se o mar de cansar, vire a cabeça para ver o vulcão. Se cansar, do outro lado está a montanha. Quando cansar de toda a beleza, volte a caminhar e assim sucessivamente.

É isso! Aguarde em breve o último post da série  especial sobre a Sicília, com informações sobre Catânia, a cidade mais animada da Sicília!

Links úteis para viajar pela Itália

Aqui vai uma lista com alguns links interessantes para te ajudar com a sua viagem pela Itália. E se pintar alguma dúvida, já sabe, mande uma mensagem aqui no blog que será um prazer te responder!

Antes de mais nada, veja alguns roteiros interessantes escritos para quem vai pra Itália:

Além destes roteiros, aqui vai uma lista com dicas de algumas cidades:

Claro que tem muito mais posts, então para ler todos os posts sobre a Itália, é só clicar aqui neste link.

Se você vai viajar de carro pela Itália, talvez valha a pena dar uma lida neste post com dicas para alugar um carro pela Europa. Lembre-se de que o trânsito na Itália é meio nervoso e talvez seja prudente olhar com antecedência as tarifas das locadoras e comparar seguros, preços e condições. Sugiro sempre comparar pelo site da Rental Cars que já coloca todas as locadoras de uma vez juntas.

Recentemente eu descobri a Seguros Promo para quem precisa cotar seguro de viagens ao redor do mundo. Achei os preços deles ótimos e eles dão 5% de desconto para os leitores do blog se você fizer o seguro através deste link aqui.

Procurar um hotel na Itália pode ser meio complicado, aqui vai uma lista com as melhores opções de hotéis para ficar em algumas cidades italianas:

Se ainda assim precisa de ajuda, eu fiz este post com algumas dicas para economizar na hora de reservar um hotel. Eu sempre recomendo o uso do Booking.com como ferramenta para comparar tarifas e reservar as melhores ofertas.

Outra ferramenta legal para encontrar passeios e tours é a Get Your Guide. Essa é uma empresa que seleciona tours em todo o mundo e você pode reservar os passeios com antecedência sem sair de casa. Os preços deles são ótimos e tem muita coisa em Português, como por exemplo, este tour completo do Vaticano.

Finalmente, quem estiver viajando pela Itália, não pode perder a oportunidade de comer um “Aperitivo“, que é tipo a nossa "happy hour" mas com comida grátis inclusa - ou quase grátis. E claro, ninguém pode deixar de provar a pizza na Itália, né?