Eu adoro Munique! É uma cidade grande, com uma vida agitada de centro urbano, mas ao mesmo tempo, conserva um clima de cidade pequena, onde tudo é perfeitinho! Dá pra fazer várias coisas em Munique, cidade que oferece muita história, arquitetura típica, boa gastronomia e ótimas opções de compra. Além de ser uma das cidades mais importantes da Alemanha, com uma história moderna e antiga bem particular, Munique é um centro de cultura impressionante. Há vários museus super interessantes e o centro histórico é impecável, a natureza é exuberante e os alemães são um povo muito legal para conhecer!

Munique

Onde fica Munique no mapa?

Fica no sul da Alemanha, é a capital da região da Baviera, ou Bavária (do latim) onde está a floresta negra, a rota romântica e o divino castelo Neuschwanstein. Quem vai a Munique pode aproveitar também para conhecer o norte da Suíça, a Áustria ou a República Tcheca. Há quem faça só a Alemanha também, que é uma super viagem, passando por Colônia, Frankfurt e Berlim.

Como chegar em Munique?

Se você for direto do Brasil, há voos diários para Munique saindo de São Paulo, pela Lufthansa. Os vôos são diretos e a Lufthansa é uma excelente companhia aérea. Se você estiver na Europa, Munique tem conexão com várias cidades, o aeroporto é bem movimentado e recebe voos de quase todas as cidades européias. Também há a opção de chegar de trem, pela estação Hauptbahnhof, ou estação central de Munique. E quem quiser dirigir pela Alemanha, também pode alugar um carro pela Rental Cars e buscar a melhor oferta! Dirigir nas rodovias alemãs é uma maravilha!

Minha rota em Munique

Estive lá duas vezes, a primeira viagem eu fiz na primavera, com o meu marido e a segunda, no fim do outono, com meus pais. Recomendo que você vá na primavera, por causa das flores! Ou então vá no começo de outubro e aproveite para curtir a famosa Oktober Fest – só não espere tranquilidade, a cidade lota durante as festas!

Quando eu fui pela primeira vez, fiquei besta de ver tanta organização numa cidade só. Tanto que até escrevi um texto sobre a sociedade alemã. É tudo tão diferente e ao mesmo tempo, é tão bonito ver uma sociedade que respeita o espaço alheio… Já a segunda vez, eu estava quase que guiando minha família por onde tinha andado antes, mas também conheci coisas novas e tive uma experiência brutal no campo de concentração de Dachau, ali perto. Brutal no sentido mais puro da palavra, quase saí de lá chorando… Se você quiser ir, prepare-se.

O que fazer em Munique?

Dentro da rota turística, Munique oferece muitas atrações. Separe 3 dias para conhecer Munique, 2 se estiver com pressa, deixando algumas coisas de lado, o que é uma pena… Para o campo de concentração você precisa de uma tarde ou uma manhã, e para ir ao castelo Neuschwanstein, você precisa separar 1 dia inteiro, porque fica em Füssen que é mais longinho. Vamos começar!

Marienplatz

Várias atrações turísticas estão em Marienplatz, como a Rathaus, ou a prefeitura da cidade. É impossível perder o prédio, é um edifício neogótico com uma orquestra de bonecos bem no topo. Aliás, todos os dias, às 11 da manhã (e às 12h e 17h, se for verão) os bonecos tomam vida e dançam no topo da torre, junto com uma música, representando histórias do século 16 da Baviera. É um espetáculo que dura entre 12 e 15 minutos e que vale muito a pena conhecer!

 

Foto: RH2010 stock.adobe.com

Viktualienmarkt

É o mercadão do centro, com frutas, legumes, verduras, queijos, embutidos e claro, cervejas. Recomendo uma passada por ali, e se bater aquela fome, lá é o lugar ideal para comer algo rápido ou mesmo provar o salsichão alemão. Além da breja! 😀

Odeonplatz

É uma praça imponente, com uma importante construção que homenageia o exército da Baviera, o Felderrnhalle ou Hall dos Heróis. Além de estátuas de bronze, o hall tem dois leões beeeem lindos e um jardim renascentista onde, durante o verão, acontecem vários shows ao vivo ao ar livre!

Munique

Catedral de Munique

É a catedral, que está no centro histórico, na parte mais turística da cidade.

É um edifício lindo, impressionante, assim como outras igrejas em Munique. Se tiver que escolher uma igreja para visitar, esta sem dúvida deve ser a escolhida!

English Garten

O jardim inglês é uma verdadeira jóia em Munique. É um parque bem grande, com vários caminhos e várias pracinhas, vale muito a pena caminhar por lá, principalmente se o dia estiver bonito! Alguns riachos passam por lá e inclusive se pode surfar em determinada parte do parque! Tire uma manhã para fazer a caminhada, porque o lugar é grande e merece ser apreciado sem pressa!

Munique

Munique

Bayern

Esta é para quem curte futebol! Dá pra visitar tanto o estádio do Bayern, quanto parte do centro de treinamento do time. Estive em ambos os lugares, e digo a real: não perca tempo indo ao centro de treinamento, só tem uma lojinha de souvenirs lá e pronto. Já o estádio, bom, tem visita guiada, dá pra ver a arquibancada, o campo, e o museu, que conta a história do clube. Tem um restaurante lá dentro e a estrutura é ótima. Só o preço que não é ótimo… Quando eu estive lá custava 22 euros para ver o museu e a arena. Mais informações no site oficial do Bayern.

Munique

Munique

Cervejaria Hofbräuhaus

A cervejaria mais famosa da cidade, um programa bem turistão! É um restaurante onde os garçons servem os vários litros de cerveja vestidos com trajes típicos da região. Lá você pode provar os pratos mais clichês, como salsichão, chucrute, comer pretzel e sair de lá rolando. Aproveite para ouvir musica alemã ao vivo: acordeões fazem a graça com os senhores bigodudos que compõem a orquestra.

Munique

Castelo de Neuschwanstein

É o famoso castelo que inspirou a Disney a criar o castelo da Bela Adormecida. O castelo é fabuloso, por dentro e por fora. Se você não quiser entrar, a visita vale só pelo passeio na montanha onde está o castelo.

Mas eu recomendo a visita por dentro! Você terá que comprar os tickets ainda no pé da montanha e escolhe subir a pé, de busão ou de carroça. Busão é a melhor opção! Daí você precisa esperar chamarem o seu turno na visita e entrará com um grupo. Daí você fará a visita guiada (em inglês ou alemão), que é o único jeito de conhecer o castelo. Há várias formas de chegar lá saindo de Munique, o trem é a maneira mais fácil, basta comprar o bilhete para Füssen, e na própria bilheteria o pessoal já te indica onde é a parada a descer.

Munique

Campo de Concentração Dachau

É o campo de concentração mais perto da cidade e um dos mais cruéis de toda a história da segunda guerra mundial. Foi o primeiro campo a ser liberado pelos aliados e o que as tropas aliadas viram está lá escancarado no museu. É de chorar, sem exagero. A entrada é grátis, mas se você quiser o áudio guia, custa 3,50. Recomendo ou o áudio guia ou a visita guiada (que custa 3 euros e ocorre diariamente em inglês, às 11hs e às 13hs) para entender os pedaços e as histórias do campo, que é enorme. Atenção que a visita não é recomendada para menores de 12 anos. Aviso que é uma experiência muito forte.

Para chegar lá desde Munique pode ser de trem, até a estação Dachau ou de carro. A partir da estação você pode pegar um ônibus ou ir a pé (mais ou menos 30 minutos de caminhada). Se resolver ir pé, saiba que era esse o caminho que faziam os judeus ao desembarcarem na estação, e durante o trajeto você vai encontrar várias placas com informação sobre o percurso.

Munique

Munique fora da rota turística

Fora da rota turística meu conselho é caminhar, sem pressa e descobrir enquanto caminha os lugares que originalmente pertencem à cidade e à cultura das pessoas que vivem por ali.

Por exemplo, lá existe uma coisa chamada Car Sharing, que já está chegando no Brasil e em outros países, mas que começou ali. Basicamente é o uso de carros públicos! Os cidadãos que querem ter acesso a um carro na cidade mas não querem comprar ou alugar um carro por temporada, podem se inscrever no programa Car Sharing e, a partir de um aplicativo, descobrem onde está o carro disponível mais perto.

Chegando no carro, com a senha que eles receberam, abrem o carro e podem dirigir por toda a cidade e até mesmo para fora, pagando uma pequena taxa por quilômetro rodado e tempo de uso. Podem estacionar o carro em qualquer parte da cidade e quando não precisem mais do veículo, liberam o mesmo para outros usuários. Sabe o mais legal? Dentro do carro tem um cartão de crédito que pode ser usado para botar gasolina, caso o tanque esteja vazio! Não é incrível?

Acho que estar numa cidade e observar os costumes locais, entender a hora que se come, a hora em que as pessoas saem para trabalhar, conhecer umas palavras da língua local, entender os gostos e as peculiaridades de cada lugar faz a viagem ainda mais especial!

Onde dormir em Munique?

Hospedagem é cara em Munique. É o mais caro da viagem! Na primeira vez eu fiquei num hotel excelente, mas meio longe do centro, o NH München Ost. Este hotel é legal, o preço é mais barato e é um 4 estrelas! Só que, sendo longe do centro, apesar de estar pertinho de uma estação de trem, tem locomação bem limitada nas redondezas.

Já na minha segunda vez eu fiquei num aparthotel, que era muito melhor localizado, bem mais perto do centro e com fácil transporte até as zonas mais turísticas. Foi o Citadines Arnulfpark Munich. Recomendo este lugar caso você esteja buscando um alojamento excelente (um apartamento novinho, com ótima infra-estrutura) por um preço bom.

ImagemImagem Booking.com Citadines Arnulfpark Munich

Citadines Arnulfpark Munich
Arnulfstraße 51
Reserve direto no Booking.com

Últimas dicas sobre Munique

Além da salsicha e da cerveja, há várias coisinhas típicas que fogem do estereótipo. Recomendo que você prove o joelho de porco com batata gratinada, dica da Camillian, que mora em Munique há vários anos! Aliás, se você quer mais dicas sobre Munique, pode dar uma lida no blog dela, o Destino Munique, que conta várias histórias sobre a cidade e ainda oferece passeios guiados para brasileiros.

Links úteis para a sua viagem

Aqui vai uma lista com alguns links interessantes para te ajudar com a sua viagem. Se tiver dúvida, é só fazer um comentário que eu responto!

Para encontrar um hotel bom e barato, eu uso o Booking.com. Mas eu tenho alguns truques aqui neste post com dicas para economizar na hora de reservar um hotel.

Outra ferramenta legal para encontrar passeios e tours é a Get Your Guide. Essa é uma empresa que seleciona tours em todo o mundo e você pode reservar os passeios com antecedência sem sair de casa. Os preços deles são ótimos e tem muita coisa em Português! Além dessa, eu uso bastante a Tiqets, que tem a vantagem de dar os bilhetes no celular, sem precisar imprimir.

Para quem viaja de carro, aqui vai um post com dicas para alugar um carro pela Europa. A lógica é parecida para outros continentes. Para comparar as tarifas das locadoras, eu uso o site da Rental Cars que já coloca todos os preços juntos e poupa um tempo danado!

Recentemente eu descobri a Seguros Promo para quem precisa cotar seguro de viagens ao redor do mundo. Como o seguro de viagem é obrigatório para muitos lugares, eles dão boas ofertas e 5% de desconto para os leitores do blog se você clicar neste link aqui.


Booking.com