Gente, faz tempo que quero falar desta viagem que o Diego preparou como uma supresa para o meu aniversário, que foi em Janeiro! Eu completei 30 anos (caraca, cada vez que escrevo isso levo um choque) e ele resolveu fazer algo diferente comigo, para comemorar este dia especial! Como “viagem” é um tema recorrente, ele achou que valeria a pena fazer uma viagem inusitada, passando por 4 países, no dia do meu aniversário. E foi aprovadíssimo!!!  <3

Como fizemos 4 países em um dia?

Para que a gente pudesse realizar a proeza de estar em 4 países no mesmo dia, o Diego teve que limitar as opções para países que fazem fronteira com a Suíça! Claro, ou seria humanamente impossível viajar por 4 países no mesmo dia! A gente alugou um carro (para ver como alugar um carro na Europa, dá uma olhada neste post aqui) e fizemos Suíça, Alemanha, Áustria e Liechtenstein, onde passamos a noite em um hotel boutique fantástico, já vou contar pra vocês, vai lendo!

Konstanz, Alemanha

Saímos de Zurique cedinho e lá fomos nós em direção ao nosso segundo país: a Alemanha. Nossa parada era a cidade de Konstanz, que é ícone de compras para todo mundo que mora perto da fronteira com a Alemanha. Lá a gente aproveitou para caminhar pelo centro antigo, rever o arco do triunfo mais esquisito que a gente já viu na vida e fazer umas comprinhas porque né, era dia de aniversário e eu podia escolher um presente! Eu escolhi uma saia super lindinha e uma visita ao supermercado! É que as coisas custam tão caro em Zurique que sempre que a gente passa pela Alemanha aproveitamos para comprar sabão, detergente, amaciante e essas coisas de donos de casa!!! 😀 Muito Glamour, eu sei… #sqn

Konstanz fica a 1h de Zurique, em carro. Fica bem numa península do Lago de Konstanz, que faz a fronteira natural entre a Suíça, Áustria e Alemanha. Para chegar em Konstanz você pode usar a rodovia A1 na Suíça e depois liga o GPS para calcular a melhor rota! Também rola chegar por lá de ônibus, custa ao redor de 10CHF só a ida, se comprar em cima da hora vai custar mais caro. Os ônibus para lá saem de Zurich Sihlquai, bem atrás da estação de trens Hauptbahnhof. É melhor comprar o bilhete com antecedência, dá uma olhada neste link aqui.

Além de ser um grande centro de compras, Konstanz é também um lugar para curtir a natureza e relaxar. A cidade é uma graça, vale visitar nem que seja por algumas horas, como foi o nosso caso!

Com o porta malas cheio e as fotos feitas, pegamos a estrada outra vez, sentido ao terceiro país, a Áustria. Contornamos o Lago de Konstanz pelo sul e no caminho tiramos algumas fotos espetaculares! Vimos uma natureza exuberante de inverno e animais típicos da região, como ovelhas, cabras e veados! Lindinhos demais! A fome já batia e era chegada a hora para nossa próxima parada, o vilarejo de DornBirn.

Dornbirn, Áustria

Nossa chegada ao centrinho de Dornbirn foi bem tranquila, encontramos um estacionamento bem próximo ao centro velho. Essa é uma coisa que ainda me surpreende muito cada vez que viajamos de carro por aqui. Tipo a cidade tem 40mil habitantes e tem um mega estacionamento subterrâneo com centenas de vagas, com catraca automática e toda a parafernalha tecnológica digna de uma megalópole super agitada. Uma infraestrutura animal, saca? A gente viu vários teleféricos levando para as montanhas mais próximas, a rodovia perfeita e as ruas super bem sinalizadas. É muito bonito ver tudo funcionando assim!

Bom, em Dornbirn a gente foi direto procurar um restaurante para matar a fome! Achamos um lugar que servia somente 2 pratos: ou era Goulash com Rosti ou era Salsicha com Fritas. Eu fui de Goulash, Diego pediu Salsicha e óbvio que a gente trocou os pratos no meio do almoço. Um dia ainda vou assumir que sou trashfood na veia e parar de me enganar. Não anotei o nome do restaurante, mas também nem compensa porque a comida era bem meia boca. O ponto alto de Dornbirn foi a caminhada depois do almoço pelo centro antigo, seguida por uma subida numa das montanhas da cidade, olha que encanto!

Dornbirn é outro importante centro comercial da Áustria, é a capital do estado de Vorarlberg. Curioso é que, com 40 mil habitantes, é a décima cidade mais povoada da Áustria! Ti lindus! Por estar localizada num vale do rio Reno, possui uma posição geográfica estratégica e é um centro de comunicação de ônibus e trens no país e tem até um aeroporto pequeno nas redondezas! Como a gente já tinha feito compras na parada anterior, resolvemos explorar a natureza e caminhar pelas trilhas da região. Com tanta neve, deu pra fazer a digestão, brincar de guerrinha de neve, sentir frio e se preparar para pisar no nosso quarto e último país do dia: Liechtenstein.

Vaduz, Liechtenstein

Vaduz é a capital de Liechtenstein um principado minúsculo que fica perto da Suíça. Com uma população que não ultrapassa os 6.000 habitantes, é uma capital pacata e pitoresca, com uma grande atração que pode ser vista de todos os ângulos: o Castelo de Vaduz. Detalhe, este castelo ainda é a residência oficial do príncipe de Vaduz, portanto, não está aberto para visitação.

castelo_vaduz

Mas nós estávamos mais interessados em chegar o hotel e comer divinamente no restaurante Maare, onde o Diego tinha feito a reserva para comemorar o meu niver por lá! Detalhe: este restaurante tem 1 estrela Michelin, e foi a primeira vez na vida que eu pisei num lugar com estrela Michelin!!! Com uma fama dessas eu não ia perder a oportunidade de jantar algo super diferente, coisa que não encontraria fácil nos restaurantes de cada dia, né! Meu pedido foi direto e reto: Arraia. Quero comer essa arraia aí que tá no menu, moça. E assim foi, pedido processado e chegada triunfal da melhor e única arraia que já comi na vida!

arraia

Comer num restaurante Michelin é uma experiência super divertida. Tem muito glamour e muita expectativa, o chef vem conversar com você, a carta de vinhos é mega ultra top, eles enviam provinhas de coisas diferentonas para degustar, enfim, tem todo um ritual que vai ser assunto pra outro post. Depois de comer muito bem no restaurante Maare, que fica no Hotel Sonnenhof, restava caminhar até o nosso quarto para curtir o sono dos justos. Outro delhate: olha a vista desse quarto!

hotel_vaduz

Sim, são os Alpes ao fundo! Foi muito romântico chegar nesse quarto e ver estas montanhas branquinhas ao fundo e ver tudo o que o Diego tinha preparado para comemorar os meus 30 anos ali comigo. Foi um presente mais do que especial, é algo que vai ficar pra sempre guardado na nossa memória e claro, neste post! 😀

Último detalhe: em Vaduz, no dia seguinte, aproveitamos para passear pelas redondezas do castelo e fazer algumas trilhas pela região, só porque a vista era espetacular!!! Ainda assim, quem quiser dicas de Vaduz, meu conselho é se informar com antecedência neste site aqui qual a programação da região. Como é um paisinho pequenucho, é importante verificar horários e preços com antecedência para evitar surpresas desagradáveis. Importante saber que em Liechtenstein a moeda é o Franco Suíço e o país não faz parte da União Europeia, mas sim, do espaço Schengen. Se você quiser caminhar pelas montanhas como a gente, a dica é pegar um mapa no hotel (ou no centro de infos turíticas de Vaduz) e caminhar como se não houvesse amanhã! Te garanto que a natureza vai fazer o espetáculo do entretenimento sozinha!

Onde dormir em Vaduz?

Meu conselho é o Park Hotel Sonnenhof, para quem quer uma noite especial. Este hotel é um 4 estrelas mas que podia ser facilmente 5 qualquer outro lugar. Na chegada ao hotel, fomos recepcionados com uma carta de boas vindas personalizada e assinada pelos donos do hotel. Como o hotel possui spa e termas, vale a pena chegar com tempo para curtir a estrutura do lugar. Se for comer no restaurante (SUPER RECOMENDO) faça a reserva com certa antecedência, costuma ser um restaurante disputado. Enquanto jantávamos, eles arrumaram nosso quarto e puseram um menu de degustação de chocolates no frigobar! Depois de tanto mimo, fica difícil competir com este hotel!

Park Hotel Sonnenhof

Endereço: Mareestrasse 29, Vaduz

Reserve pelo Booking.com

Links Úteis para viajar pela Suíça

Aqui vai uma lista com alguns links interessantes para que a sua viagem pela Suíça§a seja o mais completa e o mais fácil possível. E se pintar alguma dúvida, mande uma mensagem aqui nos comentários.

Antes de mais nada, se você busca um e-book ou livro para te ajudar a planejar a sua viagem pela Suíça, o guia "Calor Nos Alpes" é perfeito! O livro tem dicas de cidades, rotas, passeios, trens panorâmicos, montanhas, tudo junto e baratinho! Aqui neste link tem mais informações.

O Swiss Travel Pass é o passe que dá direito a usar todos os transportes da Suíça e costuma ser uma mão na roda para viagens de mais de 3 dias. Ele vem nas opções de primeira ou segunda classe, eu acho que a segunda já resolve a vida da maioria das pessoas. Para saber mais, escrevi este post aqui: Vale a pena usar o Swiss Pass?

Agora se você vai viajar de carro, talvez valha a pena dar uma lida neste post com dicas para alugar um carro pela Europa. Dirigir na Suíça é uma maravilha, mas pode sair mais caro do que o esperado. Sugiro que você compare os preços pelo site da Rental Cars que já simula todas as locadoras de uma vez e sempre tem ótimas ofertas.

Se você vai para Zurique e quer um Tour em Português em Zurique, pode contar com a minha equipe. Somos guias profissionais da cidade e fazemos passeios a pé pelo centro histórico da cidade, com muita informação sobre Zurique e sobre a Suíça em geral, está tudo neste link aqui. Outra ferramenta legal para encontrar passeios e tours é a Get Your Guide. Essa é uma empresa que seleciona tours em todo o mundo e você pode reservar os passeios mais tradicionais com eles, como o da famosíssima montanha Jungfrau. Os preços deles são ótimos e tem muita coisa em Português!

Aqui vai uma lista com os posts mais procurados sobre a Suíça:

Os Alpes são a grande atração da Suíça, e aqui vão os posts com algumas sugestões de montanhas:

Para ler todos os posts sobre a Suíça, é só clicar aqui.

Aqui vão dicas de hotéis para ficar em Zurique. Eu sempre recomendo o uso do Booking.com como ferramenta para comparar tarifas e reservar as melhores ofertas. Na dúvida, é só perguntar aqui que eu te ajudo a achar um hotel bacana e sem custo nenhum! 🙂

E finalmente, talvez você precise de um seguro de viagens. Recentemente eu descobri a Seguros Promo, que compara seguros de viagens ao redor do mundo. Eles dão boas ofertas e você ainda ganha 5% de desconto se você clicar neste link aqui.