Buscando um roteiro de 3 dias em Roma? Encontrou! Roma é uma cidade única no mundo. Ela tem uma cor e um ar especiais, carrega muita história e sabores que serão encontrados só ali. É uma cidade grande, com muito o que ver e aproveitar.

O ideal, para conhecê-la com tempo, aproveitando todos os monumentos e museus, seria estar ali uns cinco dias, pelo menos. Mas se o tempo é curto e não for possível, em três dias você consegue ver o essencial. Aqui vai o nosso roteiro de 3 dias em Roma para aproveitar o melhor da cidade

3 dias em Roma: Roma Imperial

O lugar onde tudo começou, com ruínas de tirar o fôlego. Aqui você vai reviver as aulas de história do colégio e entender melhor a potência do império romano.

Chegando de metrô, a parada mais próxima é o “Colosseo”. Ele te deixa exatamente em frente ao Coliseu, onde você pode começar o seu passeio. As filas para visitá-lo costumam ser grandes e uma forma de evitá-las é comprando o seu ingresso antecipado.

3 dias em Roma

Você também pode começar a visita pelo Fórum Romano e monte Palatino. A entrada desses monumentos são conjuntas e você pode circular entre eles. Aqui vai um post completo com dicas para visitar o Coliseu.

Compre aqui a sua entrada para Coliseu + Fórum Romano + Monte Palatino com áudio guia e evite filas!

3 dias em Roma

Perto do Fórum está a Colina Capitolina, que você pode ir após as visitas. Na Piazza del Campidoglio está a famosa estátua de Rômulo e Remo sendo amamentados pela loba Luperca.

Essa estátua é a representação da lenda do surgimento de Roma. Diz a lenda que Rômulo e Remo foram adotados por essa loba que os encontrou na beira do rio Tibre. Rômulo foi o que fundou Roma e acabou se tornando o seu primeiro rei, após matar o seu irmão Remo.

Ali próximo à praça, descendo as suas escadas, indo pela Via del Teatro Marcello à esquerda, você chegará à igreja de Santa Maria in Cosmedin. Dentro dessa igreja está a Boca da Verdade. Reza a lenda que ela é capaz de identificar mentiras e morder a mão dos mentirosos. Talvez tenha alguma fila ali, mas é uma visita interessante.

3 dias em Roma: o bairro Trastevere em Roma

O bairro Trastevere é um dos mais gostosos de Roma, na minha opinião. Bem característico romano, com suas lindas casas e predinhos cor de barro, com floreiras nas janelas. Caminhar por esse bairro num dia de sol é simplesmente delicioso. Ele fica próximo ao Coliseu e Fórum Imperial e para chegar ali você precisa caminhar um pouquinho, cruzando o Rio Tibre.

Trastevere pede um pouco de tempo para caminhar e se perder por suas ruelas. Ali têm restaurantes muito bons, então é uma boa pedida para um almoço. Estando em Roma, não deixe de provar uma pasta à carbonara ou amatriciana, as típicas de Roma.

Nossa recomendação é o restaurante Taverna Trilussa, um típico restaurante italiano, com uma área externa ideal para dias de bonitos e com uma massa maravilhosa. Daquelas de pedir bis. Peça o vinho da casa, você vai economizar e não se arrependerá!

Taverna Trilussa

Via Politeama, 23
+39 06 581 8918
Funcionamento: segunda à sábado das 6h às 24h

Uma boa pedida é também tomar um sorvete na praça da Basílica de Santa Maria in Trastevere e se deliciar com os sorvetes artesanais maravilhosos que só os italianos sabem fazer.

3 dias em Roma: Piazza Venezia

Se você estiver com pouco tempo e muita vontade de caminhar, a minha dica é sair do Fórum, Palatino e Coliseu e já ir para a Piazza Venezia, um outro símbolo importante de Roma. Mas se você tiver com tempo e quiser aproveitar para conhecer tudo com calma, termine o seu dia em Trastevere e deixe essa parte para o dia seguinte.

3 dias em Roma

Na Piazza Venezia está o Palácio Veneza, que foi o primeiro edifício construído em estilo renascentista em Roma, e já serviu de palácio papal entre os anos de 1564 e 1797. Ali também era onde Mussolini fazia seus discursos desde uma de suas varandas. Hoje funciona como Museu com um lindo acervo de cerâmicas, tapeçarias e estátuas do começo da era Cristã até o Renascimento.

Ali também está o Monumento Nazionale Vittorio Emanuele II, que foi inaugurado em 1911 para homenagear o primeiro rei da Itália depois da unificação.

3 dias em Roma: Piazza Navona

A Piazza Navona é uma das praças mais bonitas de Roma, na minha opinião. Ela possui um estilo barroco e ocupa o lugar onde antes situava o estádio de Domiciano no ano 86, onde os romanos assistiam aos jogos atléticos gregos, com capacidade para aproximadamente 30.000 pessoas.

A sua atração atual são as três lindas fontes que estão no centro da praça e que vale tirar um tempo para apreciação. São elas:

  • a Fontana dei Quattro Fiumi (Fonte dos Quatro Rios), construída por Bernini em 1651, representando os quatro rios mais importantes da época: o Nilo, o Danúbio, o Ganges e o Rio da Prata;
  • A Fontana del Moro, criada por Giacomo della Porta e finalizada por Bernini. Antigamente conhecida por Fonte do Caracol;
  • Fontana del Nettuno, também criada por Giacomo della Porta e finalizada em 1873 por Zappalà e Della Bitta.

3 dias em Roma: Fontana di Trevi

Outra fonte que eu amo de paixão é a Fontana di Trevi. Você está ali, andando por aquelas ruelinhas antigas, quando, de repente, vira a esquina e dá de cara com essa coisa magnífica que é a Fontana di Trevi.

Ela é a maior e mais bonita fonte de Roma, com 26 metros de altura e 20 de largura. O nome trevi deriva de Tre Vie (três vias), uma vez que ela era o ponto de encontro de três ruas.

A primeira vez que fui à Fontana di Trevi estava com um amigo romano que me contou da lenda das moedas, tão famosa ali. Essa lenda surgiu com o filme “A Fonte dos Desejos”, de 1954 e diz que se você jogar uma moeda na fonte, você voltará à Roma. Se jogar duas moedas, você encontrará o amor num italiano ou italiana. E se jogar três moedas, você se casará com esse amor. Mas não é de qualquer jeito que essas moedas devem ser jogadas não! Para que funcione, você deverá jogá-las com a mão direita e sobre o ombro esquerdo. Não custa nada tentar a sorte, né?

3 dias em Roma: Panteão

Ali perto da Fontana di Trevi está o Panteão, uma obra prima da arquitetura romana e um dos edifícios mais bem conservados da Roma antiga.

Sua construção data dos tempos de Adriano, no ano 126 d.C. No século VII ele foi doado ao Papa Bonifácio IV, que o transformou numa igreja e essa é uma das razões pelas quais ele se mantém tão bem conservado.

3 dias em Roma

Dentro do Panteão estão diversas obras de arte, além das tumbas de vários reis da Itália. Também ali está a tumba de Rafael, o famoso pintor e arquiteto renascentista italiano.

3 dias em Roma: Campo dei Fiori

O Campo dei Fiori não é apenas uma praça com feirinha de flores e artesanato. Além de ter inúmeros restaurantes e vendas de produtos típicos italianos ao redor, como o limoncello (o licor de limão siciliano), ela carrega também muita história.

Foi construída em 1456 por ordem do Papa Calixto III, num local onde havia um campo de flores, por isso o seu nome. Depois veio a construção de vários edifícios importantes, transformando o local num espaço muito próspero, com diversas oficinas artesanais e albergues. Ali também havia um mercado de cavalos duas vezes por semana.

Não podemos esquecer que apesar de tudo, o Campo dei Fiori também foi palco de execuções públicas e a imponente estátua de Giordano Bruno está no local justamente para nos lembrar disso. Giordano Bruno, um importante filósofo, foi queimado nesta praça no ano de 1600, acusado de heresia. Um 1889 este monumento foi construído em sua homenagem.

Hoje em dia o Campo dei Fiori é um local muito tradicional e popular em Roma. Desde 1869, todas as manhãs, de Segunda a Sábado, um mercado é montado no centro da praça, onde é vendido de tudo: alimentos, produtos variados e flores, muitas flores. Inclusive eu achava que o nome era proveniente daí, antes de saber da verdadeira história do local.

À noite é um local muito agradável para passear e jantar, pois conta com diversos restaurantes típicos deliciosos.

3 dias em Roma: Piazza di Spagna

Quando você chegar à Piazza di Spagna, vai sentir como se já tivesse visto esse lugar antes. E certamente você já a terá visto em algum filme, pois ela foi cenário de inúmeros filmes famosos. Ela é uma das praças mais conhecidas de Roma e seu nome foi devido à localização da Embaixada da Espanha ali, no início do século XVII.

3 dias em Roma

A sua localização é excelente, está entre a Via dei Condotti, uma rua famosa para fazer compras, a Via Frattina e Via del Babuino, onde você encontrará vários palácios dos séculos XVII e XVIII.

Sente na escadaria, tome um sorvete com calma e observe o movimento dessa linda praça romana!

3 dias em Roma: Piazza del Popolo

Saindo da Piazza di Spagna, seguindo pela Via Del Babuíno, você chegará na Piazza del Popolo, uma praça também muito especial. Ali era uma das entradas da cidade nos tempos de Império Romano. Lá se encontra o Obelisco Flamínio, um obelisco de 24 metros de altura que antes pertencia ao Circo Maximo desde o ano 10 a.C. e que foi transladado à praça em 1589.

3 dias em Roma

A Piazza del Popolo é também conhecida por abrigar a Igreja de Santa Maria del Popolo, onde se pode ver duas lindas obras de Caravaggio e algumas obras renascentistas.

Subindo as escadarias a leste da praça, você pode ir até os Jardins de Pincio e admirar uma bela vista do alto da Piazza del Popolo e de Roma.

3 dias em Roma: Vaticano

Para quem não sabe, o Vaticano está dentro de Roma, mas não faz parte da cidade. O Vaticano é um pais próprio, acredite se quiser. E é um local que merece ser visitado, uma vez que você está em Roma.

3 dias em Roma

O meu alerta é: evite ir aos domingos, pois o Museu Vaticano é fechado (com excessão do último domingo de cada mês).

Acorde cedo, pegue o metrô até a parada Ottaviano e ao sair da estação siga a rua com o mesmo nome, que te levará à estonteante Praça São Pedro. Ali adiante você verá a Basílica que é de tirar o fôlego. Esse é o templo mais importante para o catolicismo e dali de dentro você pode subir as suas escadarias e admirar a cidade desde o alto de seus 136 metros de altura.

Ao descer da cúpula, você pode sair novamente na Praça São Pedro e seguir as indicações até os Museu Vaticano. Ali é um local que você poderia estar horas e até dias. E ao final é onde se encontra a famosa obra-prima de Michelangelo: a Capela Sistina.

Compre aqui o seu ingresso para os Museus Vaticano + Capela Sistina e evite filas!

Se você quer aproveitar bem o Vaticano, recomendo que tire um dia inteiro só para ele. Você irá caminhar muito e ver muita, mas muita coisa nos museus. Novamente recomendo a compra da entrada de forma antecipada, pois você pode correr o risco de pegar muitas filas ou até mesmo de não encontrar ingresso no momento em que estiver lá. Os ingressos são por hora marcada, então você consegue se programar para ver o restante do Vaticano.

Também há a opção de conhecer os jardins do Vaticano, que vale muito a pena se você estiver com tempo sobrando. Só fique atento, pois são ingressos diferentes.

Compre aqui o seu ingresso para os Museus Vaticano + Capela Sistina + Jardins do Vaticano e aproveite o máximo do Vaticano!

Terminada a visita no Museu Vaticano, você pode seguir pela Via della Conciliazione e por esta rua você irá chegar ao Castelo de Sant’Angelo e à ponte que possui o mesmo nome. Essa é, sem dúvida, uma das pontes mais bonitas de Roma. E o castelo também pode ser visitado! Você pode comprar o ingresso antecipado aqui.

Onde se hospedar em Roma?

O local mais econômico para se hospedar em Roma é no entorno da Estação Termini de trem. Ali existem vários hotéis e Airbnbs com preço mais em conta, é uma região central e bem comunicada por transportes público, mas não é uma zona muito bonita, segura e charmosa.

Se você vai ficar ali, é importante estar atento quando caminhar pelas ruas, principalmente à noite. Não é uma zona violenta, mas por ter muita concentração de gente e, principalmente, de turistas, requer uma atenção mais redobrada.

O Vaticano também é bem localizado e oferece algumas boas opções de hospedagem, como o Alloggio Quiriti.. Mas o meu preferido mesmo é o bairro Trastevere, que não tem metrô perto, mas tem várias linhas de ônibus, está bem cêntrico e dali você pode fazer quase tudo à pé.

Reserve aqui seu hotel com cancelamento grátis em Trastevere.

Links úteis para viajar pela Itália

Aqui vai uma lista com alguns links interessantes para te ajudar com a sua viagem pela Itália. E se pintar alguma dúvida, já sabe, mande uma mensagem aqui no blog que será um prazer te responder!

Antes de mais nada, veja alguns roteiros interessantes escritos para quem vai pra Itália:

Além destes roteiros, aqui vai uma lista com dicas de algumas cidades:

Claro que tem muito mais posts, então para ler todos os posts sobre a Itália, é só clicar aqui neste link.

Se você vai viajar de carro pela Itália, talvez valha a pena dar uma lida neste post com dicas para alugar um carro pela Europa. Lembre-se de que o trânsito na Itália é meio nervoso e talvez seja prudente olhar com antecedência as tarifas das locadoras e comparar seguros, preços e condições. Sugiro sempre comparar pelo site da Rental Cars que já coloca todas as locadoras de uma vez juntas.

Recentemente eu descobri a Seguros Promo para quem precisa cotar seguro de viagens ao redor do mundo. Achei os preços deles ótimos e eles dão 5% de desconto para os leitores do blog se você fizer o seguro através deste link aqui.

Procurar um hotel na Itália pode ser meio complicado, aqui vai uma lista com as melhores opções de hotéis para ficar em algumas cidades italianas:

Se ainda assim precisa de ajuda, eu fiz este post com algumas dicas para economizar na hora de reservar um hotel. Eu sempre recomendo o uso do Booking.com como ferramenta para comparar tarifas e reservar as melhores ofertas.

Outra ferramenta legal para encontrar passeios e tours é a Get Your Guide. Essa é uma empresa que seleciona tours em todo o mundo e você pode reservar os passeios com antecedência sem sair de casa. Os preços deles são ótimos e tem muita coisa em Português, como por exemplo, este tour completo do Vaticano.

Finalmente, quem estiver viajando pela Itália, não pode perder a oportunidade de comer um “Aperitivo“, que é tipo a nossa "happy hour" mas com comida grátis inclusa - ou quase grátis. E claro, ninguém pode deixar de provar a pizza na Itália, né?