Viajar de avião, principalmente num vôo intercontinental de classe econômica (eu! eu!) pode ser assustadoramente terapêutico – ok,  tô sendo irônica – para todo o qualquer mortal da classe média. Se você também adora uma mega promo de viagem e enlouquece quando alguma companhia aérea erra na conta e faz preços ridiculamente baixos, sorria, este texto é para você!

Sabemos o quanto é bom viajar baratinho, adoramos pagar 3 vezes menos para estar naquela poltrona, e enfrentamos o que tiver que ser para chegar – logo, por favor, chegar logo – no nosso destino! Tanto que nem ligamos para os top 10 perrengues de vôo listados a seguir! Tenho certeza que você já passou por isso, e chegou a hora de se divertir com eles! E viva a classe econômica que nos permite viajar pela metade do preço! UHULLL!

10 coisas que odiamos em vôos internacionais

1. O cara de frente quer deitar

Volta e meia vai sentar na sua frente aquela pessoa que tem certeza que o avião é um hotel, ou ao menos, que a poltrona é uma cama 100% reclinável. E ela vai tentar de tudo, (de tudo!) para fazer a cadeira deitar, principalmente se você estiver comendo ou apoiando-se na mesinha, repara! E ela vai reclamar, ah vai, bem alto, de que a poltrona é ruim e que o avião é horrível. Claro…

2. O cara do lado cheira mal

Em algum momento da sua vida no avião você vai se deparar com aquela pessoa que, ao levantar-se  para recolher algo no compartimento superior, exala aquele cheirinho de #nãousodesodorante #enemsabonete. Aquela asa brava, ranço fedorento que nem o rexona 48hs resolve. Pior, essa pessoa vai estar bem do seu lado, fazendo questão de se mexer a cada 15 minutos para que você se recorde se sua presença nada agradável.

3. Bebês que viajam

Aqueles olhinhos lindinhos, aquela bochecha gorducha, a roupinha, gente pelo-amor-de-deus-dá-algo-pro-menino-parar-de-berrar-meu-pai-do-céu! Se você ainda não voou com criança pequena ao lado, esse dia há de chegar, fique tranquilo. A culpa não é do pequeno, muito menos dos papais do pequeno, e não há nada que se possa fazer nesse caso. É só lembrar que você pode ser o próximo a ter que passar por uma situação como estas, se não usar camisinha – #ficaadica.

4. O assento de trás tem gente (chata)

Vai ter um dia na sua vida de viajante classe média que o mocinho de 11 anos “taca-lhe pau” na sua cadeira, crente que tá jogando need for speed ou qualquer que seja o videogame popular de hoje em dia. E ele vai (ah se vai!) acertar com tudo bem no meio das suas costas, no exato momento que você já está quase conseguindo tirar a sonequinha do avião!

5. A comida parece boa

Daí a aeromoça te pergunta “vai querer frango ou massa?” e você pede frango! Parecia lindo comer algo assim até o momento da caixinha úmida e aquecida no micro-ondas chegar. Você abre a caixinha, melando os dedos com algo que não sabe bem o que é, apoia a tampinha debaixo do prato e pensa: que p%rra é essa? A coisa piora quando você olha para o lado e a pessoa pediu massa, que tá com uma carinha muito mais apetitosa que seu frango-murcho-meio-escuro-sem-sabor. Acontece.

6. A pessoa que resolve fazer amigos

Você acha o seu lugar, coloca a mochila no compartimento superior, prepara seu moletom de viagem, seu ipod e seu livro preferido. Senta-se na sua cadeira confortavelmente, aperta os cintos, coloca os fones, abre o livro e escuta: -tá lendo o quê? – nossa nunca li este livro, sobre o que é? – e você também vai para Paris? – É que eu faço conexão em Madrid, e daí vou pra Paris. – Meus filhos também moram em São Paulo. – Olha que lindo meu netinho, nasceu em fevereiro! É aquariano. – Você tem filhos? – Mas é casada? – Nossa e nem namorado? – Tenho um sobrinho solteiro, ele mora em São Bernardo. E por aí vai!

7. Praticando o equilíbrio

E então você está apertado para fazer xixi, entra no banheiro, fecha a travinha que acende a luz, te prepara para o alívio e dãn-dãn, “-Senhores passageiros, estamos enfrentando uma pequena turbulência, pedimos que retornem aos assentos imediatamente e travem os cintos de segurança.” E você nem sabia que podia se equilibrar tanto numa situação como essas, hein!?

8. O fatídico assento do meio

E o avião está lotado, não tem outra poltrona disponível. Daí você respira fundo, se espreme, se conforma no meio de duas pessoas até que o da janela resolve sair, e você precisa se levantar. Daí ele volta, e você se levanta de novo. Daí é você quem precisa se levantar, e o do corredor tá dormindo. Daí você assusta a pessoa no meio da tentativa de sair. Daí o da janela começou a dormir e vem inclinando a cabeça para o seu lado. E você começa a afastar-se, chegando perto do que está no corredor, o outro dorminhoco. Daí você reclina a sua poltrona,  e ambos os braços das cadeiras estão sendo ocupados pelos passageiros de cada lado. #hojenãoéoseudia

9. Parece sorte mas não é

Te deram o assento da divisória, aquele em que as pernas possuem mais espaço, maravilhoso! Você pensa que este é seu dia de sorte até que você se dá conta que na verdade este assento é ao lado da porta do banheiro! E dá-lhe descarga a cada 10 minutos, fila do banheiro ao lado da sua poltrona, luz acesa e apagada constantemente e de vez em quando cheirinhos nada agradáveis.

10. O pum

Além dos que odeiam-desodorante-e-sabonete-deus-me-livre, há aqueles que, depois de comer aquele ovo frito com cheddar no café da manhã, obviamente passam mal. E dormem. E peidam. Peidam muito. E não tem para onde desviar a cabeça porque todo mundo é suspeito, relaaaaxa que o cheiro vai ficar ali, é avião pressurizado.

FAZER O QUÊ NÉ?! O JEITO É DAR RISADA MESMO E SEGUIR PIRANDO NAS MEGA PROMOS!!!