Quem está hoje na sessão Gente que Viaja é a Paula Augot, do blog “No Mundo da Paula”. Ela vive em Londres, mas já morou em Paris e hoje divide seu tempo entre o blog e as suas viagens. Ela faz uma coleção de viagens incríveis e conta suas experiências pessoais em seus posts – que aliás, são uma delícia de ler! Confira!

Como você foi parar na Europa?

No final de 2007, após o fim de um namoro, eu decidi que iria para França aprimorar meu francês. Fui fazer intercâmbio por um ano e terminei morando 4 anos e meio lá! Desde os meus 16 anos que era louca pela França.

Daí você mudou para Londres?

Eu morava na França há alguns anos e na minha primeira visita a Londres, assim que desci do Eurostar ainda na plataforma, eu disse: eu quero morar aqui. Depois desse dia passei a acreditar no poder das palavras porque alguns meses depois meu marido (que conheci enquanto vivia em Paris) recebeu uma proposta de emprego em Londres e em menos de 1 ano, nos mudamos para Londres.

E como é viver em Londres?

Eu sou suspeita para falar, mas eu adoro Londres! Além de ser a maior cidade da Europa, tem gente de todos os países que você possa encontrar, e por esse mesmo motivo, você termina conhecendo algumas coisas e mesmo absorvendo um pouco da cultura de cada lugar.  Adoro por exemplo o fato de ter restaurantes de países que são completamente distantes para a nossa realidade brasileira, como um restaurante etíope por exemplo, gosto dessa facilidade de conhecer outras culturas que aqui tem.

Qual a viagem mudou a sua vida?

Eu diria que a primeira viagem que fiz sozinha foi um divisor de águas pra mim, aprendi que não preciso mais esperar por ninguém para cair no mundo, e que minha companhia me basta. Depois disso já perdi as contas das vezes que viajei sozinha!

A maioria das minhas viagens são marcantes, mas existem sempre aquelas especiais porquê o destino foi sonhado por mais tempo, não é? Então a minha ida a Turquia foi muito marcante, porque era um país que eu morria de vontade de conhecer e quando fui adorei! Hoje Istambul continua sendo a cidade que faz meu coração bater mais forte.

Como você planeja suas viagens?

Não sou dessas de montar roteiro certinho não! Geralmente eu dou uma pesquisada em alguns blogs e compro também um guia no caso de viagens mais longas e vejo mais ou menos o que tem para fazer e tudo depende do meu humor, vou em alguns lugares centrais e depois saio andando meio sem rumo tentando descobrir novos lugares.

Por que você decidiu criar um blog de viagens?

Eu sempre gostei de viajar e na mudança pra Londres eu comecei a acompanhar mais de perto blogs de pessoas que vivem no exterior e num impulso criei meu blog, que nos primeiros meses era muito mais pessoal que um blog de viagens propriamente. Hoje, para minha surpresa total, o post de mais sucesso é um post pessoal chamado “Como fui morar na França“.

E dá pra viver de blog?

Alguns blogueiros tem conseguido viver apenas do blog mas ainda estou bem longe de chegar lá. Por enquanto minhas metas são de aprender mais e tornar o blog mais conhecido.

Qual seu post preferido no blog?

Agora você me pegou! Rsrs Eu tenho vários posts preferidos, mas se tivesse que escolher um, eu optaria pelo meu post sobre São Petersburgo, porque foi uma cidade que me surpreendeu muito. Eu imaginava que iria encontrar uma cidade pobre e antiga, como pude ver em minhas visitas a países que foram socialistas, mas qual não foi a minha surpresa ao ver uma metrópole gigante e muito bonita com monumentos restaurados e muita modernidade.

Um destino dos sonhos?

Só um? Assim não vale! Blogueiro de viagem tem pelo menos vinte destino dos sonhos rs. Meu maior sonho é conhecer o Egito, mas por questões políticas, o país se tornou completamente instável e não é um país seguro para se viajar… O que faz com que esse meu destino dos sonhos continue apenas nos sonhos.

Um recado para quem pensa em viver fora do Brasil?

O primeiro conselho que dou é para que você pare de comparar o tempo todo seu país anfitrião com o Brasil, procure aproveitar as coisas boas de ambos e abra a sua cabeça para os costumes locais, o que pode parecer estranho para você não necessariamente é errado.

Conselho para pensa em criar um blog de viagens?

Não desista! No começo a gente tem a impressão que está falando com as paredes e que ninguém lê nosso blog, mas a cada email e comentário de agradecimento, você percebe que todo o tempo gasto valeu a pena!

Gente, eu adorei a entrevista da Paula! E o blog dela é bem legal de acompanhar, tem ótimos destinos e sugestões de passeios bem interessantes para quem ama viajar ou mesmo está buscando uma experiência fora do país!